sábado, março 31, 2012

armas do universo: numero:16

Rojerio estava em um Shoping ele estava com a mochila
Rojerio:
- confortável ai?!
Excalibur:
- por que você me trouxe?
Rojerio:
- tendo alguém para conversa para passar o tempo.
Excalibur:
- o que vinhemos fazer aqui?
Rojerio:
- estou querendo ver um filme.
Excalibur:
- por que você não levou a cassandra?
Rojerio:
- é um filme de ação.
Excalibur:
- e qual é o problema?
Rojerio:
- é que as garotas normalmente não curtem filmes de ação.
ele vai para fila
Rojerio:
- que nenhum monstro apareça.
Excalibur:
- esta me parecendo se aparecer você não vai enfrentar ele.
Rojerio:
- bem eu tenho se não milhares de pessoas morrem.
Excalibur:
- ainda bem que você não perde o espirito de guerreiro.
Rojerio vai até o caixa do cinema
Rojerio:
- queria um ingresso de Brutalidade máxima.
ele entrega o ingresso
Rojerio:
- ok, vai ser daqui a uma hora.
Excalibur:
- por que você sempre compra ingressos com uma hora de diferença.
uma pessoa com roupa do exército
Excalibur:
- tai uma coisa que não se ver todo dia.
o soldado vai até ele
Soldado:
- você quer se alistar.
Rogerio sente uma pancada no ouvido
Rogerio:
- o que foi isso?
Soldado:
- você quer se alistar?
ele recebe uma sonora muito forte no ouvido
Rojerio:
- você esta ouvindo isso?
Soldado:
- estranho.
Rojerio:
- o que?
Soldado:
- você é resistente.
Rojerio:
- do que você esta falando?
Soldado:
- se aliste ao exército de Loraran
Rojerio:
- você não quer dizer do Brasil.
Soldado:
- eu disse Loraran, o poderoso.
Rojerio:
- você não é desse planeta, não é?
Soldado:
- se você não se alistar ao exército de Loraran você morre.
Rojerio:
- ual porque não?!
o soldado da uma joelhada na barriga de Rojerio
o Rojerio caiu no chão
ele cuspiu sangue
Rojerio:
- agora que não vou.
Rojerio se levanta
o soldado da uma rasteira em Rojerio
ele caiu no chão
Rojerio se levanta rápido
dar um soco no soldado
o soldado da um soco no Rojerio
depois dar um chute
Rojerio caiu no chão
os seguranças do Shopping estavam vindo
Soldado:
- NÃO SE MOVAM.
todos do shopping pararam
Rogerio:
- queria ter esse poder com a Cassandra.
Rogerio se levantar
excalibur:
- quer me ajudar.
Rogerio:
- eu posso cuidar dele sem ajuda.
Rogerio dar um soco
o soldado esquiva
o soldado dar uma joelhada
acerta a barriga de Rogerio
ele se afasta
Rogerio dar um chute
o soldado segura o golpe com a mão
Rogerio:
- não pode ser.
o soldado ataca com o cotovelo
o golpe acerta a perna de Rogerio
ele caiu no chão
Rogerio:
- quem é você?
Soldado:
- sou simplesmente um soldado de Loraran.
Rogerio:
- e por que aqui na terra.
Soldado:
- nós soubermos que algumas criaturas extremamente perigosas veio para cá e morreram.
Rojerio:
- me lembro matei todas.
Soldado:
- o que?
Rojerio:
- eu sou um guerreiro do universo.
Soldado:
- então vocês existem.
Rojerio:
- ainda tem pessoas que não acreditam na gente.
Soldado:
- eu guerreiro do universo como um soldado de Loraran ele vai ganhar muitas guerras.
Rojerio:
- não obrigado.
soldado aparece atrás do Rojerio
Rojerio:
- como você veio tão rápido?
o soldado da cotovelada
acertou as costas de Rojerio
Soldado:
- o que é isso nas costas?
Rojerio:
- o objeto que vai matar você
Rogerio tira a Excalibur das costas
Rogerio:
- a minha arma a Excalibur?
Soldado:
- do famoso querreiro Artur.
Rogerio:
- é ele é conhecido.
Soldado:
- nós achamos que ele é só uma lenda.
Rogerio:
- tenho que admitir eu também achava.
Rogerio fica com a armadura completa
Rogerio:
- você vai morrer.
Soldado:
- não me importo em morrer.
Rogerio:
- é a primeira vez que esculta um inimigo dizer isso.
Soldado:
- sou um soldado meu objetivo de vida é lutar.
Rogerio:
- isso eu entendo bem.
Rogerio ataca com Excalibur
o soldado esquiva
dar um chute do Rojerio
dar um soco
depois dar outro soco
depois dar um chute girátorio
chegar mais perta
dar uma joelhada
depois dar outra joelhada
dar mais um soco
depois dar uma cotovelada
acertando a cara do Rogerio
dar outra cotovelada
fica dando um série de socos
empurra o Rogerio e ele caiu no chão
Rogerio:
- nunca apanhei tanto na vida.
Rogerio estava levantando
dar um chute
o Rogerio caiu no chão
dar uma pisada forte no Rogerio
dar outra pisada
e mais outra
e outra
soldado:
- mudou de ideia ao se alistar.
ele pisa mais uma vez
Soldado:
- vamos responda.
pisou mais uma vez
e outra
e mais uma vez.
Rogerio ataca com a Excalibur
corta o pé do soldado
o soldado caiu no chão
Rogerio:
- pisa em min mais uma vez.
o soldado dar uma risada
Rogerio:
- cortei o seu pé do que você esta rindo.
o pé do soldado se regenera
Rogerio:
- então é por isso.
Soldado:
- não é só isso.
o soldado se levanta
o Soldado fica pisando no chão
Soldado:
- eu não posso regenerar meu pé.
Rogerio:
- mas você acabou de regenerar o seu pé.
Soldado:
- não é uma coisa natural minha.
Rogerio:
- esta dizendo...
Soldado:
- quando você se alistar ao Loraran ele aumentar o seu poder.
Rogerio:
- e te dar novas habilidades?
Soldado:
- exato.
Rogerio:
- não quero fica poderoso para fica ao comando de alguém.
Soldado:
- você não entende.
Rogerio:
- continuo com a minha resposta.
Soldado:
- a minha força erá igual dos humanos daqui.
Rogerio:
- não pode ser.
Soldado:
- eu não tinha força nenhuma, mais agora...
Rogerio:
- é um pau mandado.
o soldado chega perto de dar um chute
depois dar outro chute
e depois dar uma rasteira
Soldado:
- pense você já é forte imagine se você alistar no exército você vai ficar invencível.
Rogerio:
- tenho que admitir que muitas pessoas do meu planeta se aliariam a ele.
Soldado:
- mas...
Rogerio fecha os olhos
e dar um sorriso
Rogerio:
- a algum tempo atrás eu poderia até me alistar nesse seu exército.
Soldado:
- então venha.
Rogerio:
- mas já fiz um juramento.
a aura do Rogerio estava aumentando
Rogerio:
- eu já tinha me alistado antes.
Excalibur:
- está falando do nosso juramento.
Rogerio:
- não.
Excalibur:
- então qual?
Rogerio:
- fiz o juramento a bandeira do BRASIL.
a aura dele aumentou
o soldado foi dar um soco
Rogerio segura o soco
Soldado:
- o que?
Rogerio enfia a espada na barriga do soldado
depois se afasta
o ferimento do soldado se regenerar
Soldado:
- tem que fazer melhor do que isso?
Rogerio:
- você consegue voar.
Rogerio voa
Soldado:
- lógico.
Rogerio:
- venha.
Rogerio saiu do Shopping voando
o soldado também
Excalibur:
- o juramento a bandeira é mais importante do que o nosso juramento.
Rogerio:
- sim.
Excalibur:
- como?
Rogerio:
- é que eu ainda não sei se eu me arriscaria a minha vida por alguns argentinos.
Excalibur:
- O QUE?
Rogerio:
- não estava pensando neles quando me alistei para salvar o universo.
Excalibur:
- por favor diga que você esta brincando.
Rogerio para de voar
Rogerio:
- aqui esta bom.
Soldado:
- você vai se arrepender por não ter se juntado com a gente.
o soldado voa em direção ao Rogerio
a aura de Rogerio aumenta aura
Rogerio:
- não vai ser com socos e chutes que vou derrotar ele.
Rogerio se afastava do Soldado
Soldado:
- está acovardando.
Rogerio:
- continue pensando nisso.
Rogerio estava fazendo uma bola de energia
Soldado:
- entendo.
Rogerio:
- preciso de um golpe certo.
o soldado dar um chute na aura
Rogerio:
- vamos.
ele solta uma bola e energia
soldad:
- droga.
a esfera acerta o soldado
Rogerio:
- finalmente.
acontece uma explosão
Rogerio:
- que seja o suficiente.
Excalibur:
- ainda vamos falar do assunto anterior.
Rogerio:
- mais não agora.
o soldado saiu da fumaça
Rogerio:
- eu devia ter continuado juntando poder.
Soldado aparece perto de Rogerio
dar um soco
depois outro
Rogerio ataca com a excalibur
faz um grande corte no soldado
Soldado:
- o que você pretende?
Rogerio corta a cabeça do soldado
Rogerio:
- duvido que consiga renegara depois
o corpo vola ter a cabeça
Rogerio:
- ok, não esperava isso.
Soldado dar um chute no Rogerio
Soldado:
- não esperava isso.
Rogerio cortou a cabeça do soldado
Excalibur:
- você já fez isso antes e não funcionou.
Rogerio:
- eu sei.
Excalibur:
- então por que fazer isso?
Rogerio:
- vou fazer isso até eu ter uma ideia melhor para fazer.
o soldado dar um chute
acerta a barriga de Rogerio
ele se afasta
a cabeça do soldado volta ao normal
Rogerio:
- droga.
Soldado:
- você acha que os soldados de Loraran são fracos.
Rogerio:
- não tenho duvida disso.
Soldado:
- ele vai dominar o universo.
Rogerio:
- não se eu puder evitar.
Soldado:
- você vai se alistar a ele de qualquer forma.
Rogerio:
- até lá vou matar um soldado por vez.
Soldado:
- você acha que pode derrotar todos?
Rogerio:
- não.
Soldado:
- ainda bem que tem consciência disso.
Rogerio:
- mas eu irei enfrentar de qualquer maneira.
Soldado:
- por que vai lutar sabendo que vai morrer.
Rogerio:
- eu sou o guerreiro e meu objetivo de vida é lutar.
o soldado se aproxima
o soldado da um chute
ele defende com o braço
Rogerio ataca com a excalibur
corta o braço do soldado
o braço do soldado se regenerar
o soldado da um chute
acerta a barriga do rogerio
Rogerio ataca com a Excalibur
o soldado esquiva
o soldado dar uma joelhada
acerta a cara do Rogerio
Rogerio dar um soco
acerta a cara do soldado
o soldado dar uma joelha
Rogerio defende com os braços
Rogerio se afasta
Rogerio vai ataca com a excalibur
o soldado esquiva
Rogerio ataca de novo com a Excalibur
acerta o soldado causando um corte na frente dele
o soldado dar um chute
o chute acerta a cara de Rogerio
Rogerio cospe o sangue
Rogerio ataca com a excalibur
o Soldado esquiva
ele dar um chute no Rogerio
acerta a barriga de Rogerio
o soldado segura a cabeça de Rogerio com as mãos
o soldado dar uma joelhada
ela acerta a cara de Rogerio
Rogerio enfia a espada na barriga do Soldado
soldado:
- por que você faz isso se é inútil.
a aura de Rogerio estava ao redor do Soldado
Soldado:
- o que?
o soldado tentava se mexer
Soldado:
- o que não estou conseguindo me mover.
Rogerio:
- você vai fica parado.
Soldado:
- maldito.
Rogerio:
- espero que esculte bem.
Soldado:
- o que?
Rogerio:
- vou destruir cada soldado dele que pisar aqui na terra.
Soldado:
- ele não tem medo de você.
Rogerio:
- ele deveria começar a ter medo.
Soldado:
- não me faça.
Rogerio:
- me tira uma duvida.
Soldado:
- o que?
Rogerio:
- por que só tem um soldado aqui.
Soldado:
- pensei que isso já estiver-se claro desde o inicio.
Rogerio:
- fale.
Soldado:
- só vim aqui para fazer o alistamento.
Rogerio:
- então a invasão dele aqui não começou.
Soldado:
- este planeta não tem nada que ele queira.
Rogerio:
- ele só quer soldado?
Soldados:
- exato.
Rogerio fecha os olhos
Rogerio:
- se eu matar você vai começar uma guerra.
Soldado:
- exato.
Rogerio:
- erá o termia.
Soldado:
- pretende se alistar.
Rogerio:
- pretendo não arriscar a vida de todos aqui do planeta.
Soldado:
- se aliste.
a aura de Rogerio estava aumentando
Rogerio:
- uma guerra.
a aura de Rogerio não parava de aumentar.
Rogerio:
- nunca estive numa guerra antes.
a aura não parava de aumentat
Soldado:
- se aliste.
Rogerio:
- a guerra começa agora.
Rogerio solda um poder no soldado pela espada
acontece uma explosão
o Rogerio caiu no Chão
Rogerio:
- tomara que tenha sido o suficiente.
o Rogerio voa
olha para os lados
Rogerio:
- um soldado a menos.
Excalibur:
- quantos soldados você acha que são.
Rogerio:
- não sei
ele olha para cima
Rogerio:
- tenho a impressão que vamos acabar descobrindo.
Rogerio:
- quantos guerreiros do universo eu posso contar com ajuda?
Excalibur:
- 3.
Rogerio:
- só 3?
Excalibur:
- sim.
Rogerio:
- isso vai ter que servir.
Excalibur:
- não se preocupe com eles, eles são fortes.
Rogerio:
- eu sei de mais alguém que pode....
ele fica normal
olha para o Relorgio
Excalibur:
- o que foi?
Relogio:
- o filme.
ele voa muito rápido
chegou na entrado do Shopping
ele foi correndo
Excalibur:
- mais quem pode também nos ajudar.
Rogerio:
- aquele Capitão alguma coisa.
Excalibur:
- eu acho que é capitão fantasma.
Rogerio:
- exato.
Excalibur:
- estamos na beira de uma guerra e você vai ver um filme.
Rogerio:
- é.
Excalibur:
- isso não faz sentido.
Rogerio:
- isto faz todo o sentido.
Excalibur:
- você não deveria enfrentar ele agora.
Rogerio:
- prefiro ver o filme antes.
Excalibur:
- por que?
Rogerio:
- se eu sei que eu vou enfrentar eu quero ter pelo menos me divertido antes.
Excalibur:
- ok.
Rogerio:
- tomara que o filme seja bom.
Excalibur:
- você nem estar preocupado?
Rogerio:
- lógico que estou preocupado, vou me diverti um pouco para depois marta-lo.
ele olha para cima com cara de preocupado



continua

sexta-feira, março 30, 2012

armas do universo: numero:15

estavam lia, Cassandra, Rogerio e Sandra sentados numas cadeiras de restaurante
Lia:
- como estão indo?
Cassandra:
- eu tenho uma palestra no rio grande do sul.
Lia:
- e eles vão pagar bem?
Cassandra:
- eu faço essas palestras não importa o preço.
Lia:
- como esta sendo manter ele.
Cassandra:
- eu não posso ficar cuidando dele o tempo todo.
Sandra:
- enfrentou algum monstro?
Rogerio:
- nesse departamento vou dizer que enfrentei poucos.
Sandra:
- então tem sido um tédio esses dias?
Rogerio:
- eu gosto do tédio.
Sandra:
- você esta brincando?
Rogerio:
- não.
Sandra:
- por que?
Rogerio:
- sempre quando eles aparecem representam o perigo para alguém.
Sandra:
- eu sei que você sempre ira salvar a todos.
Rogerio:
- as vezes não sei se vou conseguir.
Sandra:
- tenho certeza que vai vencer todas as batalhas.
Lia:
- quando você vai lançar o próximo livro.
Cassandra:
- eu ainda não estou inspirada.
Lia:
- ele leu algum dos seus livros.
cassandra vira o rosto por Rogerio
Cassandra:
- você leu algum dos meus livros?
Rogerio:
- sim.
Cassandra:
- qual?
Rogerio:
- é....
ela dar um tapinha de leve no braço dele
Cassandra:
- mentiroso.
Rogerio:
- é que eu não tive tempo.
Cassandra:
- o que de tomar cerveja.
Rogerio:
- é que não sinto muito empolgado em ler coisas com temas feministas.
Lia:
- não te interessa ler um livro todo dizendo como a mulher que deve estar no poder!
Rogerio:
- não.
Cassandra:
- ele nunca leu nada na vida dele.
Rogerio:
- mentira.
Cassandra:
- o que você ler?
Rogerio:
- revista em quadrinho conta.
Cassandra:
- com os herois?
Rogerio:
- sim.
Cassandra:
- deixe as crianças se interessarem por heróis.
Rogerio:
- existem boas historias de heróis.
Cassandra:
- por que não ler algo mais adulto.
Rogerio:
- os temas de algumas revistas já são adultas demais.
Cassandra:
- não vou discuti mais.
Rogerio:
- para min esta bem.
Lia:
- vamos fazer logo o perdido.
uma criatura preta gigante com calda e estava na vista de Rogerio
Rogerio:
- sandra?
Sandra:
- sim.
Rogerio:
- olhe.
ele aponta em direção a criatura longe.
Sandra:
- estou vendo.
Rogerio se levanta
Cassandra:
- o que foi?
Rogerio:
- acho que esqueci minha carteira.
Cassandra:
- mas você disse que pegou.
Lia:
- não se pre...
Sandra cutuca a mãe
Sandra:
- mãe.
Lia:
- o que foi filhinha?
Sandra:
- olhe.
ela aponta na direção da criatura
Lia ver a criatura
Lia:
- entendi.
ela olha para o Rogerio
Lia:
- você pode buscar a sua carteira.
Rogerio:
- não vou demorar.
Rogerio saiu correndo
rogerio entra na casa
ver a excalibur
Excalibur:
- já voltou do encontro.
Rogerio:
- não temos tempo.
Excalibur:
- outro monstro.
Rogerio:
- exato.
ele voa com a armadura completa
chega perto da criatura
Rogerio:
- eu sou o guardião do universo.
criatura:
- eu sou Craker.
Rogerio:
- qual é o seu objetivo?
Craker:
- destruir.
craker solta um berro sônico
Rogerio cobre os ouvidos
Rogerio:
- maldito meus ouvidos.
Craker dar um tapa em Rogerio
o Rogerio caiu no chão
Craker dar um chute no Rogerio
com o impacto o Rogerio voa longe
caiu no quicando duas vezes no chão
Rogerio tenta se levantar
Rogerio sente um tremor e caiu no chão
Rogerio soca o chão
Rogerio:
- droga.
ele olha para o craker
Rogerio:
- vamos se levante.
Craker pisar no Rogerio
Rogerio gritar de dor
craker pisa de novo no Rogerio
quando foi pisar de novo
Rogerio enfia a espada no pé de Craker
Craker chute o rogerio
fazendo o Rogerio rodar no chão
Craker dar mais um berro
Rogerio gritar de dor
Craker segura os pés de Rogerio
ergue o Rogerio
depois joga ele no chão
quando caiu fez uma pequena cratera
Craker deu um sopro forte no Rogerio
com toda a pressão do ar Rogerio não conseguia se mover
Rogerio:
- droga não estou conseguindo me mover.
Craker pisar mais uma vez no Rogerio
Craker:
- acho que já basta.
craker se afasta
Rogerio estava inconsciente
quando acordou não viu a criatura
Rogerio aumentou a aura se recuperando
Rogerio:
- droga.
ele olha para frente
Rogerio:
- será que?
ele voa muito rápido
ver a cidade inteira.
Rogerio:
- ainda bem que ele não atacou a cidade.
Rogerio fica perto do restaurante
ficou na forma normal
ele esconde a excalibur atrás de um arbusto
chega no restaurante
Rogerio:
- achei a minha carteira.
Cassandra:
- como você esqueceu.
Rogerio:
- é que a minha cabeça esta cheio de problemas?
Cassandra:
- sei!
Rogerio senta na cadeira
Sandra:
- como foi?
Rogerio:
- falhei.
Sandra:
- o que?
Rogerio:
- a criatura era mais forte do que eu.
Sandra:
- o que vai acontecer?
Rogerio:
- estou preocupado por que esse é diferente.
Sandra:
- como assim?
Rogerio:
- o objetivo dele erá destruir.
Sandra:
- você?
Rogerio:
- termo que ele queira dizer tudo.
Sandra:
- o que pretende fazer?
Rogerio:
- derrotar-lo na próxima.
Sandra:
- você vai conseguir.
Rogerio:
- sabe o que é pior.
Sandra:
- você foi derrotado mais aposto que conseguira se erguer.
Rogerio:
- não é isso?
Sandra:
- o que é?
Rogerio:
- ele me lembra aquele primeiro desgraçado que apareceu.
Sandra:
- me lembro dele.
Rogerio:
- ele como o outro objetivo era a maldade.
Sandra:
- assim como os outros.
Rogerio:
- a maioria só queria provar uma coisa.
Sandra:
- que poderia vencer você.
Rogerio:
- exato.
Sandra:
- acabe com ele com a mesma determinação como você fez com os outros.
Rogerio:
- é o que pretendo.
Sandra:
- e não perca.
Rogerio:
- não pretendo.
Sandra:
- eu não quero perder meu amigo super-heroi.
Rogerio:
- esse daqui não morre fácil.
Sandra:
- você não vai morrer nunca.
Rogerio pega um pano
e cospe
ele ver que tem sangue nele
Cassandra:
- isto é sangue.
Rogerio:
- não.
Cassandra:
- é sim, deixa eu ver.
ela pega o pano
Cassandra:
- você esta bem?
Rogerio:
- não se preocupe eu estou bem.
Cassandra:
- tem certeza?
Rogerio:
- sim.
Cassandra:
- como foi que isso aconteceu?
Rogerio:
- não se preocupe.
Lia:
- esta bem mesmo?
Rogerio:
- sim.
Lia:
- não se preocupe ele é um homem forte isso não é nada.
Cassandra:
- vou acreditar.
Rogerio:
- não se preocupe.
Cassandra:
- não quero ter que fica cuidando de você.
Lia:
- o que vocês querem?
Rogerio:
- eu vou querer o puré de batatas.
Cassandra:
- uma salada.
Lia:
- a carne assada daqui.
Sandra:
- também o puré de batatas.
Lia:
- ótimo.
Lia levanta o braço
Lia:
- garçom.
o garçom normal vai até eles
Garçom:
- qual vai ser o perdido de vocês.
Lia:
- uma carne assada, uma salada dois puré de batatas.
Garçom:
- ótimo vai sair em um estante.
ele se afasta da mesma
Rogerio:
- eu adoro o puré de batatas daqui.
Lia:
- eu experimentei e não achei muito bom.
Rogerio:
- não tem outro igual é maravilhoso.
Cassandra:
- também não achei grandes coisas.
Lia:
- você que ver se você esta totalmente bem.
Rogerio:
- eu disse que estou.
Lia:
- eu acho que o problema pode atacar de novo.
Lia olha fixamente para um direção
Rogerio olha para a tv
ver que o Craker estava atacando de novo
Rogerio:
- entendi eu vou ver se estou totalmente bem.
Rogerio vai em direção banheiro
Cassandra olha para lia
Rogerio:
- ok ora de sair daqui.
ele sai escondido devagar
ele pega a excalibur
Rogerio saiu correndo
Rogerio:
- achei o problema.
ele fica armadura completa
ele começa a voar
Excalibur:
- algum plano.
Rogerio:
- não ser derrotado.
Excalibur:
- você nunca planeja nada.
Rogerio:
- você sabe que eu sempre luto assim.
Excalibur:
- pode não funcionar para sempre.
Rogerio:
- acho que já não esta funcionando.
Rogerio vai na direção de Craker
Rogerio:
- PARE.
Craker olha para o Rogerio
Craker:
- pensei que tinha acabado com você.
Rogerio:
- pare com que você esta fazendo?
Craker:
- não vou parar até destruir com tudo.
Rogerio:
- o pior é que você me lembrar alguém.
Rogerio se lembra da Sandra sendo atacada pela primeira criatura
Rogerio:
- me lembra e muito ele.
a aura de Rogerio não parava de aumentar
Rogerio:
- naquele dia fiz um promessa.
Rogerio fecha o punho com força
Rogerio:
- QUE ACABARIA TODOS PARECIDOS COM ELE.
Craker dar o berro
Rogerio voa em para cima
vai na direção de Craker
Rogerio ataca com a excalibur
faz um grande corte em Craker
Craker dar um sopro forte
Rogrio cresce uma bola de energia com a mão
solta no sopro
ela explode
dissipando todo o ar do sopro
Rogerio chega perto do Craker
Craker deu tapa no Rogerio
o Rogerio caiu no chão
Rogerio voa o mais rápido possível
Craker solta um berro mais forte
Rogerio tampo os ouvidos
Rogerio:
- droga todo esse barulhe esta me incomodando.
Craker vai dar um tapa no Rogerio
Rogerio ver a mão de Craker
Rogerio ataca com a excalibur
ele faz um corte na mão de Craker
o Craker se afasta
Craker:
- minha mão.
Rogerio:
- daqui a pouco vai ser a sua cabeça.
Rogerio se apróxima
Craker dar um sopre que solta uma forte ventania
Rogerio:
- essa ventania esta mais forte.
Rogerio estava fazendo uma aura
Rogerio:
- não posso deixar que ele possa machucar meus amigos.
o Rogerio estava sendo empurrando pela ventania
Rogerio:
- esse golpe esta mais forte
ele lembra da Sandra
Rogerio:
- eu fiz uma promessa á uma amiga.
a aura de Rogerio estava aumentando
Rogerio:
- e eu NÃO VOU QUEBRAR A PROMESSA.
Rogerio vai na direção de Craker
Chega perto da barriga de Craker
ele ataca com Excalibur
faz um grande corte nele
Craker gritar de dor
Rogerio:
- VOCÊ ESTA GOSTANDO DESSA DOR.
Craker:
- o que?
Rogerio:
- você gosta da dor.
Craker:
- maldito.
Rogerio:
- por que é só isso que a destruição traz é a dor.
Rogerio vai na direção dele
Craker solta um raio pela boca
atinge o Rogerio
ele caiu no Chão
Craker:
- eu não te escutei.
Craker pisar no Rogerio
Craker:
- pode repetir.
Craker pisa de novo no Rogerio
Craker:
- você é patético.
Craker gritar de dor
Rogerio estava fazendo muito cortes no Pé de Craker
Craker se afastou
Craker grita de dor
ele caiu no chão
Rogerio:
- eu vou repetir isso de novo.
Rogerio vai na direção de Craker
Craker ataca com a cauda
a cauda acerta o Rogerio
ele caiu no Chão
Rogerio:
- vamos se levanta isso não foi nada.
Rogerio olha para o Craker
Rogerio:
- vamos isso não foi nada vá até ele.
Rogerio voa
vai na direção de Craker
Craker solta um raio pela boca
Rogerio se esquiva do raio
Rogerio:
- não desta vez.
a cauda acerta o Rogerio
com a pancada o Rogerio se afasta
Rogerio:
- como você caiu de novo no mesmo golpe.
vai na direção de craker
ele estava vendo a cauda
o raio de craker acerta o Rogerio
ele leva um choque
a cauda de Craker acerta o Rogerio
ele caiu no chão
Rogerio soca o chão
Rogerio:
- droga você esta se fazendo de idiota.
Excalibur:
- seria uma boa hora para ter um plano.
Rogerio:
- Você acha que eu não sei disso?
Excalibur:
- alguma coisa?
Rogerio:
- como eu disse o mesmo plano de antes.
Excalibur:
- acabar com ele.
Rogerio:
- exato.
Exclibur:
- assim você vai ser morto.
Rogerio:
- me diga algo que não sei!
Excalibur:
- espertinho.
Rogerio:
- tive um plano.
Excalibur:
- qual é?
Rogerio:
- simplesmente continue o que você estava fazendo.
a aura de Rogerio estava aumentando
Rogerio:
- vamos você pode mais.
estava aumentando a aura
Rogerio:
- vamos não é só isso.
Excalibur:
- se eu lhe dar todo o meu poder e você fracassar.
Rogerio:
- eu sei provavelmente eu morrerei.
Excalibur:
- espero que você tenha um bom plano.
Rogerio:
- eu também.
a aura de Rogerio aumentou e muito
Rogerio:
- AGORA.
Rogerio voou muito rápido
atacou com a excalibur a cauda de Craker
cortou ela
o raio de Craker estava se apróximando
o Rogerio esquivou
foi na direçãp de Craker
Craker começa a se levantar
Craker:
- maldito.
Craker foi dar um tapa no Rogerio
Rogerio se esquiva
Rogerio ataca com a excalibur a mão do Craker
corta a mão de Craker
Craker:
- o que?
Rogerio vai para cima
Rogerio:
- MORRA CRIATURA INFERNAL.
Rogerio solta uma rajada de energia de cima para baixo
Craker:
- não.
o raio atravessa o Craker
Craker:
- não pode ser.
Craker:
- não sinto nada.
Craker olha para o Rogerio
Craker:
- o que você é?
Rogerio:
- um guardião do universo.
Craker:
- entendo.
o craker é divido no meio
Rogerio chorar
Rogerio dar um grito de raiva
Excalibur:
- o que foi?
ele foi numa das partes do Craker
ficava atacando com Excalibur
Excalibur:
- o que esta havendo?
Rogerio cravou a excalibur no chão
ficou dando socos no craker
Excalibur:
- o que foi?
Rogerio:
- DROGAAA.
Excalibur:
- o que esta havendo com você?
Rogerio:
- se Cassandra a Sandra e Lia tiver-sem morrido.
Excalibur:
- você teve sorte.
Rogerio:
- não posso fica dependendo da sorte o tempo todo.
ele fica de joelhos
Rogerio:
- não sirvo para ser um dos cavaleiros.
Excalibur:
- você venceu.
Rogerio:
- você não entende eu perdi.
Excalibur:
- mais se ergueu.
Rogerio:
- Craker me derrotou.
Rogerio dar um soco no chão
Rogerio:
- eu matei ele mais ainda tenho o sentimento de que ele me derrotou.
Excalibur:
- vamos se recomponha você tem que honrar os seus antecessores.
Rogerio:
- quem erá mesma a pessoa antes de min.
Excalibur:
- o Rei Artur.
Rogerio:
- e eu me tornei o substituto do rei Artur.
Excalibur:
- exato.
Rigorio:
- nunca vou ser um grande guerreiro como ele foi.
Excalibur:
- tem razão você não vai ser tão grande quanto ele.
Rogerio:
- obrigado!
Excalibur:
- você vai ser tão grande quanto ele.
Rogerio:
- ROGERIO O GUERREIRO DO UNIVERSO.
Excalibur:
- é exatamente isso que você é.
Rogerio:
- ainda é difícil para min de acreditar que você é realmente a excalibur.
Excalibur:
- lembrar-se todas lendas começam pequenas.
Rogerio:
- sinceramente por que me escolheu.
Excalibur:
- o que?
Rogerio:
- antes de você aparecer eu gostava e muito da minha vida de vagabundo.
Excalibur:
- eu escolhe você por que vi você enfrentando a morte sem ter medo dela isso é digno de um grande guerreiro.
Rogerio:
- obrigado por me animar.
Excalibur:
- de nada.
ele pega a excalibur
Rogerio:
- que você continue a me ajudar.
ele voa
foi até a casa
colocou a excalibur na cama
Rogerio:
- por enquanto não vou precisar de você.
ele entrou no restaurante
sentou na cadeira onde estava a Lia, Cassandra e Sandra
Cassandra:
- demorou muito você está bem.
Rogerio:
- agora estou.
Lia:
- tá tudo ok mesmo?
Rogerio:
- sim.
o Garçom chegou com as comidas
Rogerio:
- finalmente.
todos estava felizes


continua

domingo, março 11, 2012

armas do universo: numero:14

Rogerio estava deitado na cama
ficava olhando para o teto
Rogerio:
- eu sei que eu tinha uma coisa para fazer mais não me lembro o que?
a uma batida na porta
ele olha na janela e esta escuro
Rogerio:
- quem pode ser?
ele olha para a excalibur
Rogerio:
- será que é alguém perigoso?
Excalibur:
- se fosse alguém perigoso essa pessoa não simplesmente bateria na sua porta.
Rogerio:
- você tem razão.
ele vai até a porta
Rogerio:
- quem é?
Cassandra:
- Sou eu cassandra.
Rogerio:
- ok, entra.
ele abre a porta para ela
ela entra depois dar um tapa na cabeça dele
Rogerio:
- talvez eu precise da ajudar da Excalibur?!
Cassandra:
- o que?
Rogerio:
- o que foi isso?
Cassandra:
- você não foi para a reunião.
Rogerio:
- que reunião?
Cassandra:
- das feministas.
Rogerio:
- erá isso.
Cassandra:
- por que você não foi?
Rogerio:
- porque esqueci.
Cassandra:
- você anda esquecendo e muito as reuniões.
Rogerio:
- eu não fico muito confortável em um lugar com muitas mulheres que odeia homens.
Cassandra:
- você foi nas outras vezes.
Rogerio:
- eu prometo não esquecer na próxima.
Cassandra:
- espero que não.
Rogerio:
- quer uma cerveja.
Cassandra:
- sim.
ele beija ela na boca
Rogerio:
- já vou pegar.
ele vai até a geladeira e pega as cervejas.
Rogerio:
- quando é que vai ser?
Cassandra:
- no próximo sábado.
Rogerio:
- ok.
ele entrega a cerveja para ela.
Rogerio:
- estarei lá.
Cassandra:
- ok.
No próximo sábado
rogerio estava sentado e olhando para a tv com Excalibur no lado
Rogerio olha para janela
estava de manhã
Rogerio:
- hoje não posso me esquecer.
Excalibur:
- por que você esta esquecendo isso ultimamente.
Rogerio:
- por que com tantas coisas acontecendo na minha vida.
Excalibur:
- sei como fica vendo tv o tempo todo.
Rogerio:
- COMO DERROTAR AS CRIATURAS MAIS FORTES DO UNIVERSO.
Excalibur:
- não precisar gritar.
Rogerio:
- pare de reclamar.
ele ver uma reportagem com um homem de ferro com uma espada voando
Rogerio:
- coisa do outro mundo.
ele pega a excalibur
Rogerio:
- temos que ver isso.
Excalibur:
- finalmente um trabalho.
ele voa com a armadura completa
Rogerio:
- vamos resolver isso rápido.
ele voa até a criatura
ele ver que a espada tem um circulo com 10 bolas de cristal
Rogerio:
- quem é você?
Criatura:
- Steel.
Rogerio:
- só pode esta brincando?!
Steel:
- quem é você?
Rogerio:
- eu sou um Guerreiro do universo.
Steel:
- vim aqui matar você.
Rogerio:
- eu não posso dizer que estava surpreso.
Steel vai na direção de rogerio
ele ataca com a espada na direção de rogerio
ele defende com a excalibur
se afasta um pouco de Steel
Steel se aproxima de novo
ele enfia a excalibur na barriga de Steel
Steel:
- droga.
uma das bolas de cristal é destruída
e o Steel desaparece
Rogerio:
- tenho que dizer que essa foi fácil.
ele volta para a casa e estava normal
Rogerio:
- vou comemorar essa vitoria fácil bebendo cerveja.
ele berbe as cervejas
ele estava na cama dormindo
alguém bate na pota
Rogerio:
- quem será?
ele bate a mão na testa
Rogerio:
- CASSABDRA.
Ele corre até a porta
abre a porta
a cassandra entra na casa dele com raiva
Rogerio:
- eu acho que eu já sei o motivo.
Cassandra:
- não acredito que você se esqueceu de novo.
Rogerio:
- isso pode acontecer com qualquer um.
Cassandra:
- não acredito.
Rogerio:
- juro que ná próxima vez eu consigo na hora.
Cassandra:
- tai uma coisa que duvido.
Rogerio:
- confia em min.
ele beija ela na boca
Rogerio:
- prometo.
ele estava dormindo
acordou e foi direto para a tv
ele viu no noticiário que ainda erá o mesmo sábado
Rogerio:
- o que?
ele olha para janela
ver a luz do sol
Rogerio:
- tem alguma coisa errada.
ele vai até a direção da excalibur
Rogerio:
- Excalibur.
Excalibur:
- o que?
Rogerio:
- estamos revivendo o mesmo dia.
Excalibur:
- impossível.
rogerio via mais noticias
depois voltou para o quarto
Rogerio:
- nós estamos revivendo o mesmo dia.
Excalibur:
- este tipo de coisa não existe.
Rogerio:
- seja lá o que for esta acontecendo.
ele ver no noticiário a criatura
Rogerio:
- você só pode estar brincando.
ele voa com a armadura completa
chega perto de Steel
ele ver que circulo na espada de steel só tinha 9 cristais
Rogerio:
- tem alguma coisa errada.
Excalibur:
- o que?
Rogerio:
- eram dez cristais na espada dele.
Steel dar risada
Rogerio:
- o que foi?
Steel:
- então você percebeu.
Rogerio:
- o que?
Steel:
- que alguma coisa esta diferente.
Rogerio:
- sim.
Steel:
- ela tem o poder de ficar repetindo o dia, uma, outra e outra vez até acabar.
Rogerio:
- nada vai mudar vou derrotar você do mesmo jeito.
Steel:
- embora tudo pareça do mesmo jeito, tem algumas coisinhas que fazem a diferença, como...
ele desaparece por um segundo
Rogerio:
- o que?
ele recebe um corte
Rogerio gritar de dor
o Steel aparece
Rogerio:
- mais como, nem conseguir ver os movimentos.
Steel:
- cada vez que eu morro eu me torno mais forte.
Rogerio:
- com que frequência você morre?!
Rogerio aumenta a aura em volta dele
ele vai com exaclibur
ataca com a excalibur
Steel simplesmente se afasta
ataca de novo com a excalibur
Steel se afasta de novo
Rogerio abre a mão
Steel:
- o que?
o Rogerio lança uma bola de energia
ele esquiva da bola de energia
Rogerio aumentou a aura cada vez mais
Rogerio:
- tenho que acabar com isso.
ele voa muito rápido
faz com corte profundo no Steel com a excalibur
Steel:
- droga.
Rogerio lança uma bola de energia
acerta o Steel causando uma explosão
ele chega perto do Steel
enfia a excalibur no peito de Steel
Rogerio:
- até a próxima.
ele retira a espada
ele se afasta
ver o Steel cair
um dos cristais estoura
Rogerio:
- a pior parte é saber que isso não acabou.
ele voa
na casa ele esta no sofa ao lado da excalibur
Rogerio:
- droga.
Excalibur:
- o que foi?
Rogerio:
- nós vamos ficar repetindo o mesmo dia até que acabe.
ele olha para cima
Rogerio:
- quanto falta para o ultimo sábado?
Excalibur:
- eu pensava que você sabia.
Rogerio:
- estou lembrado falta umas oito.
Excalibur:
- tem certeza.
Rogerio:
- eu tenho que saber quando vai ser válido ir para lá.
Excalibur:
- onde?
Rogerio:
- a convenção da Cassandra.
Excalibur:
- acho que você deve ir em todas as repetições de sábado.
Rogerio:
- por que?
excalibur:
- para você se acostumar e não se esquecer no dia.
Rogerio:
- droga.
Excalibur:
- o que foi?
Rogerio:
- é que provavelmente eu vou fica escultando ela reclamando mais uma vez.
Excalibur:
- provavelmente sim.
Rogerio:
- então é melhor eu não esquecer disso.
ele ficou na cama olhando o teto
ele esculta uma batida na porta.
Rogerio:
- ou droga.
de manhã
Rogerio:
- legal sábado de novo.
Excalibur:
- como você é burro.
Rogerio:
- eu sei.
Excalibur:
- como você faz a mesma bestéria de novo?
Rogerio:
- isso eu não sei.
Excalibur:
- você sabe o que tem que fazer?
Rogerio:
- tentar aparecer no horário.
Excalibur:
- não estou falando disso.
Rogerio:
- da criatura?
Excalibur:
- exato.
Rogerio:
- não sei.
ele pega a Excalibur
Rogerio:
- não sei como ele vai atacar agora.
ele olha para fora
Rogerio:
- só sei que termos que derrota-lo mais uma vez.
Excalibur:
- exato.
Rogerio voa com a armadura completa
ele ver o Steel
Rogerio:
- ola de novo.
Steel:
- ola guerreiro do universo.
Rogerio:
- vamos acabar com isso.
ele vai com a excalibur
ataca com ela
ele defende com a espada
Rogerio:
- você já não esta tão rápido.
Steel:
- você esta enganado.
dois cortes aparecem na perna de rogerio
Rogerio:
- o que?
Steel:
- as minhas habilidades não desaparecem.
Rogerio:
- posso ver agora.
Steel aponta a espada para ele
dela solta um raio
acerta o ombro de rogerio atravessando-o
Rogerio:
- maldito.
ele atira mais uma vez o poder
Rogerio esquiva
Steel aparece perto do Rogerio
Rogerio:
- droga.
Steel lança um raio da espada
acerta o braço de Rogerio
Rogerio grita de dor
Rogerio:
- maldito.
Rogerio se vira para o Steel
Lança uma bola de energia da mão
Steel es esquiva da bola de energia
Rogerio tomou velocidade
tentou atacar ele com Excalibur
Steel consegue esquivar
Rogerio aumenta a aura dele
Steel ataca com a espada
Rogerio consegue defender com a Excalibur
Rogerio dar um sorriso
Steel:
- o que foi?
Rogerio:
- finalmente vir o golpe.
Steel:
- Desgraçado.
Steel ataca de novo com a espada
Rogerio defende com a excalibur
Rogerio dar um soco no Steel
Steel se afasta.
Rogerio:
- não posso deixar ele se afastar.
Rogerio atacou com a excalibur
Steel defende o ataque
Rogerio dar um soco no Steel
Steel tenta se afastar
Rogerio ataca com a excalibur
o golpe acerta o Steel
Rogerio concentra uma energia na mão
solta um bola de energia
solta na cara de Steel
acontece uma explosão
Steel:
- o que você fez maldito
Rogerio:
- eu acho que já esta bem na cara o que estou fazendo?
Ele enfia a excalibur no peito de Steel
Steel:
- não pode ser.
Rogerio:
- até a próxima.
uma das esferas desaparece da espada de steel desaparece
o Steel desaparece
Rogerio:
- gostaria que isso não acontecer-se de novo.
Excalibur:
- por enquanto não temos muita escolha.
Rogerio:
- eu sei disso.
Excalibur:
- tem algum plano para amanhã.
Rogerio:
- não.
Rogerio ficou na casa dele deitado na cama
Rogerio:
- de uma coisa eu tenho certeza que aquele desgraçado vai estar cada vez mais forte.
Excalibur:
- mesmo assim não tem nada em mente.
Rogerio:
- não posso planejar nada sem saber do que mais ele pode fazer.
Excalibur:
- então é melhor estar preparado.
Rogerio:
- eu vou estar.
a uma batida na porta
Rogerio:
- quem pode ser agora?
ele bate na testa
Rogerio:
- não pode ser.
o dia amanheceu
Rogerio:
- mais uma vez é sábado.
Excalibur:
- lembrar-se não vá sem um plano.
Rogerio:
- acho que finalmente um ideia veio na minha cabeça.
Excalibur:
- você poderia me dizer?
Rogerio:
- vou tentar atacar com tudo de uma vez para ele não ter tempo de reação.
Excalibur:
- isso vale apena arriscar.
Rogerio sai do prédio voando
ele veste a armadura completa
Rogerio:
- vamos como eu te falei.
a aura de Rogerio começa a aumentar
Rogerio:
- vamos aumente ainda mais.
ele estava começando avoar o mais rápido possível
Rogerio:
- vamos eu sei que esse não é o máximo.
ele estava indo cada vez mais rápido
Rogerio:
- vamos pegar o desgraçado.
ele estava vendo o Steel
Rogerio estava segurando a Excalibur com mais força
Rogerio:
- vamos Excalibur não me falhe essa vez.
Rogerio ataca com a excalibur
faz um grande corte nas costas de Steel

Rogerio dar um outro ataque
o Steel defendo o golpe com a espada
Steel empurra o Rogerio
Rogerio para no ar
Rogerio fica com a mão estendida
ele faz crescer uma bola azul de energia
ele dispara a bola azul de energia
Steel consegue se esquivar
um dragão vermelho estava se aproximando de Rogerio
Rogerio:
- de onde veio esse desgraçado.
Rogerio cresce a aura e muito
ele faz um corte no dragão
o dragão é dividido no meio
um raio vai em direção ao Rogerio
o raio corta fura o ombro dele
Rogerio gritar de dor
se vira para o Steel
Rogerio:
- maldito.
Rogerio vai em direção ao Steel
Steel desaparece por um segundo
ele ataca a perna de Rogerio com um golpe de espada
Rogerio:
- maldito.
ele foi em direção ao Steel
Rogerio ataca com excalibur
faz um corte na frente de Steel
Rogerio:
- não vai escapar maldito.
o dragão morde a perne de Rogerio
Rogerio:
- como?
Steel:
- eu agora consigo invocar dragões.
Rogerio:
- droga.
Steel:
- esta gostando do fato que eu fique mais forte.
Rogerio:
- estou adorando.
ele ataca o dragão com a Excalibur
ele corta a cabeça do dragão
ele ver a perna toda ferida
Rogerio:
- conseguiu me ferir e muito.
Steel:
- não vou parar até eu matar você.
Rogerio:
- então venha.
Steel:
- o que?
Rogerio:
- eu disse venha me matar.
Steel:
- se você quer morrer vou fazer o que você quer.
Steel vai na direção de Rogerio
ele ataca com a espada
Rogerio segura a espada com a mão
a mão de Rogerio estava sangrando
Steel:
- você é maluco.
Rogerio dar um sorriso.
Rogerio:
- maluco é você por querer atacar um guerreiro do universo.
Steel:
- o que você pretende.
Rogerio:
- te matar.
Steel:
- eu só retornarei mais forte.
Rogerio:
- eu quase cair nessa.
Steel:
- o que?
Rogerio:
- o problema é que não é uma coisa natural não é.
Steel:
- não, não é.
a aura de Rogerio estava aumentando o aura
Steel:
- soltar ele.
Rogerio:
- vou acabar com todos os problemas de vez.
a aura não parava de aumentar
Steel:
- pare seja lá o que for que você esta fazendo.
a aura não parava de aumentar
Steel:
- pare.
os cristais da espada estavam estourando
Steel:
- não pode ser.
estavam continuando estourando
Steel:
- você não sabe o que esta fazendo?
Rogerio:
- você não sabia o que você estava fazendo desde quando veio aqui
todos os cristais estouraram
Rogerio larga a espada
Rogerio:
- e agora você vai pagar.
Steel:
- droga.
Rogerio:
- por todas reclamações que eu tive de escultar por sua causa.
Steel:
- o que?
Rogerio atacou com a excalibur
Steel escapou de ultima hora
Steel:
- do que você estar falando?
Rogerio:
- não importa.
ele voa em direção ao Steel
ataca com a excalibur
Steel defende com a espada
Steel dar um chute no Rogerio
Rogerio cospe sangue
Steel:
- você pode ter acabado com uma vantagem minha, mas você não vai vencer.
Rogerio aparece no lado de Steel
Rogerio:
- ainda estou usando todo o meu poder.
o Steel recebe um golpe no braço
Rogerio:
- tente relaxar quando a luta acabar.
Steel:
- bom conselho.
um raio saiu da espada de Steel
passou perto de Rogerio
Rogerio:
- quase.
Steel ataca com a espada
Steel faz um pequeno corte no Rogerio
Rogerio se afasta
Steel se apróxima
Rogerio:
- não de novo.
Rogerio é puxado para baixo
um Dragão estava segurando a perna dele.
Rogerio:
- você não odeia quando isso acontece, você esta trabalhando e vem um dragão agarra a sua perna!
Rogerio faz crescer uma bola de energia
Rogerio:
- você é um péeee.....
Steel dar um corte das costas de Rogerio
Rogerio:
- maldito.
Rogerio grita de dor
Rogerio:
- dragão maldito.
Rogerio enfia a excalibur no nariz do dragão
Rogerio:
- toma isso dragão desgraçado.

o dragão larga a perna de Rogerio
Steel ataca com a espada
Rogerio defende com a excalibur
Steel se afasta
Rogerio solta uma bola de energia
Steel esquiva
Steel vai em direção ao rogerio
Rogerio vai rápido para cima
Steel:
- o que?
Rogerio solta uma bola de energia
ela acerta o Steel
causando um explosão
Rogerio:
- morra de vez.
Steel:
- você é que vai morrer primeiro.
ele saiu da fumaça
Rogerio:
- droga.
Steel desaparece
Rogerio:
- droga cada você.
ficava olhando de um lado para o outro
Rogerio:
- onde esta você?
Steel estava vindo na direção dele
Rogerio:
- finalmente estou vendo.
Steel ataca com a espada
Rogerio defende com a excalibur
Rogerio:
- você ficou lento!
Rogerio dar um soco no Steel
Steel se afasta
Steel:
- não fiquei lento.
Rogerio:
- ou então eu fiquei rápido.
Rogerio voa muito rápido
passa direto do Steel
Steel:
- o que você esta fazendo?
Rogerio:
- ainda estou na duvida.
Steel:
- o que?
Rogerio:
- acho que você ficou lento.
um corte apareceu na frente de Steel
Steel:
- não pode ser.
Rogerio:
- acho que eu fiquei mais rápido.
Steel:
- como você me atacou?
Rogerio:
- com a Excalibur!
Steel:
- sem eu ter percebido.
Rogerio:
- eu não acabei de falar que estava na duvida.
Steel:
- maldito.
Steel vai na direção de Rogerio
ataca com a espada
Rogerio simplesmente esquiva
Rogerio:
- você não fica com o poder?
Steel:
- o que?
Rogerio:
- quando ela é destruída os poderes dela são absolvidos.
Rogerio dar um risada
Steel:
- por que você esta rindo.
Rogerio:
- do quanto você é patético.
Steel:
- o que?
Rogerio:
- você depende da sua arma para me vencer.
Steel:
- você esta vendo que ela não esta destruída.
Rogerio:
- você não entende?
Steel:
- o que?
Rogerio:
- isto é só uma espada o que realmente importava eram os cristais.
Steel:
- você não sabe de nada.
Rogerio:
- isso esta se comprovando agora.
Steel:
- você não sabe de nada.
ele vai com a espada.
Rogerio:
- você pretende me atacar com uma espada normal.
Steel estava se aproximando
Rogerio:
- enquanto eu tenho a excalibur.
Ele ataca com a espada
Rogerio aumenta a aura
Rogerio defende com excalibur
a excalibur quebra a espada
Steel:
- não pode ser.
a espada de Steel é absolvida por ele
Rogerio:
- o que?
Steel:
- o que esta havendo comigo?
Rogerio:
- você não sabe?
Steel:
- não.

Steel grita de dor
Rogerio:
- o que foi?
o Steel começa a fica vermelho
Rogerio:
- o que?
Steel:
- estou sentindo todo o poder da espada.
Rogerio:
- ou droga.
Steel:
- vou destruir você.
Rogerio:
- não.
ele lança um raio verde no Rogerio
Rogerio vai até o chão
Rogerio:
- droga eu achando que tinha me livrado de um problema.
Steel aparece perto
dar um soco no rogerio
o Rogerio bate em uma parede destruindo ela
Rogerio estava no chão
Steel dar um chute no Rogerio
ele lançado uns 10 metros com o chute
ele bate forte no chão
Rogerio:
- estou começando achar que destruir a espada foi uma má ideia.
Steel:
- errado.
Steel pisa no Rogerio
Steel:
- ter me irritado foi o seu pior erro.
Rogerio:
- sinto muito!
Steel:
- engraçado.
Steel pisa no Rogerio de novo
Steel:
- estou mais forte do que nunca.
Steel grita de dor
Steel:
- o que?
Steel fica sentindo dor
Steel:
- o que esta havendo?
Rogerio:
- e eu é que sei!
uma energia estava ao redor de Stee
Steel:
- não estou conseguindo me controlar.
o poder em volta do Steel estava aumentando.
Rogerio:
- entendi.
Steel:
- o que?
Rogerio:
- o preço de usar a sua arma é a vida.
Steel:
- não pode ser eu estava vencendo.
Rogerio:
- você já perdeu.
o poder não parava de aumentar
Steel:
- não estou controlando.
Rogerio olha para a cidade
Rogerio:
- acho que sei o que esta havendo.
Steel:
- o que?
Rogerio:
- você vai explodir.
Rogerio olha ao redor
Rogerio:
- e isto não pode acontecer na minha cidade.
Rogerio vai direção de Steel
segura o braço dele
Steel:
- não.
Rogerio:
- vamos.
Rogerio leva voando o Steel
Steel:
- pare.
Rogerio:
- arriscando a vida de pessoas inocentes nem pensar.
Steel:
- você vai morrer.
Rogerio:
- espero que hoje não.
a energia dele estava aumentando
Steel:
- morra.
acontece uma explosão forte
o Rogerio caiu na terra
ele estava desacordado
ele abre os olhos
Rogerio:
- espero que não seja mais preciso enfrentar ele de novo.
Rogerio estava na casa vendo tv
Rogerio:
- que dia.
Excalibur:
- espero que isso não se repita.
Rogerio:
- sempre vai aparecer outro querendo me matar.
Excalibur:
- estou falando da repetições de dias.
Rogerio:
- tem razão e eu não...
Excalibur:
- o que foi?
Rogerio:
- ou droga.
Excalibur:
- O QUE FOI?
Rogerio:
- tenho que na convenção.
Rogerio pega a excalibur
Rogerio:
- espero que com você eu chegue a tempo.
Rogeriu saiu voando
estava com a armadura completa
foi em direção ao salão
ele entra na no salão esta a cassandra falando
Rogerio senta numa fileira
a sandra ver o Rogerio
Sandra:
- ola.
Rogerio:
- oi.
Sandra:
- faz tempo que não via você na convenção.
Rogerio:
- estive ocupado.
Sandra:
- mas você não trabalha.
Rogerio:
- e matar as criaturas mais perigosas do universo não é trabalho?
Sandra:
- tem razão.
Cassandra ver o Rogerio e dar um sorriso
Rogerio tambem dar um sorriso