segunda-feira, dezembro 11, 2006

jogo no orkut

ola,... eu quero jogar um jogo, vc tem viajado muito, pois vc tirou a vida de uma pessoas cortando as mão e a caberça, bem é exatamente o que vai acontecer com vc hoje se vc n responder, como vc estar vendo tem uns fios cortantes segurando vc pelo pulço das suas mãos, e uma no seu pescorço, e n tem nada te aponhando em baixo, vc vai sangrar e muito se vc n me disser a respostas certa, por isso seja esperto viva ou morra façar a sua escolha.

detalhe: Na sla vc ver uma terra com uns raios de sol sobre ela, vc ver bem no fundo um desenho de uma jangada, com umas pessoas pescando, e vc ver o mapa do brasil bem em baixo de vc, e estar escrito, o que vc ver representar, o estado que vc estar, que é a resposta do jogo.(n é exatamente o estado que vc estar mais onde o personagem estar.

regras: se vc erra uma vez, uma mão cortada pelo fio, se você erra outra vez outra mão é cortada se vc erra pela terceira vez morre, e se vc morre n vale mais vc postar alguma coisa.

o tempo estar passando o seu sangue estar sendo derramado no são se vc ficar muito tempo sem responder, provavelmente vc irar morrer, por grande perca de sangue, e se vc, os fios estão ligados a um mecânismo, que faz com que eu corte as suas partes do corpo, é muito impossivel vc tentar corta com os dentes excluir


Цeslei 11/12/2006 11:00
A resposta é:
Rio de Janeiro



Geovanni,"Hippie 11/12/2006 11:01 errado:uma mão cortada pelo fio excluir


Цeslei 11/12/2006 11:03
Minas Gerais?



Geovanni,"Hippie 11/12/2006 11:07 errado:outra mão cortada.

ps:os objetos que eu coloquei, foram o que eu pesquisei que representar o estado. excluir


ॐ M∂r¢Ø§ TuLiØ † 11/12/2006 11:12 amazonas ?

Geovanni,"Hippie 11/12/2006 11:13 errado:uma mão cortada excluir


Arnon 11/12/2006 11:40 Rio Grande do Norte

Arnon 11/12/2006 11:41 Pelo menos foi o que eu achei na wiki:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Bandeira_do_Rio_Grande_do_Norte

Geovanni,"Hippie 11/12/2006 11:48 errado:uma mão cortada.
Arnon 11/12/2006 11:49 Droga... ¬¬

Arnon 11/12/2006 11:49 HAuahuuauhauhahuauh

Geovanni,"Hippie 11/12/2006 15:05 continuem tentando e cortando suas mãos excluir


Victor Klinger 11/12/2006 15:19 geovanni
rapaaaz q idioma eh esse... poe uma legenda pa eu poder entender...

Geovanni,"Hippie 11/12/2006 15:23 esse idioma é geolês meus amigos frescam com a minha escrita, n é só vc que tem o problema de entender. excluir


Daniel 11/12/2006 15:30 ehuaehau definitivamente vc escrever de um jeito estronho.Mas eu entender oq vc querer dizer.

minha resposta: Natal

Victor Klinger 11/12/2006 15:38 =p
blz mas deveria ter botado em portugues, assim todos entenderiam...
haauhhauahha

Victor Klinger 11/12/2006 15:42 natal virou estado?!
ih! ninguem me contou!
q lerdo q eu sou...

Geovanni,"Hippie 11/12/2006 15:43 Daniel:errado uma mão cortada excluir


Victor Klinger 11/12/2006 15:45 seria o...
pará?
11/12/2006 15:48 Victor Klinger:errado uma mão cortada excluir


Victor Klinger 11/12/2006 15:49 eh a mão...
mas eh a mão direita ou a mão eskerda????

Geovanni,"Hippie 11/12/2006 15:52 tanto faz se as duas forem cortadas n fará a menor diferença. excluir


Victor Klinger 11/12/2006 15:52 ja sei!!!
eh um estado d alucinação.
em meio a tantas visoes a personagem deve estar alucinada!

Lúcia Ivanovitch 11/12/2006 15:55 Resposta 1: Bahia
Resposta 2: Espírito Santo
Resposta 3: Santa Catarina (morri XP)

Daniel 11/12/2006 15:56 Aff..qndo ele disse "não é o estado que vc estar e blábláblá" com esse linguajar lindo eu pensei q num era necessariamente um estado, e sim um lugar do estado.

Geovanni,"Hippie 11/12/2006 15:57 Lúcia Ivanovitch :morreu mesmo. excluir


Lúcia Ivanovitch 11/12/2006 15:57 Vou pegar mais um dos meus outros 6 profiles e vir aqui até acertar ¬¬'


[seo moderador tivesse ON pra aceitar, até rolava XD~]

Victor Klinger 11/12/2006 16:01 como naum mencionei nenhum estado minha resposta naum podera ser considerada!

q nada vc transformou natal em estado, o cara escreveu tudo certo so ta em outro idioma...hehehehehhhhh

tao acabando os estados eu vo acabar acertando!

Victor Klinger 11/12/2006 16:02 ja sei!!!
amapá!!!
errado:a outra mão foi cortada, eu n vou considera aquela resposta por que n foi um estado mesmo. excluir


▀▄▀®ËNÅTÅ ▀▄▀▄ ▀ 11/12/2006 16:13 seila .. ta falando tudo errado ... se ele falo q "pode" ser um peronagem deve ser o da turma da monica .... entao é sao paulo ...

q tosco !
so pode tar errado!

Geovanni,"Hippie 11/12/2006 16:16 ▀▄▀®ËNÅTÅ ▀▄▀▄ ▀ :errada:uma mão cortada excluir


Erick 11/12/2006 16:17 Ceara

Victor Klinger 11/12/2006 16:19 halagoas?

Arnon 11/12/2006 16:22 Gente... Tem que fazer uma lista e ver quais que faltam... AHuahuahua

Erick 11/12/2006 16:23 2 Pernambuco

3 Maranhao

Geovanni,"Hippie 11/12/2006 16:24 Erick : ganhou o jogo.

as cordas se soltam e vc estar livre mais e vc vai em direção a porta, más de repente vc ver um outro homem e tinha uma fita e porta e ele tocou a fita e ela dizia:
"Cleiton, vc estava procurando o homem que martou a sua filha vc se perguntou a vida inteira que faria, o que faria com ele vc tem um machado e ele estar desamardo, vc quer que ele viva ou morra, façar a escolha dele".

Fim de jogo. excluir


Victor Klinger 11/12/2006 16:24 rapá vc naum axa q eu naum fiz isso?
to com um bloco d notas aberto aki mew
uahuhauahahuhuauha
mas naum consigo axar nada, eh mto bizarro...

Arnon 11/12/2006 16:25 É PE ou MA?


Mostrando 31-40 de 48 primeira | < anterior | próxima > | última
voltar aos tópicos
responder




serviço filiado ao Google
11/12/2006 16:26 na verdade publiquei atrasado mais a resposta foi:ceara excluir


Erick 11/12/2006 16:27 cabo?

Arnon 11/12/2006 16:28 AHhuahuahuauhauhahu... Agora explica porque...

Geovanni,"Hippie 11/12/2006 16:33 http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/49/BandeiraCear%C3%A1.gif

eu coloquei os raios de sol, representando o:sol.
a terra como areia:e na bandeira tem a praia.
a jangada, os pescadores eram distração:jangada.

se vcs virem tem todos esses elementos na bandeira. excluir


Diego 11/12/2006 17:22 Bandeira feia do caramba...

Arnon 12/12/2006 09:19 Ptz... Pra mim eram os Raios do Sol sobre o planeta Terra ¬¬ HAhuuhauhauhahuhuahuahuuhauhauhuahhuauh... Entendi tudo errado!

Erick 12/12/2006 09:23 Os pescadores eram distração?...descobri por causa deles uhauhauhauhauhahhuauhahuauhauhauhuah!

Geovanni,"Hippie 12/12/2006 10:15 tá bom eles ajudavam um pouco. excluir



Mostrando

quarta-feira, dezembro 06, 2006

pânico na casa.

Em um prédio duas jovens loiras, com saia pretas, uma usando blusa vermelhar, e com um salto alto, o nome dela é Tina, e a outra uma blusa azul, e com um uma bolça preta o nome dela é Pátricia.
Tina: obrigada por vim me visitar, minha irmãzinha.
Pátricia:(levantar a sobrencelhas como sinal se ela estiver-se brincando)eu ultimamente estou morando aqui perto, e resolvir passar aqui e fala com você.
Tina:(se levantar e foi pegar vinho)faz é tempo que você não veio me vizitar, e agora que estar morando perto você vem?
Pátricia:(fechar os olhos e dar um sorriso)você não estar zangada?
Tina:(vai até a cardeira e se sentar)bem, você veio estou feliz por isso, pelo menos é a minha unica alegria em anos, desde a morte da nossa mãe.
Pátricia:(Fechar a mão com força)é realmente é uma pena a morte dela(caiu uma lágrima do rosto dela)Me desculpe.
Tina:Eu sei que a morte dela foi uma grande perda, mais já se passou muito tempo.
Pátricia:(passar a mão no olho exugando as lagrimas)eu sei que já foi muito tempo desde a morte dela, e eu choro como se foçe hoje.
Tina colocou um copo de vinho e deu para ela.
Pátricia:muito obrigada.
Tina: nunca é bom lembrar de algo triste.
pátricia:Más sempre é bom lembrar.
Tina: as vezes.
Pátricia:Pelo menos a pessoa não esqueçe a pessoa que mais amou lembrando.
Tina:(olhar para o lado esquerdo)Tem coisas que não deveriam ser lembradas, más não são esquecidas, e você reza para n lembrar mais, e não esquece.
Pátricia:(olha para baixo)eu sinto você lembrar disso.
Tina:(abaixa um pouco a cabeça, com um olhar de tristeza)eu tenho que superar isso.
pátricia: eu n sei o que faria provavelmente eu estaria morta.
Tina: Não vamos lembrar de coisas tristes(ficou com um sorriso)temos que nos lembrar das coisas que acontecreram de bom.
Pátricia:(se levantar)eu tenho que ir já estar ficando muito tarde.
Tina:É você tem razão.
Levou ela até a porta, e foi embora, fechou a porta e sentou na cadeira.
Tina: Por que eu n consigo esqueçer?
O telefone tocar ela demora um pouco e foi atender.
Tina:quem é?
Voz no telefone:(a voz é de homem)Alguêm que vai te matar.
Tina:(deu uma rizada e falou)Não sério quem é.
Voz no telefone: Por que você achar que o que eu falei é brincadeira.
Tina:(ficando com raiva)se isso é um trote não tem a menor graçar?
Voz no telefone:Não é um trote.
Tina:Você só estar brincando eu vou desligar o telefone, ou pode ser ligãção errada.
Voz no telefone: Não estou brincando Tina Bronw.
ela ficou calada e falou:
Tina:eu te conheço?
Voz no telefone:Não.
Tina: Então como você me conhece, deve ser pela listar telefônica.
Voz no telefone:(dar uma pequena rizada)por que você continua achando que isso é um trote, deve dizer que a sua blusa vermelha tem um decote lindo, eu estou vendo "eles".
Tina:(foi olhar pela janela, ela morar em um prédio de 10 andares e mora no oitavo, voltou no telefone)Você deve ser mais um tarado.
Ela ouve um tiro e acertando a parede em frente a ela,ficou quieta por alguns segundos.
Tina: Isso não tem a menor graçar.
Voz do telefone: para você não mais para min estar sendo muito engraçado.
Tina:Por que você estar fazendo isso, por que eu?
Voz no telefone:Porque sim, eu tenho meus motivos.
Tina:Que motivo é esse?
Voz no telefone:por causa de alguêm que você matou.
Tina:(olha para olhada para o outro como se foçe loucura)más, você só pode estar falando do cara que tentou fazer sexo comigo, más ele fez a força, ele me foçou a fazer, estava me estuprando, eu tive que mata-lo, se não ele me mataria.
Voz no telefone:isso não aconteceria se você facilitar-se um pouco.
Tina:Você estar falando de fazer sexo contra a minha vontade?
Voz no telefone:Pelo menos salvaria alguêm.
Tina:Más eu tenho certeza se eu deixar-se ele iria me matar.
voz no telefone:não dá para ter certeza, nem tudo que agente acha que vai acontecer vai realmente acontecer.
Tina:Más ele tinha uma arma uma pistola.
Voz no telefone:Talvez ele usar-se para se proteger, más eventualmente acabou matando ele.
Tina:Você está querendo vingar a morte dele?
Voz no telefone:sim.
Tina:Mais isso é ridiculo, eu matei ele em alto defesa.
Voz no telefone:VOCÊ MATOU.
Tina:Em alto defesa, ele iria me matar.
Voz no telefone:Você não tem certeza, você não sabe do seu destino você não sabe o destino de ninguêm saiba bem disso.
Tina:Você esta querendo vingar a morte dele?!
Voz no telefone:Sim.
Tina:Por que? você quer vingar a morte dele.
Voz no telefone:O motivo não interesar.
tina:(batea as pernas no shão de raiva)VAI PRO INFERNO.
Voz no telefone:eu não quero estar no seu lugar.
Tina:eu não mereço isso.
Voz no telefone:Você merece.
Tina:Por me defender.
Voz no telefone:Por matar alguêm.
Tina:Más ele iria me matar eu já te disse isso.
Voz no telefone:Você sabe do histórico dele.
Tina:não.
Voz no telefone:Ele nunca matou ninguêm por que comesária po você.
Tina:Mais como você sabia que ele não me mataria.
Voz no telefone:Esse é o problema não sabemos.
Tina:Você por que se importa tanto com ele.
voz no telefone:Por que eu quero vingar a morte dele, apesar de ele possívelmente tentado te matar ele é uma pessoa viva e tinha uma familia, as pessoas não pensam muito nisso quando matam alguêm.
Tina:mais aquele momento estava tentando protejer a minha vida.
Voz no telefone:eu sei más esse detalhe não interessar para min.
Tina: Más você tem que pensar nesse detalhe.
Voz no telefone:Eu aposto que é a mesma coisa que você estar fazendo tentando proteger a sua vida.
Tina:Lógico eu não quero morrer seu MALDITO.
Voz no telefone:Isso fala tudo isso, que você vai sair dai viva, é melhor você melhorar esse vocábulario se não quiser morrer cedo.
Tina:Eu não acredito que você que me matar por causa dele.
Voz no telefone:Pode acreditar.
Tina:Eu vou matar você.
voz no telefone:isso se eu não matar antes.
Tina:(toando no seu corpo tentando achar um celular)
Voz no telefone:seu celular está na mesa, más você não pode pegar, que pena que o seu telefone é com fio então você sabe muito bem o seu limite.
Tina:eu não acredito que eu estou passando por isso po ter me defendido.
Voz no telefone:eu disse que ele pode ter ou n ter matado você.
Tina:ele iria me matar(um tiro passar pelo lado dela acertando a parede)
Voz no telefone:Eu poderia ter matado você.
Tina:Não façar isso.
Voz no telefone:Não me irrite se não eu te mato.
Tina:(chorando)eu não mereso isso.
Voz no telefone:Você merese.
Tina:por causa daquilo.
Voz no telefone:sim por causa daquilo.
Tina:Saiba que eu sentir orgulho em mata-lo.
Voz no telefone:eu sei que você está com raiva por isso eu vou perdoa-la.
Tina:Por favor pare com isso.
Voz no telefone:Isso vai acabar.
Tina:Agora.
Voz no telefone:Não agora.
Tina:pela a sua visão você pode estar no prédio em frente ao meu.
Voz no telefone:isso faz alguma diferença.
Tina:Não.
Tina:como você sabia que eu morava aqui.
Voz no telefone:Não é da sua conta.
Tina:então do que é da minha conta.
Voz no telefone:Você não merese ter conta.
Tina:o que eu fiz de tão cruel?
Voz no telefone:Você matou alguêm.
Tina:Más eu já disse que foi em alto-defesa.
Voz no telefone:eu sei.
Tina:Más se defender não é tão cruel assim.
Voz no telefone:Mais matar alguêm é.
Tina:Mais você está tentando me matar.
voz no telefone:Na verdade eu quero te tortura um pouco.
o celular toca.
Tina:Eu tenho que atender.
Voz no telefone:a pessoa pode esperar mais eu não.
Tina:(ouvindo o telefone)eu posso atender o telefone já que você não gosta de matar pessoas eu n vejo problema em pegar o celular já que não vai acontecer nada comigo.
Voz no telefone:Se você quebra as regras você morre.
Tina:Mais você não gostar que matem e você gosta de matar.
Voz no telefone:a situação no caso é diferente por que se você quebra as regras vai ser sua cupa a sua morte e não minha por isso eu não teria nenhum peso na minha cabeça se eu matar você.
Tina:o que você realmente qué?
Voz no telefone:o que você que dizer com isso.
Tina:eu aposto que você é um tarado que me quer ver pelada.
Voz no telefone:eu quero ver mais não sou nenhum tarado por que eu vejo uma mulher pelada todo dia.
Tina:Mais esse show é de graça.
Voz no telefone:Eu não presciso pagar, eu tenho uma namorada.
Tina:Tomara que eu não conheça ela por que eu vou contar tudo o que aconteceu.
Voz no telefone:e quem disse que ela não sabe.
Tina:e ela aprovor isso.
Voz no telefone:é por causa dela que você estar nessa situação.
Tina:ela era namorada dá pessoa que eu matei.
Voz no telefone:Não.
Tina:então por que ela quer me matar.
Voz no telefone:por causa de alguêm que você matou.
Tina:Quem?
Voz no telefone:A sua mãe, por causa da morte dela você estar air.
Voz no telefone:se você vai morrer vai depender apenas de uma pessoa você.
Tina:Você que qui eu fique aqui até que horas.
Voz no telefone:não sou eu que descido as horas que isso vai acabar.
Tina:Sou eu.
Voz no telefone:sim.
Tina:então nessa situação eu queria morrer logo.
Voz no telefone:esse é o espirito que eu estou querendo você descidindo se quer morre ou não e alem de min prescionando querendo que você morra.
Tian:Eu não vou morrer por causa de alguêm que estar querendo se vingar por causa de um estrupador.
Voz no telefone:pecebi que a sua voz me parece muito irritada, pegue o corpo de agua que estar em sima da mesa e relaxe.
Tina:Você colocou essa água de próposito.
Voz no telefone:Na verdade eu não queria que esse corpo estiver-se air para você beber mais não sou eu quem descide isso.
Tina:então que descide?
voz no telefone:o destino.
Tina:destino!
Voz no telefone:foi por causa do destino que você estar nessa situção.
Tina:que se foda o destino.
Voz no telefone:opa chegou a minha namorada.
Tina:e ela acha isso normal.
Voz no telefone:foi ela quem planejou tudo isso.
Tina:Mais quem é ela.
voz da patricia no telefone: oi
Tina: por que você estar fazendo isso comigo(chorando e batendo o pé no shão)
Pátricia: por causa de alguêm que vc matou.
Tina: de quem você estar falando.
Pátricia: da nossa mãe.
Tina: o que?
Pátricia: eu vi você matando a nossa mãe.
Tina: quando.
Pátricia: não se façar de boba eu vir você com a faca ensanguentada e tambem vir a nossa mãe morta no shão.
Tina: mais eu fiz isso para o nosso bem.
Pátricia: eu não sei como a policia não soube que era você.
Tina: mais eu fiz isso por nos.
Pátricia: eu sei para agente ganhar dinheiro com a morte dela, mas o que é mais importante é a vida, eu encontrei o irmão daquele que você matou, ele ganhava bem por que a pensão do irmão veio toda para ele, mas ele queria o irmão dele de voltar, o mais importante é a vida não o dinheiro.
Tina: tente entender.
Pátricia: entender o que?
Tina: eu fiz isso por nos.
Pátricia: você fez isso por você.
Tina: Não eu juro por nossa mãe que eu fiz isso pela gente.
Pátricia: você fez isso por você mesma e como pode jurar por ela.
Tina: eu sinto muito.
Pátricia: sinta isso.
uma bala atingiu a cabeça de tina ela morre na hora caiu no shão.
fim.

terça-feira, novembro 28, 2006

o jogo do "estado".

ola,... eu quero jogar um jogo, vc tem viajado muito, pois vc tirou a vida de uma pessoas cortando as mão e a caberça, bem é exatamente o que vai acontecer com vc hoje se vc n responder, como vc estar vendo tem uns fios cortantes segurando vc pelo pulço das suas mãos, e uma no seu pescorço, e n tem nada te aponhando em baixo, vc vai sangrar e muito se vc n me disser a respostas certa, por isso seja esperto viva ou morra façar a sua escolha.

detalhe: Na sla vc ver uma terra com uns raios de sol sobre ela, vc ver bem no fundo um desenho de uma jangada, com umas pessoas pescando, e vc ver o mapa do brasil bem em baixo de vc, e estar escrito, o que vc ver representar, o estado que vc estar, que é a resposta do jogo.(n é exatamente o estado que vc estar mais onde o personagem estar.

regras: se vc erra uma vez, uma mão cortada pelo fio, se você erra outra vez outra mão é cortada se vc erra pela terceira vez morre, e se vc morre n vale mais vc postar alguma coisa.

o tempo estar passando o seu sangue estar sendo derramado no são se vc ficar muito tempo sem responder, provavelmente vc irar morrer, por grande perca de sangue, e se vc, os fios estão ligados a um mecânismo, que faz com que eu corte as suas partes do corpo, é muito impossivel vc tentar corta com os dentes.

sábado, setembro 02, 2006

jogos mortais 4

Um homem acorda em uma sala, esse homem era careca e estava pelado, ele acordou ficou olhando em voltar e falou:
- O que estar acontecendo?
Ele ver na frente uma televisão, e nela estava mostrando a imagem do boneco, cabelos pretos e a ispiral vermelha, derrepente ele farla:
- Ola Vitor, eu quero jogar um jogo, como você foi uma pessoa que fazia joguinhos, e machucava as pessoas, aqui nessa sala a cola com acido, você só vai ver 5 minutos para sair, se não a porta vai se fechar para sempre, viva ou morra façar a sua escolhar.
O homem estava pregado na parede, e estava tentando se soltar mas quanto mais enclinava a corpo para frente mais a cola arrancava um pedaço da sua pele, conseguiu se desgrudar, quando foi andando, mas quando ele andava o chao que tambem esse tipo de cola açida ficava pegando um pouco do pé dele, e ficava machucando muito, ele falou:
- Droga, ALGUÊM ME AJUDAR.
Sabendo que tinha que sair de lar o mais rapido possivel, tentava ignora a dor mas não conseguia, quando chegou no meio dda salar, ele caiu pregando o corpo todo, estava sendo queimado por causa da cola, tentando se levantar mas estava perdendo muito sangue, quando estava chegando perto a porta se fechou e o Vitor ficou gritando:
- Nãaaaaaaaaaaaoooooooooooooooooo.
Estava sendo queimado pela cola e caiu no chão por que perdeu muito sangue, e ele morreu.
Duas horas depois, a policia conseguiu achar-lo, os para-medicos pegaram o corpo e levaram para o hospital o detetive San estava lar, olhando tudo vendo os peritos queimarem a cola e ele falou:
- Será que foi obra de jigsaw?
Tinha uma mulher investigando, era loira e com, ela ver tudo e diz:
- Eu acho que foi obra de jigsaw.
Dan ficar olhando em voltar, todos voltaram para a delegacia, e ele ficar pensando e diz:
- Como pergar ele?
Estudando o video, a mulher entregar o relatorio e diz:
- São mais seis pessoas desaparecidas.
Dan ficar pensando:
- Se foi o jigsaw que pegou todos eles devemso investigar, por que eles podem ter pouco tempo de vida, bastar saber onde acharlos.
Num quarto que tinha só umas seis pessoas, todos acordam meio atordoados todos ficaram se estranhado, tinha um nego careca com roupa de rap, um loiro com cabelos curtos e com roupas, e jaquetas, um meio jarpa, com camisa social, uma mulher morena, um outro com cabelo quase longo moreno, um outro cara e um outro velho caom cabelos brancos, a mulher olhar para todos e falar:
- Eu sou Kate.
o Nego:
- J.T.
O loiro:
- Jake.
o Jarpa:
- Xino.
o moreno:
- Carlos.
o velho:
- Molder.
eles ficam olhando em voltar e encontram uma fita o Carlos vai pega a fita e aperta o play:
- Ola, Kate, J.t, Jake, Xino, Carlos e Molder, eu quero jogar um jogo, existem seis chaves e cada chaves dam para uma porta, vocês tem duas horas para sair, vocês tem uma coisa em comun o "x" maca o lugar, e lembre-se trabalhem juntos para sobreviver, vivam ou morram façam sobre a sua escolhar.
Todos ficaram sem entender o que ouviram da fita, OMolder ficar olhando em voltar e diz:
- Mais eu nunca vir nnhum de vocês como podemos ter algo em comun.
Carlos ficar pensando e diz:
- Talvez todos nós trabalhamos no mesmo local? talvez seja isso?
J.T ficou olhando a porta e abriu olhou para todos e disse:
- Olhar não temos muito tempo para ficar aqui, a pessoa na fita falou que temos duas horas vamos ficar falando sobre isso.
O Cara sair do quarto e todos vão para o corredor, o Jake ficou olhando em voltar e disse:
- Olhar, eu só tô querendo saber quem foi que nos sequestrou?
Mostrar a imagem da Amandar olhando para um tela e falou:
- Sim, fui eu que sequestrei vocês, mais vocês iram descobrir tudo no final.
No escritorio do San, ele ficar olhando todos os locais das pessoas que foram, participantes dos jogos, que não tinham sobrevivido, ele falou:
- Droga, tenho que saber onde eles estão, pelo que eu sei desse maldito ele matar as pessoas em pouco tempo.
Todos eles estavam no corredor eles foram tentar abrir a porta ao lado, tentando abrir as portas, e uma abriu. No quarto aberto tinha vários fios, e no final do quarto estava a chave, Carlos ver isso e falar:
- Quem é que vai?
Xino ficar estudando o quarto e diz:
- Eu vou.
Ele entrar ver se os fios são perigoso e escosta nele e viu que é cortante machucando um pouco a ponta do dedo, ficou se dobrando se abaixando, não encostando nos fios, conseguiu pegar a chvave, depois foi voltar, ele estava de ponta de pé perdeu o equilibriu e jogou a chave, e ele caiu nos fios cortando a perna e depois e resto do corpo e J.T ver isso e falar:
- Ou merda.
Carlos ver a cahve e pegar, e foi abrindo a porta, Jake Olhar isso e falar:
- Você achar que todos os caminhos para pegar a chave vai ser perigoso assim?
Carlos ficar vendo isso e diz:
- Os jogos podem ser perigosos é só não vacilar para não morrer.
J.T com muito medo e falar:
- Olhar eu não vou entrar em nenhum desses quartos.
Carlos abriu a porta, da frente que leva para o próximo corredor, ficaram vendo qual quarto desse corredor era o quarto, e abriu uma. O quaro não tinha nada dó uma corrente com gancho em baixo, e com ispinhos de ferro pontudo, levando até em cima, Molder olhar e disse:
- Bem, vamos entrar.
Viram que lar em cima tinha a chave, Jake olhar para todo mundo e diz:
- Quem vai?
Molder ficar lhando isso e falar:
- Eu vou.
Ele foi subir a corrente mesmo os espinhos entrando na mão dele ainda continuou subindo, foi até em cima e pegou a chave e jogou lar em baixo, mais a mão ficou escorregadia, e ele caiu batendo na corrente, quando foi para o chão o gancho entrou no pescorço dele, ficou sangrando até morrer.Carlos vai e pegar a chave, Jake ficar olhando para tudo e ficar dizendo:
- Droga, maldito, estar me ouvindo você é um maldito.
Mostrar a amanda olhando para tela e deu uma risada:
- Ele me faz rir.
Foram abrir a outra porta para o outro corredor, Jake com muito medo falou:
- Droga, queria um tempo parar pensar em tudo.
J.T dar um murro nele, foi na cara e disse:
- Se você não reparou imbercil não temos tempo.
Abriram uma outra porta e nela tinha um corredor com espinhos de ferro por cause toda parte e o Carlos falou:
- Quem vai nessa?
Kate ver isso e falar:
- Eu vou.
Ela foi notou que o chão tava escorregadio ela foi passando com calma e conseguiu pegar a chave escorregou um pouco, e uma estacar feriu um pouco o braço dela, mas foi só isso e saiu da sala viva, Jake ficou muito feliz abraçou ela e disse:
- Finalmente uma sobrevivente.
Abriram a porta Carlos viu que o braço dela estava machucado e falou:
- Você estar bem?
Ela respondeu:
-sim, muito obrigada por se preocupar comigo.
Ele riu um pouco e disse:
- Bem, o Homem da fita disse que teremos que ajir juntos, eu desconfio que ele não esteja falando só dos jogos.
Ficaram abrindos as portas e uma abriu e viram, Um quarto com só uma chave no fundo, viram que não tinha nada só alguns buracos no teto e no chao, J.T ver isso e falar:
- Eu vou.
Ele foi tranquilo pefgou a chave mais na voltar os buracos começam a jogar fogo e acerta ele, J.T jogar a chave e só ficava lançando fogo nele, ficava morrendo de dor correndo, eles foram tentar ajudar com as camisas para apaar o fogo, mais era tarde demias ele morreu, Jake viu isso e ainda mais com medo e diz:
- Tomara que a minha morte seja a mais tranquila, por que pelo visto para jogar só faltam você e eu, a não ser que a Kate quera jogar de novo.
Pegaram a chave, andaram e foram para a porta, abriu ela foram para o outro corredor, foram tentar abrir as portas e uma delas abriu, e viram um quarto cheio de cobras reis e no final do quarto estava a chave, Carlos ficou olhando para o Jake e disse:
- Bem, eu acho que eu vou.
Jake ficou olhando e disse:
- Engraçado eu mecho com cobras, eu acho que ele estar fazendo jogos de acordo com habilidade da pessoa, por exemplo a japa é muito agilidoso, e aposto que é a mesma coisa para o resto, então eu acho que esse é a meu jogo.
Ele entro no quarto ficou andando com cuidado e pegou a chave quando foi voltar, Ficou um pouco nevoso e muitas cobras foram e picaram ele, ficou com varios mordidas, já que elas são vernenosas, ele estava prestes a morrer. Ficou caido no chão e disse:
- Tome a chave, e vão me deixem aqui eu estou condenado.
Carlos não se importou e foi carregando ele no ombro, e foram para o próximo corredor, Mais nesse corredor eles viram um quadro com o "x", ele estranhou e disse:
-Pelo que eu me lembro, a pessoa da fita, falou que o "x" macar o lugar macar a nossa ligação.
Ele pegou o quadro e virou ele e tinha uma foto de uma mulher, ele se supriendeu e jake tambem se supriendeu e disse:
- Eu já vir essa garota.
Carlos falar:
- Eu tambem eu me lembro eu vir ela foi assasinada.
Jake tambem se lembrar e disse:
- Eu vir ela nessa mesma situação, que você eu acho que todo mundo aqui tambem viu, vai ver essa é a noça ligação
Carlos entregou Jake para a Kate, tentou abrir as porta e uma abriu e falou:
- Bem é a minha vez.
Nesse quarto vinham as espadas, que vinham até o chão e voltavam, Carlos foi e ficou vendo as espadas ficou calculando o tempo, ficou esquivando e conseguiu chegar até a chave, e conseguiu sair do quarto e falou:
- Bem eu tambem sair do quarto vivo.
No outro corredor não tinha mais portas, ele ficou carregando o Jake, ele viu um taco de baseiball, ela pegou e foram andando derrepente ele sente uma pancada e cair no chão e ver que foi a akate que atacou, e ela falou:
- Ela era a minha irmã, e vocês viram ela sendo morta e não fizeram nada, não ligaram para a policia nada, uma pessoa me falou sobre uns jogo, o nome dela é Amandar foi ela que pegou todos nós e trouxe para cá, eu não sei como ela conseguiu acahrlos mais conseguiu, vocês não foram corajosos mais quando se tratava da sua vida vocês se arriscavam, vocês merecem a morte.
Ela ameaçou atacar ele e Carlos falou:
-Não, por favor, nãaaaaaaoo.
Ela ficou batendo nele com o bastão e foi saindo e falou:
- O jogo acabou.
O detetive ficou investigando pelas outras vitimas e ficou estudando o local e falou:
- Eu sei onde eles estão.
Ela foi saindo dando uma risada , mais quando foi chegar na saida ela pisar em um mecânismo, que faz com que prendar uma corrente nela, Kate ficar tentando se soltar e diz:
-Amandar me ajudar, Amandar por favor.
O Carlos carregando o Jake todos bastante feridos, Carlos olhara para a Kate e diz;
- Adeus.
Saiu, a porta estava aberta, ela ficando cada vez mais com raiva e ficar gritando Amandar me ajudar. O detetive bate na porta, A amandar ouvir e saiu correndo, ele abir a porta, e tentou correr atrás dela mais tinha que atender o celular, e falar:
- Alô, o que foi? no hospital.
Mostrando a tela e não eram eles eram outros seis e tinha o jornal do dia e mostrando a data, 23 de abril de 2005. Onde a kate estava caiu um jornal do dia e estava marcando a data, 23 de abril de 2006, Kate olhou mais para trás e viu a Armandar a correntada e sangrando, ela se assutar e diz:
- O que estar acontecendo?
O Vitor o do começo aparece na porta e falar:
- Ola kate, Fui eu quem matou a sua irmã mais foi por ordió, por que ela me acusou de uns joginhos sexuais e eu exagerei e a sua irmã disse que foi aserdio, nisso a Amandar me encoutro e me colocou em um jogo, pensaram que eu avia morrido, mais depois de muita transfuções de sangue conseguir sobreviver,~nisso eu fiquei com muita raiva e matei ela depois fui atrás da Amandar mais não conseguia encontrar, e vir vocês duas conversando, eu percebir a ligação entre vocês, depois eu me disfarçei de padre por brincadeira, e todos os idiotas se conferçaram e disseram tudo que viram a sua irmã sendo morta, depois eu encontrei depois eu encontrei a amandar. quando entrei ela me deu vontade de me vingar, mais depois ela me falou sobre esses jogos fiquei curiso quanto a isso, depois fui fazendo alguns jogos, depois peguei todos vocês, mais eu tava me concentrando em você, por que eu sabia qual seria a sua reação, por isso eu falei para vocês "trabaharem em equipe" não importando o passado se você tiver-se perdoado eles você estaria soltar, por que alguma vezes é preciso perdoar as pessoas, por que isso pode ser importante no futuro, eu queria peduar a Amandar mais foi impossivel, eu coloquei ela nesse jogo para me vingar. E o tempo acabou.
Ela viu que ele estava fechando a porta e ficou gritando:
- Nãaaaaaaaaaaaaoooooooooooooooooo, não por favor não.
chorando, e ele fechando a porta e diz:
- O Jogo acabou.

Butcher contra o lorde das profundezas

Na cidade dos herois era só mais um dia normal, até quando anoiteceu no bar do butcher, o próprio butcher limpando os copos e ouviu uns barulhos de gritaria e ele falou:
- Mais que porra é essa?
Saiu do bar e via uns guerreiros de armaduras negras destruindo a cidade, ele com o machado e foi para perto deles e falou:
- Saiam daqui, se não vou matar todos vocês.
Eles simplesmente ignoraram o que ele falou, então ele foi para cima deles, cortando os corpos deles, jogando muitos a distancia, nisso muito deles sentiram a noção do perigo, afastando-se dele mais o butcher percebeu quem muitos deles que estavam cortados estavam se regenerando, e um dos soldados falou para o outro:
- Talvez se agente transforma ele, possar virar um aliado forte para nós.
Todos demonstram os dentes de vampiros o Butcher olhou para eles e disse:
- Vampiros.
Continuou atacando eles, mais os prncipais ataques era para tentar cortar a cabeça, todos os vampiros estavam indo para cima dele, ficavam tentando morde-lo atacar-lo com a espada mais o Butcher era forte demais não deixava nenhum vampiro chegar perto dele, e um dos vampiros falou:
- Recuar.
Os vampiros estavam querendo sair, mais o Butcher simplesmente disse:
- Vocês começaram agora vão ficar até o fim.
Indo para cima deles não tendo piedade de nenhum deles, os vampiros que estavam longe o Butcher alcançava e matava e voltou para a cidade todos viram o que ele fez, todos gritaram de alegria:
- Butcher.
Butcher foi até a cidade vendo as cinzas deles, por que quando os vampiros morrem viram cinzas, Butcher vendo tudo isso falar:
- Não acho que eles vão voltar aqui tão cedo, mais naquilo era um exercito mais quem estar organizando, Sejá lar quem for eu vou marta-lo.
Butcher viu que alguns estavam escapando ficou invisivel e foi atrás deles, seguindo eles sem fazer, nenhum barulho quando finalmente chegaram na torre negra, o Butcher viu eles entrarem e falou:
- Seja lar que estiver air vai morrer.
Um vampira aparece do nada e diz:
- Como você vai fazer isso? se nós ja estamos mortos.
Butcher pensou que era melhor ficar calado e tentou dar uma machadada nela mais ele se esquivou e o Butcher falou:
- Como você conseguiu ver meu golpe?
O Vampiro responde:
- Por que os vampiros só vem o calor do corpo e o sangue, ninguêm pode ficar invisivel, por isso que os vampiros são maioria.
Butcher ficando com raiva e diz:
- Até o sol nascer vocês todos iram morrer.
O Vampiro faz uns jestos com a mão e o Butcher ficar imovel e jogar o Butcher a distância, quando ele caiu no chão falou:
- Ele é muito forte.
O Vampiro aparece bem em frente a ele e diz:
-É assim que você pretende nos matar.
O Butcher ficou tentando atacar ele mais quando pensou que realmente iria conseguir , mais ele desaparece como nevoa, e aparece em outro local, O Butcher ficar cada vez mais com raiva e diz:
- Como eu posso marta-lo.
O Vampiro olhar para ele e diz:
- Lógico que nenhum vampiro aqui tem essas mesmas habilidades, o que acontece que eu sou o mais velho.
O Butcher fiacr pensando e diz:
- E quem é realmente é o mestre.
O vampiro falar:
- O senhor das profundezas.
Butcher dar uma risada e diz:
- Pelo menos eu sei quem é meu inimigo.
o Vampiro ficar olhando para ele e diz:
- Como Você pretende vencer o Nosso senhor se você nem pasar de min.
Butcher ficar com raiva e diz:
- Se eu consiguir acerta você, Você vai estar morto.
Ficando cada vez mais com raiva e o butcher falou:
- Freanezir.
O poder aumentando cada vez mais e mais, O vampiro se supriendeu, depois ele desaparece e ele diz:
- Mais onde ele estar.
Buthcer aparce atrás dele e deu um golpe com o machado cortando a cabeça do vampiro, não cortou só a cabeça mais cortou todo o corpo dele, o vampiro começou a virar pó, ele saiu da freanezir, Ficou olhando para a torre e entrou nela tinha uns vapiros no caminho, mais acabou com eles com muita facilidade, Butcher ficou pensando e disse:
- Eu acho que o fracote do Angelus ajudaria um pouco.
Começou a entrar e pensou melhor e disse:
- O Talvez ele morreria de primeira.
Quando entrou viu muitos Zumbis dentro, ele vendo tudo falou:
- Legal mais mortes e violência.
Foi logo partindo para cima deles, cortando as partes do corpos deles, foi abrindo o seu caminho quando martou todos e diz:
- Tomara que os próximo, não sejam tão fracos.
Ele estava andando na torre, e ficaram aparecendo várias mão tentando segurar o Butcher mais, não se importava ficava cortando as mãos, as vezes pegava a mão e ficava puxando para cima, tirando um zumbir e ficava batendo no chão e nos lados, e falou:
- Droga de zumbis.
Ficou andado mais na frente ficou olhando para um zumbir grandão e disse:
- Esse pode ser um desafio.
O Buctehr notou que ele tinha uma maça de ferro, foi atrás do Butcher, ficou tentando bater mais ele ficava se esquivando, mais um golpe conseguiu acerta, jogando-o para longe, quebrando a parede, se levantou e falou:
- Esse vai ser forte.
Foi Atrás dele, atacou com o machado mais não fez mmuito impacto, A criatura mbateu nele com a maça ficou no chão e a aindo chutou, a criatura ficou nos berros:
- aaaaaaaaarrrrrrrrrrrrrrrrr.
Butcher ficou cada vez mais com raiva, foi bater no cara com furia machucou ele um pouco, Mas a criatura bateu nele umas três vezes com a mça, A raiva aumentando cada vez mais e mais, e falou:
- morrraaaaaaaaaaa.
Ficou atacando ele com o mchado mais ó dava o mesmo resultado, ficou fazendo isso variás e variás vezes, sem parar até um tempo que ele estava cançado e falou:
- Isso era o que eu tava querendo.
Butcher ficando cada vez mais com raiva e aumentado a sua força ficou invisivel, e deus varios golpes na criatura, ela tentava acerta nele mais só errava, depois segurou o braço dele e colocando muita força foi girando ele e jogou para longe, Butcher diz:
- Vem, me matar.
Foi voando em direção a ele, ficou dando varios golpes de machado, a criatura tentava acerta nele, mas nnão conseguia de jeito nenhum, mais quando conseguiu acerta foi com muita força e bateu na parede, ele se leavnatar e diz:
- Merda.
Foi de novo em direção a ele, fazendo a mesma coisa várias e várias vezes, até quando conseguiu cortar tudo mão braço perna, A criatura não poderi mais lutar, e ele ficou visivel de novo, foi continuando o caminho. Tinha um dêmonio com pele acinzentada com chifres e olhos vermelhos, com uma carap preta e olhou para o Butcher e diz:
- Quem você pensar para entrar na torre do senhor das profundezas?
Butcher olhar para ele e diz:
- A pessoa que vai matar você se você não sair do caminho.
O demonio dar uma risada e falar:
- Eu sou Vront, um dos guardas mais poderosos do meu senhor, mais eu tenho que dizer se você estar querendo falar com o nosso mestre por enquanto ele não estar aqui, estar tentando reunir o seu exercito de vampiros para dominar o mundo.
Butcher ficou com raiva e falou:
- Então eu vou sair, para matar todos vocês mais já que a sua morte vai acontecer mesmo vou lutar com você logo.
Butcher já estava pronto para atcar o Vront, Então ele faz uns jestos com a mão, e falando:
- chimifar ser dás.
Então todos o lugar começar a pegar fogo e ficar muito quente e o demônio falou:
- Eu decidir esquentar as coisas por aqui.
Butcher dar uma risada e disse:
- Isso que você estar fazendo é uma magia e eu tenho uma resistência e ela, e eu tenho certeza que vou acabar com você antes que caia uma gota de suor.
Foi para cima dele, o ele ficar só esquivando, como se vir-se todos os golpes dele, Butcher ficando cada vez mais com raiva e desta vez ele consegue acerta um chifre dele, A criatura olhar e diz:
- Como ele pode ter feito isso.
O Butcher ficando cada vez mais forte, foi para cima dele de novo, mais desta vez ele faz uma espada de fogo, e ficar imperdindo o ataque dele com o machado, Ele ficando com mais raiva falou:
- Que droga, esse porra é muito forte.
Ele desaparece o Vront ficar olhando de uma direção para outra para saber onde ele estar, mais quano menos esperar o Butcher aparece atrás dele e dando o golpe com o machado, Machucando o Vront muito e falou:
- Desgraçado como você fez isso?
Butcher foi tentar atcar ele, mais defende com a espada de fogo, mais o machucado dele, atrapalhar para ficar segurando o Butcher e consegue atacar cortando-o ao meio, e falar:
- Esse já foi só faltar esse senhozinho de merda.
Butcher saiu da torre e foi voando procurando os soldados do Do senhor das profundezas, estava demorando muito então ele viu uma cidade sendo atacada pelos vampiros, ele olhar para baixo e diz:
- Encontrei.
Foi ate eles chegando no chão foi logo martando os vampiros, um dos vampiros era em capuzado, e fez uma magia soltou uma flecha acida, ele saiu do caminho, foi atrás dele , cortou a cabeça dele, outro tentou atacar com o machado, mais ele conseguiu defender, ficaram batalhando, o Vampiro falou:
- Você seria um otimo vampiro.
Butcher ainda lutando, ficando com raiva, o vampiro tambem já estava ficando com raiva e ficavam ingualando as forças, Um Vampiro, conseguiu enfiar um lançar nas costas do butcher, mais ele tirar ela e vai até que a enfiou e enfiar no coração do vampiro, ele virar pó:isso serviu como se forçe uma estacar de madeira, Butcher ficar sentindo a dor e diz:
- Quem vampiro de merda.
ficou ainda lutando com o vampiro mais ficava sentindo dor, e a batalha ficava cada vez mais dificil, nesse momento butcher não queria nem saber, em um dos golpes do vampiro ele segurou o machado pelo cabo, cortou as pernas do vampiro, depois foi a cabeça.
Depois de acabra com o vampiro, butcher foi atrás logo de outros vampiros matando todos eles que passavam pelo caminho dele, a cidade estava sendo atacada cada vez mais e mais, notando que o numero de vampiros só ficar aumentando Butcher ficar deseperado e ficar tentando matar eles o mais rapido, possivel mas ele sentia uma dificuldade, por estava ferido ele ficar sentindo a dor e falar:
- Droga , assim não vou conseguir matar todos eles.
Tentando ignorar a dor, foi cotinuando a lutar, alguns vampiros que tinham umas maças conseguiram preder a mão e as pernas de butcher. Um dos vampiros ficar mostrando os dentes, para demonstrar o que ia fazer em seguida, ele falar:
- Você estar sendo um grande trabalho para nós, por isso vamos transforma-lo em vampiro, assim você nos ajudará.
Butcher não ouviu o que o vampiro falou, tentava usar toda a sua força, para tentar sair das correntes, quando o vampiro chegou perto, Butcher coloca a mão na boca do vampiro e falar:
- Como você vai me transforma sem dentes.
Arrancou os dentes de vampiro, ele ficou germendo de dor e falou:
- Sua criatura miseravel.
Butcher conseguio com a mão esquerda, pegar a corrente da mão direita, e ficou forçando a corrente, lógica que a mão direita ajudava um pouco e conseguio quebrar a corrente. Se levantou ficou segurando o machado e com ele cortou as correntes que ficava segurando ele, foi para cima deles, martando todos eles, Um dos vampiros olhar para cima e falar:
- O sol, vamos air daqui.
Todos os vampiros correm, butcher ferido e cançado, ficou sentado no chão um clérigo da cidade, olhar para ele e viu que estava ferido e vai até ele e falar:
- Eu vir o que você fez pela cidade, muito obrigado.
Fez a magia de curar completar no Butcher, O butcher falar:
- Eu não fiz porra nenhuma, muito viraram vampiros, o desgraçado, estar planejando o exercito perfeito porque sabe que, esse exercito pode ser mutiplicado, se eu tentar salvar as cidades que ele atacar vai ficar sendo em vão tenho que marta-lo o mais rapido possivel.
Descançando um pouco da batalha, percebendo que n tem mais magia ele pretende descançar na cidade, ele dorme de graça em uma das casas, bem foi de graça por que ninguêm queria discurção com o butcher, durmiu, descançou e recuperou todas as energias e as magias, ssaiu da casa, a dona da casa foi até ele e diz:
- Não vai dizer obrigado.
Butcher ficar resumungando e diz:
- Obrigado que nada.
Saiu voando atrás do lord das profundezas, ficava procurando algo de arnomal na floresta, e pensou em voltar para a torre e disse:
- Será que ele estar na torre.
Foi voando até lar quando chegar, ver todo o exercito de vampiros nlar embaixo e diz:
- Seria muito trabalho eu acabar com todos eles.
Ficou invisivel e passou despercebido, quando entrou na torre, foi voando até lar em cima, e encontrou um hezrou. Esta criatura parece uma enorme rã, com braços no lugar das patas dianteras. Sua boca larga tem diversas fileiras de dentes rombudos e poderosos, e espinhos compridos se enfileiram ao longo de suas costas. Butcher olhar com raiva e falar:
- E essa agora.
Butcher ainda estava invisivel, foi atacar a criatura, mas a criatura sente o cheiro e tentar atacar o butcher, acerta ele jogando-o na parede, Butcher tenatar se levantar ficando cada vez mais com raiva falou:
- Será que ele sabe que eu estou aqui.
Foi tentar atacar de novo e foi o mesmo resultado, butcher ficando cada vez mais com raiav falar:
- Droga, essa criatura pode me ver.
A criatura se move em direção ao butcher, a criatura atacar mais ele consegue esquivar, ficar atacando e muito, mais po Butcher conseguio dar um golpe de machado no braço da criatura que machucar ela, Butcer falar:
- você vai morrer agora.
Butcher ficando cada vez mais com raiva, tentando escapar dos golpes da criatura, esquivando a criatura sabendo que ele estar aqui, butcher conseguio acerta o nariz, da criatura ela ficou mais maluca ficou tentando atacar por todo canto, Butcher olhando para ele e falar:
- Agora vc não consegue me ver.
Ficou atcando a criatura ela não acertando nenhum golpe, mais butcher ficava acertando os golpes, e matou a criatura, ele ficar olhando e diz:
- Esse foi um pouco dificil.
Foi andando continuando o caminho, quando finalmente chegou no lugar que tinha a O lord das profundezas.Envolto em chamas e com altura de dois humanos, este monstro imponente estende suas asas de mocego e estala sua caudacomo um chicote. Grandes escamas revestem o seu corpo como uma armadura. Ele sorri, revelando presas enormes que gotejam um veneno corrosivo.
E ao lado dele estar a cria vampirica.essa criatura de aspectos ferinos literalmente exalar o mal. Sua indumentária de origem nobre está totalmente gasta e destruida. Sua boca vermelha e escura ostentaum par de caninos ferozes.
Butcher olhar para os dois e falar:
- Finalmente encontrei vocês.
A cria vampirica sente uma prenseça e falar:
- Aparesar eu sei que tem algugêm aqui.
O Lord olhar para a cria e falar:
- O nossos soldados falharam mais uma vez em outro ataque a cidade não foi totalmente destruida, dizem que uma pessoa ficou reduzindo os nossos soldados, sem falar nos malditos clérigos fazendo a luz solar acabando com os nossos vampiros, e agora existem poucos, agora toda cidade vai ter um clérigo, Malditos isso é o que dá quando você achar que os vampiros faziam um belo exercito.
A cria ouvir o que ele diz e falar:
- Mas senhor existe alguêm aqui e pode nos atacar vamos nos preocupar com isso depois.
Lord fechar os olhos de irritado e falar:
- Agora ter soldados vampiros, é inútil e ter servos vampiros agora é inutil.
A cria olhar assuatada para o Lord e diz:
- O que você que dizer com isso?
Faz crescer fogo na mão dele e soltar uma rajada de fogo na cria vampirica, Butcher falou bem baixinho:
- Otimo agora ninguêm vai conseguir me ver.
O Lord ficar olhando a cria vampira ficar em chamas, até virar pó, ele ficar olhando para a direção do butcher e falar:
- Eu, sei onde você estar eu consigo ver o calor dos corpos das pessoas, então se Voçê pensava me atacar de supresa pense de novo.
Butcher ver que ele ta olhando na direção dele, e falar bem baixinho:
- Será que ele ta conseguindo me ver mesmo.
O Lord soltar uma bola de fogo na direção do Butcher, e esquivar mas mesmo não atingindo ele, sente uma queimadura do ombro, O Lord falar:
- Você vai sair daqui ou vou ter que te matar agora.
Butcher ficando com raiva falar:
- Eu vou te matar agora.
a criatura só ficava olhano o Butcher, ainda estava sentado no trono e falou:
- Seu objetivo eu acho que deve ser me matar.
Butcher desaparece, e aparce atrás dele, O lord faz logo um circulo de fogo ao seu redor, butcher mal conseguia chegar perto, A criatura olhar para ele e diz:
- Um teletransporte, essa magia é muito util para os outros mais se você for me atacar, isso acaba sendo uma persima ideia.
Butcher diz:
-Freanezir.
Ele ficar mais forte, O lord olhar para ele e diz:
- Essa magia sempre é uma boa opção para um barbaro como você.
Butcher foi atacar mais não se importando com o calor, esquivando vendo os golpes, e falar:
- Isso é muito bom, mais para um monstro de alto nivel como eu, isso não é nada.
Em um dos movimentos do Lord, conseguir acerta um murro nele, quando acertou com a força do impacto, ele bateu na parede, ele falar:
- Se você pensar que é assim que vai me derrotar você estar muito enganado.
Butcher se levantar e tentar acertar ele mais a criatura só ficar esquivando, mais em um dos movimentos, acerta o ombro do Lord, colocando mais força e arrancou o braço, o Lord sentiu muita dor, e fez uma rajada de fogo, empurrando o Butcher, ficar olhando para o braço e diz:
- Eu estou sendo muito paciente, não posso deixar que ele me ataque de novo.
Com o outro braço faz uma grande rajada de fogo, quebrando a parede, pegando toda a salar, ele rindo e diz:
- Agora você não tem escapatoria, você morreu nem na freanezir consegue sobreviver, por que iria te desentegrar todo.
Butcher aparece atrás dele, e num golpe rapido corta a cabeça dela, depois aproveitou o buraco na parede, e saiu voando, depois ele avisou para os clérigos onde os vampiros estavam e agora Butcher voltou a cuidar do seu bar.

terça-feira, agosto 29, 2006

Hotel 1

Um homem acorda numa cama, esse homem tem uma barba mais não toda feita com jinz e camiseta branca, acordou e viu uma televisão, e viu o controle no lado e ligou a tv e ficou mudando de canal e depois desligou e ele olhando de um lado para o outro e falou:
- O que aconteceu? como eu cheguei nesse lugar que mais parece um quarto de um hotel de luxo, estranho eu não me lembro de vim aqui.
se levantou da cama e ficou observando o quarto ficou estranhando tudo, a mesa e tinha até um frigobar, ao lado da cama e ficou vendo o quarto e falou:
- Que estranho, aqui não tem janela mais que tipo de hotel é esse.
Ficou sentando na cama pensando e ficou pensando sem parar ficou olhando o frigobar e se levantou da cama e falou:
- Pelo visto, será o que tem dentro desse frigobar eu tenho que pagar, pelo visto desse hotel eu acho que vai ser caro.
Se deitou na cama e viu como estava o frigobar, viu que estava cheio ficou estranhando e falou:
- Como eu cheguei aqui? pelo visto eu não tô aqui nem faz muito tempo por que isso daqui estar muito cheio, normalmente quando eu fico nesses lugares quase não tem nada.
Fechou a porta do frigobar e ficou olhando no teto ficou pensando sem parar e falou:
- Nesse hotel deve ter um bar, eu acho que me hospedei aqui ontem, eu bebir muito tanto que eu me esquesir como eu vim parar aqui.
Ficou olhando para o teto e pegou o controle e ficou mudando o canal da televisão, e cheirou o suvaco e falou:
- Bem se eu ganhei algum prêmio tenho que aproveita-lo.
Se levantou abriu uma porta foi no banheiro, abriu a porta que era de vidro, e tirou a roupa tinha uma toalha lar, e ligou o chuveiro ficou tomando banho, pegava o sabonete passava no corpo, fechou os olhos sentindo como a agua estava escorrendo sentia uma sensação boa quando abriu os olhos estava saindo sangue, e ele falou:
- Sangue, mais de onde vem.
Viu que estava escorrendo do chuveiro...
Com o susto que ele levou, foi cair de lado e bateu no vidro e quando caiu no chão caiu de costas enfiando alguns cascos de vidro na costa dele, se elvantou ainda pisando em alguns cascos, pegou a cueca e colocou o jeans bem rapido, e falou:- Meu deus o que foi aquilo, como pode haver sangue.Saiu correndo do quarto foi correndo e não achava ninguêm e pensou e disse:-Eu vou falar com o gerente.Tentou procurar uma escada e quando viu o elevador notou uma coisa e logo falou:-Cadê o botão.Um pequeno intervalo de pensamento olhando para um lado e olhando para o outro e falou:- Cadê A PORRA DO BOTÃo.Batendo na porta do elevador e ficando cada vez mais com raiva e mais louco.Duas horas depois ele tentava se acalmar e ele olhou para o espelho do bar, e tentava tirar as vidros mais ele fiacava sentindo muita dor e reclamava gritando:- Droga, filho da puta.Tirou todos os vidros ficou andando de um lugar para o outro , vendo os corredores e quando descidiu olhar um quarto, abriu a porta e falou:- Que estranho só os banheiros tem chave mais as portas são abertas, qualquer um pode entrar.Entrou no quarto viu a cama, quando entrou sentiu três espinhos no pé dele, mais foi bem enfiado os espinhos cehgar cravor no pé dele, caiu no chão de dor, tirou os espinhos e falou:- Droga que lugar é esse?tirou os espinhos e foi arrastando para o quarto, quanto entrou ficou procurando nos criado mudos algum medicamento, ele pegou o lençou e enrolou no pé dele, ouviu um passos no lado de fora, e gritou:- Quem é?Se levantou com dificuldade, e abriu a porta mas não viu ninguêm fora e falou:- O que estar acontecendo?Ficava batendo a cabeça na porta, e dizendo:-MEUS DEUS OOQUUUUUE ESTAAAAAAR ACONDENDORR AAAAAAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRRR.Quando se levantou a porta abriu derrepente sentiu uma força batendo na nuca dele e caiu no chão, quando acordou viu uma mulher lora com camiseta branca e um chorte jeans, sentanda numa cadeira olhando para ele com raiva e falou:-Foi você que me colocou aqui, Foi?Ouvindo ela e nem entendendo nada e falou:-Não vou estar louca, NÃO FUI EU.Ela se levantar derrrubando a cardeira e diz:- Não me chame de louca.derrepnete eles ouvem um grunido:-UURRRRRRRRRRRRRRRRRRR AAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRRRRRRRR.
Eles ouvem o barulho e eles ficam muito assustados a mulher ficar cada vez mais louca, e ela falar:
-O QUE É ISSO?
o homem tambem estava confuso e falar:
- Olhar eu não sei o que estar acontecendo, NÃo fui eu que coloquei nós aqui, aliás qual é o seu nome?
Ela ficar olhando para a porta e para ele e falar:
- Sheilar e você?
Ele responde:
- Charles, dar para você me desamarrar?
A mulher ficar olhando desconfiada para ele e diz:
- Como eu posso ter certerza de que você não é o responsavel por tudo isso.
Ele ficar cada vez mais com raiva e diz:
- Por que eu tambem estou preso, e eu me ferir se eu tiver-se planejado tudo isso nada do que aconteceu comigo realmente teria acontecido.
Ela descidiu desamarrar, e ele se levantou com dificuldade e saiu do quarto e eles bastante assustados olhando de um lugar para o outro, e viu uma pessoa de jaqueta preta camisa preta cauçar preta mechendo em um notebook, a shailar falou:
- Quem é você?
O homem olhar para trás e diz:
- Syrús.
Ela fica olhando desconfiada e falar baixinho para o Charle:
- Ele parece ser um homem bastante inteligênte normalmente eles, são os responsaveis por esse tipo de lugar.
Charle foi para perto dele e notou que no notebook estava conectado na internet e viu que ele estava em um bate papo e ele falou:
- Você já falou com alguêm para pedir ajudar?
Syrús olhar para trás e diz:
- Até que eu gostaria, mais eu não sei onde estou nem em que pais pedir ajuda como, por sorte aqui é permitido conectar na internet.
A mulher ficar olhando para ele e falar:
- Voce ganhou esse note book ou é seu?
Ele responde :
- Estava escondido no criado-mudo.
derrepente uma cara ficar se formando na tela do notebooke, Syrús olhando assustado e falou:
- O que é isso?
A cara derrepente soltar um grito:
-SAIAM, SAIAM, SAIAM , OU VOCÊS VÃO MORRER SAIAM.
A cara desaparece e todos ficaram muito assustados e o Syrús falou:
- O meu deus.
Todos ficaram muito assustados o Syrús ficou com a cara encostada na mesa ficando pensado e tentando se conforma com tudo o que estar acontecendo e falou:
- Eu sou muito inteligênte mais não consigo encontrar explicações para isso que aconteceu.
O Charle ficou pensando e falou:
- Muita coisa que aconteceu aqui não tem nenhuma explicação essa é a verdade.
Syrús fechar o notebooke e sair da mesa e falar:
- Eu vou por meu quarto.
os dois foram acompanhar ele para o quarto, quando chegou lar ele falou:
- Esperem.
Abriu a porta do quarto e viu os espinhos no chao e ficou tirando eles, charle viu que era um dos espinhos que ele tinha pisado quando o Syrús tirou os espinhos ele deu um murro no Syrús, que aciu no chão e falou:
- Foi nesse quarto que entrei e machuquei o meu pé.
Ele olhar para o charle com raiva, e tirar um revolver da jaqueta e diz:
- Se você fizer isso de novo eu lhe dou um tiro.
O CHarle ficando mais com raiva falou:
- Então atirar.
A sheilar vendo essa brigar e falar:
- Parem com essa brigar.
vendo o revolver de Syrús e falou:
- Onde você conseguiu esse revlolver?
Ele respondeu:
- Cada um dos quartos que tem uma pessoa tem uma arma diferente, no meu é esse revolver no do meu amigo tinha esses espinhos no seu eu acho que foi esse bastão, por isso eu tô achando que o objetivo de quem construiu esse lugar, é fazer com que agente se marte.
O Charle estava pensando:
- Eu acho que deveriamos checar todos os quartos para saber se tem mais alguêm que possar nos ajudar.
Ele ouvir isso e falar:
- Não, por que nem todos os quartos são normais, alguns possuem armadilhas, se vocês querem saber como eu sei isso um dos meus amigos morreu perfurado por causa de uma maquina que ficava perfuranco ele.
Eles ouvem o barulho lar fora de novo, mais desta vez estava se aproximando um grunindo crescendo cada vez mais, e quando chegou na porta deles, tentou abrir a maçaneta bem devagar e todos eles foram correndo em direção a porta para impedir , o que seja que estar lá fora não entre, todos colocando muita força, mais a coisa ficava empurrando a porta com muita força, O chrale tentando fazer com que a coisa não entre e falou:
- Droga esse filho da mãe é forte demais.
O Syrús teve uma ideia segurando o revolver atirou na brechar da porta umas duas vezes e parou não estavam empurrando a porta.
A sheilar pensando:
-Será que ele morreu?
Todos eles ficaram no suspense pensando se a criatura tinha morrido ou alguma coisa que estiver-se lar fora, a sheilar perguntar:
- Vamos ver.
Syrús abriu a porta, quando viu todos notaram de que não havia nada e nem um só pingo de sangue, Charle ficou olhando de um lado para o outro e falou:
- Mais o que será que tentou abrir a porta.
Syrús ficar pensando e diz:
- Talvez não seja o que nós estavamos pensando, talvez seja só uma pessoa normal.
Charle ficar pensando e falar:
- quantas balas vc tem air?
Syrús ficar calculando e diz:
- Umas quatro.
Sheilar ficar pensando e falar:
- Mais esses tipos de armas tem normalmente 7 balas?
Syrús olhar para a sheilar e diz:
- Eu tinha dois amigos um morreu com uma armadilha e o outro ficou louco e não tive outra escolha eu tive que marta-lo.
A sheilar ficar supriendida com isso e diz:
- Você matou uma psssoa?
Syrús ficou com olhos fechados ficando pensativo e diz:
- Isso é o que acontece com que não se acustumar a viver nesse lugar.
Charle olhar para a Sheilar:
- Pelo visto, a Sheilar pode ser um grande perigo.
Ela olhar para os dois:
- Se alguêm tentar alguma coisa, eu mato vocês.
Charle ficou pensando e falar:
- Não é muito bom ameaçar alguêm que tem um revolver.
Syrús ficar pensando e diz:
- Me diga charle qual é a sua arma?
Charle ficar pensando e diz:
- Eu encontrei uma espada média.
Todos entram no quarto e todos ficam pensando e a Sheilar ficar pensando ainda mais e diz:
- Mais o que será que nós atingimos.
Todos escutam um barulho lar fora tipo um gritor e derrepnete uma pessoa entrar no quarto com a cara ferida, careca camisa normal marrom shorte de caçador, e olhar para eles e diz:
-Quem são vocês?
Syrús responde:
- Essa mulher se chamar sheilar, eu me chamo Syrús e ele se chama charle, e você?
A pessoa responde:
- Rock, eu vir alguma coisa lar fora com pelos preto que me atacou eu não pensei duas vezes e sair correndo, e no meu quarto só tinha essa droga de faca para me defender.
Sheilar pensar no que o Rock diz e falar:
- Me diga você achar que aquilo é algum tipo de homem?
Ele responde:
- Eu não sei o que tem lar fora mais não é humano, eu acho que é a criatura foi enviada por "eles".
Charle ficou confuso e diz:
- Eles?
Rock olhar para todo mundo e falar:
- "Eles", eu os vejo as vezes quando estou meio acordado, eu pecebo que eles ficam mudando tudo por diverção eu acho, quando eles querem modificar alguma coisa, ninguêm tem como lutar com "eles", se vocês querem saber como eu sei tinha um quarto que era uma armadilha quando eu fui olhar de novo não era mais.
Charle ficar pensando e diz:
- Bem pelo menos acabar com a teoria de que alguêm daqui é o verdadeiro causador de tudo isso.
Syrús vai para perto da porta e não houve nenhum barulho, e falou:
- Vamos sair do quarto.
A mulher ficar com medo e falar:
- Mais e a criatura?
Ele olhar para ela e diz:
- Ficar aqui tambem não é seguro.
Todos sairam do quarto sheilar olhar, o Rock e perguntar:
- Você achar que a intenção deles é nos matar com essa criatura?
O Rock responde:
- Se o objetivo deles erá nos matar então porque dariam armas.
todos andando e ouviram uma converça e foram atrás dessas vozes, e viram duas pessoas de camisa social com cauçar jeans e com escopeta e tinham orculos e cabelo preto e curto, eles olharam para trás e disse:
- Quem são vocês?
Charle responde:
- Eu sou Charle, aquele com a cara arranhada é o Rock e o outro é Syrús e a mulher é Sheilar e vocês?
Um deles respondeu:
- Meu nome é bill e dele é ted, e sim nós somos gêmeos.
Derrepente uma porta é quebrada e um golpe de machado foi dado no Ted, o Bill saiu correndo tenou atirar com a escopeta mais errava e sairam correndo, todos foram correndo juntos para o quarto, O Bill muito assustado ficou chorando e disse:
- Meu irmão, por que ele?
Ele ficava chorando forte e auto, O Rock deu um murro nele e caiu no chão de inconsciênte, e disse:
- Desse jeito a criatura vai acabar nos achando.
Eles virão que um buraco se abre e é lançado um lançar de ferro no Rock atreverssando o peito dele, Syrús viu isso e disse:
- Quarto errado.
O Syrús e o Charle pegaram o corpo do bill e fiacaram carregando ele pelos braços, e sairam do quarto entraram no quarto ao lado e a Sheilar falou:
- Nós vamos morrer.
Todos estavam no quarto, eles ouvem um barulho muito estranho notaram que a parede estava se levantando, de trás e notaram os rugidos o Charle vendo isso e disse:
- E, agora?
Viram três leões quando viram isso sairam do quarto na hora, a Sheila ficou vendo se a criatura estava vindo, tentou escorar na parede e aperta um butão, olhar para trás e diz:
- O que foi que eu fiz?
Charle olhar para ela e diz:
- O que você fez?
Ela responde:
- Eu apertei esse butão.
Notaram que ginchos de agua começaram a soltar água, depois parou Syrús olhou para os lados e disse:
- Pelo menos não foi nada de ruim.
Depois começam a soltar alguns pingos, Syrús encostou na água e notou que é acida, ele notou o que ira acontecer e dise:
- Vão para algum quarto rapido.
Todos foram direto para um quarto, foram logo ver se esse quarto era alguma armadilha não acharam nada e o Charle falou:
- Pelo menos esse quarto é seguro.
Bill acordou e procurou o Rock e disse:
- Cadê o Rock?
Sheilar respondeu:
- Morreu.
Syrús estava encostado na porta tentando ouvir se a a agua acida já havia parado, notou que a chuva parou, e saiu todos tambem, foram andando e viram um corredor estranho que tinha várias palavras escritas na parede, estava escrito "matar" Syrús viu isso e falou:
- Será que a criatura escreveu isso?
Charle vendo isso e disse:
- Eu acho que não, não deve ser muito inteligente.
Sheilar ficou pensando e disse:
- Mais e se não for uma criatura, se for alguém que ficou muito louco.
Charle pensou no que ela disse e falou:
- Talvez seja isso mesmo.
Quando estavam andando, um elevador parou tendo uma caixa de cerveja, Charle achou isso estranho, Syrús foi pegar a caixa e disse:
- Isso foi enviado por "eles", quando alguma coisa acaba eles mandam coisas novas, já que as cervejas acabaram nós temos que colocar isso no local.
Pegou e levou para o bar e colocou no freezer, Sheilar achou isso muito engraçado e falou:
- E você obedece as ordens deles?
Syrús olhou para ela e falou:
- Isso é para as outras pessoas que moram nesse hotel.
Sheilar andou um pouco e falou:
- Cadê o corpo do Ted, será que a criatura levou o corpo.
Eles ouvem um grito:
- Socoroooooooo.
Charle olhr na direção do grito e diz:
- Será que ele morreu?
Todos ficaram pensando se iria atrás do grito mais o Bill não pensou duas vezes e disse:
- Olhar, talvez meu irmão ainda esteja vivo, então eu vou atrás dele.
Charle segurando a arma e diz:
- Olhar eu não sei se quem gritou foi o Ted, mas concerteza ele já pode estar morto, a criatura já pode ter matado ele.
Bill foi andando o Syrús vendo isso e falar:
- Se, você for sozinho vai morrer concerteza, então nós vamos, bem se agente tiver que morrer.
todos foram atrás de ted, viram uma porta que estava escorrendo sangue por de baixo, dela Syrús vendo isso e falar:
- Concerteza o que tem nesse quarto não pode ser coisa boa.
Charle foi até a porta e diz:
- Eu vou abrir, preparem-se, se a criarura tiver aqui usem tudo que vocês tem.
Entrão no quarto, e tinha uns 5 copos, um deles era o do ted estavam todos desfigurados mostrando a carne, o sangue por todo copo, amarrados por uma corda, sendo que todos estavam de cabeça para baixo.Syrús olhar isso e diz:
- Pelo visto seu irmão não estar vivo.
todos sairam do quarto a sheilar vendo aquilo e diz:
- Aqueles só podem ter acordado antes da gente?
Charle ficar pensando e falar:
- Olhar isso não é muita certeza por que as nossas portas não tem trancas, então seja lar o que for pode ter entrado, e martado eles.
Bill ficar chorando de novo por que agora sabe que o seu irmão estar morto, Syrús falar:
- Bill, você tem que parar de chorar, por que eu aposto a coisa que matou seu irmão, não vai ter nenhuma piedade de você, por isso seja homem, e vamos para o meu quarto preparar a armadilha, pelo menos lar vamos estar um pouco seguros.
Charle ficar olhando para o pé dele e diz:
- O seu quarto pode ser o local perfeito para matar acriatura, mas como a criatura pode saber que nós estamos lar.
todos estavam prestes a sair, quando todos ouvem do quarto:
- Nos ajudenos por favor.
Todos ficam com muito medo, Syrús perde completamente a razão, e diz:
- Como eles podem estar vivos.
Charle ficar com uma cara de muito medo e falar:
- Eu não sei.
ficaram pensando no que fazer, Bill não pensou duas vezes e abriu a porta, todos que estavam no quarto estavam morrendo e dor, isso é de assustar qualquer um, Syrús vend isso e ficando chocado e disse:
- Meu deus como eles podem estar vivos.
Charle foi na direção deles e falar:
- Eu não sei mas se estão vivos é melhor ajuda-los.
Bill, Charle e Sheilar foram soltando os copos, sairam do quarto, e foram para o quarto do syrús, Sheilar ficou olhando o caminho e falar:
- Olhar, eles sugaram o caminho todo de sangue provavelmente aquela coisa vai vim aqui, quando pecerber que eles não estam mais lar.
Charle ficar olhando e diz:
- O pior que ela tem razão.
Bill tentando ajudar o irmão e falou:
- Será que nesse local não tem medicamento.
Syrús ficar encostado na porta ouvir o barulho do elevador e falar:
- Alguma coisa chegou.
Charle ficar pensando sobre tudo isso e falar:
- Será que a criatura, usar elevador, por que você sabe que a criatura pode estar envolvido com tudo isso, e tambem ele pode ser humano.
Bil ficar olhando todos os copos e falar:
- Se for um humano deve ser um humano bem louco que goste de matar.
Syrús abre a porta e vai até o elavdor.A Sheilar ficar preocupada e falar:
- Cuidado.
Ele foi andando com todo cuidado e viu uma caixa cheia de remedios, estranhou isso e pegou, foi até eles, meio confuso e falar:
- Eu acho que eles querem que agente saia vivo.
Sheilar pensou sobre tudo o que aconteceu e falar:
- Por que você achar isso?
Mostrou a caixa cheia de remérdios, e disse:
- Por que nos mandaram isso.
Bill pegou a caixa e falou:
- Então eu acho que temos que agradeçer seja lar quem for.
Charle ouvir o que ele diz:
- "Eles"', esse seja lar quem for, foram "Eles" que nos colocaram aqui.
Sheilar ficou vendo o Bill tratando eles e falou:
- E se um deles se feriu, será que foi por isso que mandaram o remédio.
Sheilar olhando com desconfiança para o bill, Charle tambem pensou uma coisa e falou:
- Provavelmente ela pode estar certa se a criatura, saiu do controle, e agora tem que marta-la.
Syrús ficou pensando e falar:
- Mas se for uma criatura mesmo, lembre-se quem alguêm escreveu "matar".
Charle ficou pensando nisso e falou:
- Mas e se não for uma criatura mas um cara que agora estar louco e que só pensar em matar, seria um motivo maior para alguns deles vierem aqui em baixo.
Sheilar ficou olhando para os corpos e falou:
- Quem garante que a pessoa que quer matar todo mundo não é um deles.
Bill ficou tentando tratar deles, mas estava saindo muito sangue, e não conseguia merdica-los direito ele falou:
- Será que alguêm poderia me ajudar.
Syrús ficava olhando para as armas e o jeito como eles morriam de dor e disse:
- Se o medicamento não foi para eles mas para nós previnindo de algo, por que eles não tem chance nenhuma estão derramando muito sangue, ficam gritando de dor sem parar, eu acho que o certo seria fazer uma coisa.
Boll olhar para o Syrús e se levantar e falar:
- Se voçê estar querendo marta-los, você só pode estar maluco, por que eu não vou deixar que ninguêm mate meu irmão.
Syrús ficar olhando a arma e diz:
- Eu só tenho três balas, e seria muito arriscado eu acabar com todas as minha balas caso a criatura aparesar.
Bill ficando cada vez mais com raiva pegou a escorpeta dele e apontou para a cara de Syrús e falou:
- Ninguêm vai marta-lo.
Syrús ficar olhando para ele e diz:
- Você achar que o mais humano seria deixar eles grintando de dor até que a morte finalmente chegue.
Bill ficando com tantar raiva que até saia lagrimas dos olhos e falou:
- Ninguêm vai matar-lo.
Sheilar vendo os corpos gritando de dor, um deles até falar:
- Me mate.
Sheilar ficar tendo dó e falar:
- MEU DEUS, eles estão querendo a morte eu acho que deveriamos dar-los se não eles vão ficar gritando de dor.
Bill estava com raiva de todos por que ficavam tendo a ideia de matar o irmão dele, mais ficava apontando a arma para todo mundo e falou:
- Aquele que fizer algum mal ao meu irmão, vai ter que me matar primeiro.
Syrús ficando com raiva e falou:
- Ótimo então deixe o seu irmão sofrer ate a morte.
Todos eles ficavam gritando de dor, Charle saiu do quarto e falou:
- Eu vou emborar dessa loucura.
Quando saiu, do quarto ouviu dois tiros, o Bill estava morto no chão, o Syrús estava ferido no ombro, ele olhou para o Charle e diz:
- Pega a arma dele, e atirar em todos.
Charle nem pensou muito, e pegou a arma e atirou em todos, Charle olhou para o Syrús e disse:
- O que você fez?
Ele respondeu:
- Ele estava ficando louco eu tinhar que marta-los mais ele não me deixou muita escolha, então atirei nele, ele em min.
Sheilar pegpu o medicamento e foi cuidar do Syrús, e ele falou:
- Temos que sair daqui provavelmente a criatura vai vim aqui, eu tenho certeza disso, veja muitos corpos mortos esperando para serem comidos, temos que sair daqui se não nós seremos os proximos.
Todos sairam o quarto o Charle ficou pensando, e falou:
- Vamos por meu quarto.
Todos foram mais quando chegaram na porta Syrús falou:
- Espere.
Ficou cheirando e falou:
- O seu quarto tem cheiro de sangue.
Charle pensou nisso e falou:
- Por causa do meu ferimento no pé.
Syrús já pensou nas consequencias e falou:
- A criatura ela pode vim para cá, então só restar um qaurto.
Sheilar ouviu isso e falou:
- Estão falando do meu.
todos eles estavam andando syrús olhou para a sheilar e falou:
- Me diga onde é o seu quarto?
Ela ficou pensando ficou olhando para os lados e falou:
- o numero do meu quarto é o 102.
Foram andando, acharam o quarto Charle abriu a porta olhou para todo o quarto e falou:
- Tudo normal.
Ela ficar olhando para o quarto espantada, ficou olhando por de baixo da cama no banheiro, Syrús estranhou o comportamento dela e falou:
- O que foi você estar estranha?
Ela ouviu o que ele falou e ficou olhando para os lados e falou:
- Tudo bem, não é nada só estou olhando o meu quarto.
Charle fechou a porta, e falou:
- Me diga nós vamos ficar nos escondendo, se a criatura nos matar, de um jeito ou de outro, temos que lutar para que isso não aconteçar.
Syrús ficou pensando colocando a mão no queixo e falou:
- Se ele não aperecer teremos que ficar olhando de quarto em quarto, e se nós queremos entrar no quarto para ver se ele estar mesmo lar provavelmente os quartos armadilhas, poderia nos matar primeiro.
Chare ficou pensando e falou:
- Então agente vai ficar esperando ele nos atacar é isso que você tem em mente, existe um grande risco da criatura querer nos matar.
Sheilar sentou na cama e falou:
- Lembre-se não sabemos se é uma criatura pode ser uma pessoa louca.
Syrús só ouvindo e falar:
- Mesmo se não for uma criatura ele representar um grande perigo, uma pessoa que pensar em matar, literalmente não é uma pessoa que queremos no nosso grupo.
Charle ficou encostado na porta e pensando:
- De um jeito ou de outro termos que matar-lo.
Syrús bateu na parede e falou:
- Por que diabos estamos aqui.
Sheilar, olhou para o Syrús e falou:
- Para morremos mandaram colocar armas para agente ter a impressão de que agente estar seguro, mas talvez essas armas nem machuquem, essa é a verdade nós vamos morrer, e nada vai imperdir isso.
Syrús ficou de braços cruzados olhando para ela e falou:
-Pelo visto você estar querendo morrer, tomara que você não se torne um problema no futuro.
Charle olhar para os dois e falar:
- Fiquem calmos ninguêm vai morrer.
Todos ouvem um grunindo, todos olharam para a porta Sheilar falou:
- Eu acho que ele estar lar fora.
Charle com a escopeta na mão, olhou para ele e depoisolhou paraa porta e falou:
- Temos que atacar-lo antes que seja tarde demais e se essa for a nossa unica chance.
Syrús preparando o revolver falar:
- Você pode ter razão, mas um de nós corre um risco de morrer.
Charle ficou pensando e perguntou:
- A sheilar ela não tem nenhuma arma ela só estar com esse bastão, que em uma criatura eu acho que não vai servir muito.
Derrepnete eles ouvem uma respiração perto da porta uma respiração bem forte, e o som é como se tiver-se cheirando o que tem ai dentro. Todos ficaram calados, tentaram não fazer nehum barulho, mais viram que ele estava movendo a marçaneta, todos eles já etsvam com adrenalina a flor da pele, CHarle carregou a escopeta e falou:
- É agora.
Quando abriu a porta viram uma criatura perluda, com cara de javalir, com uma pelagem preta e com um machado, Cheilar viu a criatura e falou:
- Definitivamente não é humano.
Charle mirou a criatura foi avançando e ele atirou a criatura sentiu o tiro e saiu correndo do quarto, todos ficaram paralizados com o medo, O Charle falou:
- Pelo, menos estamos vivos.
Derrepente eles tem uma pessoa fechando a porta rapidamente, todos ficaram supresos e Syrús falou:
- E essa agora.
Charle, foi ate a porta quando abriu, ficou olhando de um lado para o outro e falou:
- Será que a criatura e o assasino estão agindo juntos?
Charle ficar olhando para a porta, foi andando devagar chegando nela abriu a porta, viu se alguma coisa estava lar fora, e viu uma pessoa com camisa social preta, sapatos preto, calçar cumprida preta, um branco moreno. Estava olhando para o shão e falou:
- Você acertou ele parabéns.
Charlese imprescionou, ficou vendo se tinha mas alguêm, a pessoa olhar para ele e aponta e falar:
- Você mesmo, isso pode ser uma grande vantagem, agora podemos seguir o rastro dele, e marta-lo.
ele sair da porta e pergunta:
- Qual é seu nome?
Ele responde:
- Eu sou Kyller, Kyller frost e você?
Ele responde:
- Meu nome é Charle, tem duas pessoas naquele quarto, um é homem ele se chamar Syrús, e tem um mulher chamada Sheilar, e o que você estar fazendo.
Kyller dar uma rizada e falar:
- Eu estou caçando essa coisa, ela matou uma amigo meu.
Charle ficar olhando para a porta e falar:
- Eu vou chamar eles para nos ajudar.
Ele ver que ele tem uma escopeta e falar:
- Eu acho melhor que não, para fazemos dois grupos para marta-lo.
Ele ficou pensando e falou:
- Eu pelo menos vou falar da situação.
Kyller dar uma rizada e falar:
- Você pode falar com eles mas eu não vou perder mas tempo, eu vou marta-lo e vai ser agora.
Charle ver o Kyller e diz:
- Cadê as suas armas?
Ele responde:
- São duas facas bem afiadas.
Charle se impresciona com que ele falou e falar:
- Você estar louco você vai tentar marta-lo com duas facas.
Kyller dar uma outra rizada e falar:
- Pode ser pouco para você mais é muito para min, acredite eu faço ,içagres com facas, eu não tenho medo do machado daquela coisa, ele é que deve ter medo de min com as minhas facas.
Charle vai para o quarto e falar:
- ele vai morrer.
Kyller estava vendo Charle voltar para o quarto, dele, Kyller foi andando e vendo os rastros de sangue, deu uma rizada e falou:
- Tomara que eles tenham te ferido e muito.
Foi seguindo o rastro de sangue e foi até o elevador, ele olhou para a porta e falou:
- Droga, será que ele foi para algum lugar para se curar.
Notou que distante dele, viu uma gota de sangue, deu um pequeno rizo e falou:
- você é esperto, você queria me fazer esperar aqui no elevador e quanto você podia fazer o ataque supresa, mais você não conguiu imperdir que o sangue derramar-se.
Foi andando, quando chegou no corredor, olhou de um lado para o outro e falou:
- Se você entrou em alguma dessas portas, quem foi que te ensinou.
Ficava olhando para a porta, derrepente ele ouve uma voz dizendo:
- O que você estar fazendo?
Kyller olhar para todos os lados e não ver ninguêm, pegou as farcas que ele escondia nas costas da calçar e falou:
- Quem foi que te ensinou a falar?
A voz aparece de novo dizendo:
- Saiam daqui ou todos vocês iram morrer.
Ficou correndo para procurar, a pessoa que estar falando, tentava ver se alguma porta fechava, ele viu um espelho chegou perto dele, viu um rosto totalmente palido, e disse:
- Vocês todos vão morrer.
Quando o Kyller viu isso saiu correndo de medo, parou e encostou em uma parede, ele ouviu uns tiros, ele ouve a voz de novo:
- Saiam ou todos vocês vão morrer.
Ele ficar irritado e falar:
- Eu não vou morrer, se você que me matar então venhar.
Ele não houve mais a voz, quando ele se movimentar dar de cara com a criatura e ele falar:
- OH merda.
Charle estava indo para o quarto, e entrou fechou a porta e falou:
- Tem uma pessoa lar fora que parece que quer matar, a criatura.
Sheilar estava deitada na cama e falou:
- Você pelo menos perguntou o nome dele?
ele respondeu:
- Sim, ele se chamar Kyller.
Syrús ainda encostado na parede falar:
- Bem pelo menos sabemos que tem mais alguêm vivo.
Sheilar ficou pensando e falou:
- Por pouco tempo se ele caçar a criatura sozinho.
Syrús ficou pensando e andando um pouco e falou:
- Ele deve ter mas chance do que agente, que tipo de arma de fogo ele tem?
Charle, ficou pensando se falaria a verdade, por que achava a pessoa que carregaria duas facas para matar a criatura, deve ser muito idiota. Ficou pensando e falou:
- Ele só tem duas facas.
Syrús se supriendeu e falou:
- Ele vai caçar a criatura com duas facas o que ele estar pensando, que a criatura vai se matar quando ver ele.
Charle ficou olhando para a escopeta e falou:
- Ele com duas facas foi atrás de uma criatura, e nós com um escopeta, um revolver, nem vai atrás dela, eu acho que quem não estar pensando direito é agente.
Sheilar se levantar e falar:
- Caras, olhem para a porta.
Quando Charle virar ver a criatura, foi tentar dar um golpe de machado, mais o Charle esquivar que cair do chão e atirar com uma escopeta, a criatura sair correndo, e ele falar:
- Bem parece que a criaturar vai vim nos pegar de alguma maneira.
Syrús ficar supreso e falar:
- Tudo bem , vamos martalo agora.
Kyller estava difrente com a criatura, ele com as duas facas e enfiou na barriga dele e empurrou ela, até ela cair no chão, ela com um machado na mão, tentou atacar ele, mas conseguiu esquivar, e ainda atacando a criatura, ele deu um murro muito forte, e bateu na parede com o impacto do murro dele, Kyller no chão falar:
- Agora você vai ver seu maldito.
A criatura se levantar, quando ia matar ele, ela levar dois tiros nas costas uma de escopeta e outra com um revolver, ela virou para trás e viu Charle e Syrús, atiraram de novo e sem parar, até que finalmente a criatura morreu, quando ela morreu todos se sentaram no chao, o Charle falou:
- Finalmente martamos ele, agora não existe mais nada para nos preocupar.
Kyller ficar pensando e falar:
- Eu não diria isso.
Charle ficar supreso e falar:
- por que você achar isso.
Kyller olhar para ele e diz:
- Existe algo terrivel no segundo andar.
Syrús ficar sério e falou:
- O que você viu lar?
Kyller falou:
- Eu vir dois "deles" terrivelmente mortos, o mais estranho é de que ao contrario de todos os andares não vir ninguêm.
Charle ficou pensando e diz:
- Como você conseguiu subi para o segundo andar, ou descer não sei nem em que andar estamos?
Kyller responde:
- Quando o elevador para para entregar alguma coisa, você pode ir no elevador, e aperta o botão do andar que você que ir e pronto, estamos no primeiro andar o elevador vai até o setimo mais tem uma coisa estranha.
Charle achou isso engraçado e falou:
- O que não é estranho nesse lugar?!
Kyller dar um pequeno rizo e falar:
- Nos botões do elevador não tinha o numero três.
Todos ficam calados Charle olhar para cima e falar:
- Eu vou obedecer as regras apatir de agora, eu penso se as regras forem você tentar viver, normalmente indo para o seu qaurto e arrumando as coisas desse Hotel.
Kyller olhar para ele com cara de raiva e falar:
- Você estar maluco temos que sair desse lugar.
Charle colocou a mão no queixo, e ficou pensando e falou:
- Se esse local existe a um bom tempo como nós nunca ouvirmos falar de pessoas desaparecidas.
Syrús pensar sobre isso e falar:
- Eu não me lembre de ninguêm ter falado nada sobre esse hotel.
Kyller se lembrou de uma coisa e falou:
- O mundo sabe sobre o hotel.
Charle achou estranho esse comentario e falou:
- Como você sabe que o mundo sabe sobre esse hotel.
Kyller dar um pequeno sorriso e falou:
- por que quando eu vejo tv, sempre nas noticias, sempre quando vão falar alguma coisa, sobre esse hotel eles cortam os sinais.
Charle ficou tentando se lembrar de alguma coisa e falar:
- Eles devem ter apagado da nossa memoria tudo sobre esse maldito lugar.
Bateu no chão de tantar raiva, eles se levantaram,Syrús deu uma respirada e falou:
- Olha já vou por meu quarto.
Syrús andou um pouco e viu os olhos dois dois com sangue e a boca saindo sangue tambem, ele sair correndo para o quarto, Charle achou estranho e falou:
- Alguma coisa aconteceu.
Kyller foi até a porta dele e falou:
- eu posso sentir cheiro de medo.
Quando foi abrir a porta, ela se fechou com força, ele tentava abrir e falou:
- Abre a porta.
Ele não ouviu nada e depois ouviu Syrús falando:
- Eu tambem não consigo abrir.
Os dois tentam desasperadamente abrir a porta e finalmente conseguiram, Syrús saiu e olhou para os dois, Charle sem enteder nada pergunta:
- O que foi que aconteceu?
Syrús assutado, ficar descançando e falar:
- Eu vir o seus olhos e suas bocas sangrando.
Charle ficou pensando e falou:
- Por a Sheilar ainda não aparceu?
Syrús tentou pensar e falou:
- Não faço a menor ideia.
Os três foram para o quarto, e viram que ela não estava lar, Killer olhou e perguntou:
- Tem certeza que tinha uma garota aqui.
Charle olhou o banheiro de baixo da cama e falou:
- Ela estava aqui.
Syrús ficou andando de uma lado para o outro, e falou:
- E se ela foi ver os outros quartos.
Charle sentou e ficou pensando sentou na cama e falou:
- Mas onde ela pode estar?
Kyller ficou olhando para tudo e falou:
- Esse hotel é muito grande ela pode ter andado por air.
Charle deitou na cama e ficou pensando e falou:
- Isso não faz o menor sentindo por que ela andaria porair, se ela sabia que tinha uma criatura viva que poderia matar-la sem a menor dificuldade.
Kyller olhou para o corredor e falou:
- E se ela ouviu que a criatura morreu,e la poderia andar porair.
Syrús ficou pensando e falou:
- isso faz sentindo.
Charle ficou pensando e falou:
- E se ela é uma "deles".
Kyller ficou pensando e falou:
- Então termos que achar-la.
Todos saiem dar sala, e todos foram procurar ela, Kyller estava procurando e ele viu uma caixa perto do elevador e gritar:
- pessoal.
Todos foram em direção para ele e falar:
- Olhe uma caixa perto do evelador provavelmente ela tirou a caixa e entrou dentro do elevador.
Charle ficou pensando e falou:
- Então só temos que espera.
Kyller ficou olhando para todo o lugar e falou:
- Você estar certo.
Quando Charle olhar para o lado ver ele mesmo com uma cicatriz no rosto, ele virar o olhar e olha de novo e não ver ninguêm, achou estranho e se levatou e ficou olhando para o lugar todo e falou:
- Cadê?
Kyller achou isso estranho e falou:
- Cadê o que?
Charle ficar olhando de um lugar para o outro e falou:
- Ele estava aqui.
Kyller foi até ele e disse:
- Ele quem?
Charle ficou assutado e falou:
- Eu juro que eu me vir.
Kyller ficar olhando para as paredes e diz:
- Eu não vejo nenhum espelho.
Charle ficar tentando pensar e falou:
- Não era espelho por que ele estava com uma cicatriz.
A porta do elevador de abre a Sheilar sai correndo e abraçar o Syrús e ela falar:
- Graças a deus.
Charle ficou preocupado e falou:
- O que foi?
ela falou:
- O segundo andar.
Charle ficou mais curioso e pergunta:
- O que você viu no segundo andar?
Sheilar ficar sentada no chão e falar:
- Muitas pessoas.
Syrús ficou confuso e perguntou:
- Você falou que não tinha ninguêm lar.
Kyller ficou pensando e falou:
- Eu acho que eles não estavam lar no momento que eu fui.
Sheilar ficou tentando pensar e falou:
- Eles eram loucos, tentavam me matar ficavam dizendo que eu era um "deles".
Kyller ficou pensando e falou:
- Então por que você falou que não era?
Sheilar olhar para ele e falar:
- Eu disse mais eles não acreditaram tentaram me matar de alguma forma.
Syrús ficou andando em circulos e falou:
- Bem me parece óbivio que se um de nós entrar no elevador, não vamos para o segundo andar.
Sheilar se lembrou de uma coisa e falou:
- e não podemos ir para o terceiro, por que no elevador não tem o botão do terceiro.
Charle olhar para ela e falar:
- Nós já sabemos o Kyller nos contou.
Sheilar ficou tentando pensar colocando a mão na cabeça e falou:
- Eu acho que no terceiro andar não é como os outros.
Syrús ficou pensando e falar:
- Deve ser onde "eles" moram.
Sheilar olhar para o Syrús e falar:
- Eu não acho que seja isso.
Charle ficou confuso e pergunta:
- Por que você achar que no terceiro andar não é como esses?
Ela falou:
- Por que eu ouvir no segundo andar, sons de mecânismos, e era todo tempo esses sons.
Kyller ficou pensando e falou:
- será que é lar que eles trabalham?