quarta-feira, abril 25, 2018

Ian SBF e Majestosa Kami Queimando a Língua com Sr.K



Achei muito bom esse vídeo!!!!

Me ajude a encontrar Sara? : parte: 11


Fonte da imagem: Maisvibes


  Eu também ficava olhando para ver se eu via algum carro que se estiver nos seguindo, mas como a minha irmã, não estava vendo nenhum carro nos seguindo, então achei que seria seguro para a gente ir para um restaurante.
  Chegamos, entramos no restaurante nos sentamos na nossa mesa, fizermos o nosso perdido, ficava olhando para os lados, para ver se alguém ficava encarando a gente, ficava encarando a entrada para ver se alguém simplesmente olharia para nós e depois fosse embora.
  - Sabe de uma coisa que eu acho engraçada? - Disse a Diana.
  - Eu achava a nossa vida tediosa e eu queria que alguma coisa acontecer-se para dar uma animada -    Disse o Diego.
  - Eu sei se fizer-se um filme sobre as nossas vidas, seria o filme mais tedioso da historia do cinema.
  - A gente teve sorte que ninguém nos atormentava na escola.
  - Isso porque a gente sempre sabia ser legal com todo mundo.
  Para mim estava surgindo uma felicidade em mim, era o momento de nostalgia por um breve momento estava genuinamente feliz, sabia que não importa como essa historia acabar-se as coisas nunca seriam as mesmas para mim e para a minha irmã.
  Uma coisa que eu sabia que todo mundo era atormentado nas escolas, por sorte os nossos pais, basicamente nos deram livros de como ser sociável, basicamente, eles nos deram vários livros para a gente sobreviver na escola, por sorte esses livros deram certo, nós nunca sofremos nas mãos de um bully. Sô que eu acho que todo tormento que a gente não sofreu na espoca da escola está sendo descontado nesse momento.
  - A gente teve sorte? - Disse o Diego.
  - É eu não sei por que os nossos pais ficaram tão preocupados com a gente.
  - Eu soube que os nossos pais não tiveram a mesma sorte que a gente.
  - Eu entendo.
  Nós ficamos conversando, ficava observando para ver se alguém ficava nos observando, mas parecia que ninguém estava nos observando. Então chegou a hora dá gente sair do restaurante, então nós vimos um bilhete no vidro do nosso carro.
  - Impossível - Disse o Diego.
  - Mas eu direitinho, ninguém estava nos seguindo - Disse a Diana.
  - Eu também não vi ninguém.
  - Então como?
  - Bem tem uma possibilidade de ser uma multa.
  Fui em direção do bilhete, pela primeira vez na minha vida, queria que fosse uma multa ou uma nota de alguém que bateu no nosso carro, mas eu li o bilhete estava escrito “você vai me ajudar a encontrar a Sara custo o que custar", entreguei o bilhete para a minha irmã ela leu.
  - É ele, mas é claro tinha que ser ele - Disse o Diego.
  - VAI SE FUDER VOCÊ E A SUA SARA! - Gritou a Sara.

                                                           Continua...

Veja a parte anterior: 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10

terça-feira, abril 24, 2018

Preso de 92 para 91 indo para 75kg

É muito frustrante quando você quer emagrecer e parece que por mais que você se esforce você não consegue os resultados que você queria, mas você tem que descobrir o que você está fazendo de errado e corrigir esse ero.

PARA MAIORES DE 18
se achou o papo chato olhe para as fotos nada haver com o assunto"aqui":

Me ajude a encontrar Sara? : parte: 10


Fonte da imagem: Maisvibes

  Nós ficávamos procurando qualquer informação sobre o pai dela, se ele não for o pai dela, talvez essa pessoa também tenha atormentado o pai da garota do jeito como ele fica atormentando a gente.
  A minha irmã ficava pesquisando na internet para ver se a policia teria algum suspeito sobre quem matou ela, a gente já estava no limite nós tínhamos que saber quem era essa pessoa que ficava atormentando a gente, mas as nossas procuras normalmente não dava em nada, o que nos irritava cada vez mais.
  Então o desgraçado liga novamente, a minha irmã com raiva, simplesmente pegou o celular, e colocou de baixo do sofá.
  - O que você está fazendo? - Disse o Diego.
  - Estou cansada desse desgraçado fica nos atormentando - Disse a Diana.
  - Você sabe que isso pode deixar ele com raiva.
  - Que ele fique, quero que ele fique com raiva do mesmo jeito, que eu estou com ele.
  - Tenho uma ideia, vamos.
  - Para onde?
  - Para o carro.
  - Para onde vamos.
  - Te explico no caminho.
  Nós dois entramos no carro, depois nós saímos de casa, antes nós nos certificamos que a casa estava trancada.
  - Para onde vamos? - Disse a Diana.
  - Para nenhum lugar especifico, quero que você fique olhando nos retrovisor, para ver se ele está nos seguindo.
  - Como eu vou saber que o carro está seguindo.
  - Daqui a pouco vou fica andando em círculo e se você vir um carro, que basicamente está fazendo o mesmo caminho, daí a gente vai saber que é ele.
  - Entendo vou ficar olhando.
  Fiquei dirigindo um pouco, depois fui dirigindo círculos a Diana ficava olhando fiquei fazendo por um bom tempo.
  - Então? - Disse o Diego.
  - Não estou vendo ninguém nos seguindo.
  - O que você acha que a gente deva fazer?
  - Eu sô sei que eu não quero ir para a casa agora.
  - Entendo o que você quer dizer.
  - Vamos para um restaurante?
  - Pode ser.
  - Até agora eles nunca nos atacou em lugares publico acho que lá a gente vai está seguro.

                                                                    Continua...

Veja a parte anterior: 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09

segunda-feira, abril 23, 2018

Extraordinário


Sinopse:
Wonder é um romance infantil escrito por Raquel Jaramillo, sob o pseudônimo R. J. Palacio. Publicada em 14 de fevereiro de 2012, conta a história de Auggie Pullman, um garoto que sofre da síndrome de Treacher Collins, que causa deformação facial.

Eu gostei do personagens, gostei do jeito como a historia foi contada, você ver todo o caminho que aquele garoto percorreu,é uma boa historia por isso eu recomendo.

faça seu comentário: O Troco



Os comentários mais legais e mais interessantes, vai aparecer em destaque na próxima postagem de "faça seu comentário"

Me ajude a encontrar Sara? : parte: 09


Fonte da imagem: Maisvibes

  Ficamos esperando um tempinho até nós temos certeza de que a gente estaria seguros, mas por sorte nada acontecia então nós fomos levantando devagar, estava claro de que a gente estaria seguros.
  - Será que você o matou? - Disse a Diana.
  - Sô tem um jeito dar gente saber.
  - Não me diga que...
  - É nós temos que ir lá fora.
  - Ok, mas você não vai sozinho.
  - Vamos.
  Eu e a minha irmã sairmos da nossa casa, trancamos a porta, ficamos vendo ao redor para ver se tinha alguma pessoa ferida, ficávamos olhando de um lado para o outro e não achávamos ninguém, estava claro que eu não acertado ele, isso significava que o desgraçado ainda estava vivo, isso quer dizer que a gente ainda corria perigo.
  - Nós temos que voltar - Disse o Diego.
  - Vamos - Disse a Diana.
  Entramos na nossa casa, a minha irmã estava vendo TV, dava para notar que ela não estava prestando atenção no que estava passando, eu também não estava tranquilo, ficava olhando pela janela, ficava vendo se alguém suspeito aparecia, sô ficava pensando quando será que ele vai atacar de novo, estava pensando em um jeito de atacar nele quando ele vier nos atacar de novo.
  Outra coisa que estava na minha cabeça, como é que ele sabia que eu estava com a arma do guarda, fico pensando na possibilidade desse individuo trabalhar na policia, essa seria uma forma de explicar como ele sabia que eu estava com a arma. Outra parte que me perturba que esse desgraçado tem uma arma queria tanto que ele sô ficar-se na faca.
  O tempo passava e nenhuma ligação era feito nós dois fomos dormir, não dormir muito bem, de manhã fui fazer o café da manhã, notei que a minha irmã não estava muito bem.
  - Bom dia - Disse o Diego.
  - Bom dia - Disse a Diana.
  - Dormiu bem?
  - Não.
  - Eu sei eu também não.
  - Dormiria melhor se eu souber-se que essa pessoa morreu.
  - Uma coisa que me veio na cabeça.
  - O quê?
  - Nós ficamos pensando se a gente tinha conexão com a Sara Hickens, mas e se ele tem?
  - Isso faz sentindo, mas o que isso tem haver com a gente.
  - Será que ele é o pai dela.
  - Nós temos que descobrir quem é o pai da Sara.

                                                    Continua....


Veja a parte anterior: 01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08