quinta-feira, janeiro 09, 2014

A demônio do vestido vermelho

Eu noto uma mulher de cabelos grandes, e loiros com uma beleza descomunal, ela era de tirar o folego e isso pode ser literalmente, pois tenho um teoria que ela é uma demônio succubus, sou uma pessoa observadora, apesar de falar com ninguém bar, além do bar-man para pedir a cerveja.
Gosto de vim para o bar, fica pensando na vida, apesar de não falar com ninguém, mesmo olhando de relance, sempre memorizo os rostos, por que penso que é um succubus, ninguém dar cima dela, ela é que dar em cima dos homens e mulheres, por que os dois sexos, para uma demônio carne humana, tem o mesmo gosto não importa o sexo.
Outro motivo por achar isso, por que algumas pessoas que vinham aqui diariamente, simplesmente desaparecem de sair com ela, quando mais feio a pessoa, mais fácil dela seduzir, cada dia que passa fico achando isso,algumas vezes vejo a pessoa com quem ela tinha saído antes dada como desaparecida, até que um dia, ela vem na minha direção.
- ola.
- oi - respondo a ela.
- qual o seu nome?
- Roger e o seu?    
- Angela.
- me diga você quer fazer sexo comigo?
Primeiro fiquei sem resposta, depois eu disse.
- sim, mas antes....quer uma maçã?
- uma maçã?
- não se preocupe, você vai gostar.
Tiro da minha mochila uma maçã, ela estranha e depois come, a cara dela de felicidade era grande, como se ela tiver-se um orgasmo na minha frente, eu vi um pouco do chifre dela aparecendo e voltando, ela diz.
- é muito bom.
- agora seria uma boa, na minha casa ou na minha.
Formos na minha casa, fizemos sexo, foi maravilhoso, ela era mesmo uma demônia succubus, até demonstrou as assas, o importante que sobreviver, para os demônios a maçã é a comida mais deliciosa de todos os tempos, que pena que poucos tem noção disso.
A é como fiquei sabendo disso, tem uma boate com demônios em forma feminina, com corpos formosos, onde os homens transam com demônios e eu frequento o lugar, lá tem succubus, elas dão dicas, de como fazer sexo com a succubus e não ser morto no meio.
Posso contar mais sobre a boate mas isso é historia para outro dia.


                                                                    FIM

Nenhum comentário: