sexta-feira, outubro 20, 2017

O sol verde :parte:02

fonte da imagem:Toca da Cotia

Para a confusão dele, ela começou a rir e ficou dançando, isso o deixou confuso, depois de ver ela direito, viu que nela não tinha nenhum corte, então imediatamente ele entrou no carro.
Ao ver a garota direito, notou que ela era a garota com quem ele perdeu a virgindade, é uma garota chamada Jessica, era uma garota estudiosa, sonhava em sair da cidade e conhecer o mundo.
Não soube o que fazer quando viu uma pessoa que gostava naquele estado, ainda tinha uma coisa que não conseguia tirar da cabeça, é quem é o autor do "o sol verde" , o que tem nesse livro para deixar uma pessoa sã desse jeito.
Continuando a andar de carro, viu na estrada um homem e uma mulher mortos no chão, saiu do carro para ver o que aconteceu, quando chegou perto notou que o homem estava com cinco facadas nas costas, a mulher estava com a garganta cortada, viu que a faca estava perto dela.
Foi de carro em direção para a delegacia, quando entrou na delegacia viu um guarda lá dentro, só que ele estava rindo histericamente, chegou perto dele.
- Seu guarda - disse o Roberto.
- Sim o que foi?! - disse o delegado com um tom de alegria.
- Quero relatar que vi dois corpos mortos na rua no chão da estrada.
- Não se preocupe, eles provavelmente foram iluminados.
- Você está dizendo que eles leram "o sol verde"?
- Sim, você acertou.
- Mas quem escreveu o sol verde.
O guarda novamente deu uma risada, depois ele começa a chorar, então apontou a arma para a própria cabeça, depois atirou, daí o Roberto dar um grito, vai andando para trás e caiu.
Se levantou, estava tentando se recuperar, entrou no carro e foi em direção ao bar, quando entrou no bar, viu algumas pessoas com os braços sangrando, com cacos de vidros na pele deles.


Veja a parte anterior: parte 01

quinta-feira, outubro 19, 2017

O sol verde :parte:01


fonte da imagem:Toca da Cotia

Uma coisa que a família do Roberto Sílas fazia era ir à cidade do interior da mãe, mesmo adulto continuou indo a tal cidade, visitando todos os anos.
Estava de carro, na estrada já conseguia ver a cidade de longe, já estava com um sorriso no rosto, lembrando-se de todos os momentos feliz que teve lá.
Estava indo no tempo das festividades, um tempo que ele aproveitou e muito quando era jovem, ficando com uma garota e perdendo até a virgindade.
Uma coisa sobra à vida dele, é que anda muito infeliz no trabalho, o chefe do trabalho dele não reconhece o esforço dele, Roberto é um vendedor de carros, também não anda bem no quesito de namoro, sempre os relacionamentos acabam num de cinco a seis meses.
Todos esses motivos são mais do que o suficiente, para aproveitar as festividades da cidade, para pelo menos por um momento ele possa ser feliz.
Quando estava na cidade, viu uma mulher com o vestido branco, coberta de sangue, com rosas nas mãos e dançando. Imediatamente parou o carro, saiu em direção a ela.
- Você está bem? - Disse o Roberto.
- Como não poderia está? - Disse a mulher.
- Você está coberta de sangue.
- Não se preocupe está tudo bem.
- Acho que você deveria ir para um hospital.
- Não se preocupe estou iluminada, então está tudo bem.
- Iluminada?
- Sim, eu li um livro que mudou a minha vida.
- É algum tipo de livro religioso?
- Eu li "o sol verde".
- "O sol verde" quem foi que escreveu?

quarta-feira, outubro 18, 2017

O homem que não quer acordar parte: Final


  Ela ver o Laten deitado com o aparelho na cabeça, com um sorriso ela saiu de lar, mais tarde enquanto estava indo para casa decidiu ver a menina, a doutora estava feliz vendo ela bem.

                                                                  Fim.


Veja a pate anterior:parte 01,parte 02,parte03,parte 04, parte 05, parte 06, parte 07

terça-feira, outubro 17, 2017

O homem que não quer acordar parte:07


  Uma casa ao lado aparece.
  - Você está mentindo.
  - Sim estou, mas sabe aqueles tipos de situações que a pessoa pede para não pensar em algo e é justamente nesse algo que a pessoa acaba pensando, acontece que quando eu falei que encontrei a primeira coisa que passou pela sua cabeça, foi o local onde ela estava, por mais que queira evitar este tipo de pensamento ela via ficando mais forte. Então já estou até.
  - Nãaa...
  Ela injeta a injeção em se mesma, então ela acorda e chama o assistente.
  - Diga que ela está na casa do lago.
  Depois na sala dela ficou andando de um lugar para outro, então o assistente entra.
  - E aí - disse a doutora Selina.
  - Procuram na casa do lago dele, e a encontram ela viva por sorte ela tinha água e comida que a sustentaram nesses cinco dias.
  A doutora pulou de alegria.
  - Isso sim é que eu considero um final feliz - disse a Selina.
  Ela pesquisou do por que ele tentou se matar, viu pelo documento que ele não estava ganhando dinheiro suficiente para sustentar a casa, então ia perder a casa cedo ou tarde alguém do governo iria achar a garotinha e mandar ele para a prisão. Ela ficou olhando o Laten deitado.
  - Então vai acordar ele? - Disse o assistente.
  - Ele não que não quer acordar que quer viver naquele mundo dos sonhos, mas antes vou pedir para as pessoas que cuidam do mundo dos sonhos dele, fazerem uma coisa para mim.
  O Latem estava em um campo aberto, tinha girafas com assas voando por toda parte.
  - Que merda de lugar é esse, me tire daqui, me tirem daqui...

                                                                 Continua...

Veja a pate anterior:parte 01,parte 02,parte03,parte 04, parte 05, parte 06

segunda-feira, outubro 16, 2017

O homem que não quer acordar parte:06


  Ela viu que por toda lado elas estavam escrevendo “me ajuda” daí olhou para ele notou que estava soando frio, a doutora Selina dar uma risada.
  - Por que você está rindo? - Disse o Laten.
  - Porque o seu subconsciente te traiu, quando eu te contei que passaram cinco dias, você percebeu, que ainda da tempo para salvar ela, isso - apontando para as meninas - É o seu subconsciente está me dizendo a verdade, você deve ter colocado mantimentos para ela, para aguardar a sua volta, mas alguma coisa deu errado, então tentou se matar, mas não deu certo e você ficou nesse estado do coma.
  - Nossa como você está errado.
  As meninas começam a rir, por um momento pensou que elas estavam rindo dela, mas quando observou ao redor, notou que ele não estava alegre, que as risadas estavam o incomodando.
  - Obrigada Juciana você me ajudou.
  - Parem de rir! - Disse o Laten.
  - Então eu acertei na minha dedução.
  - Eu não vou te contar mais nada.
  - Se bem que não é você que está contando tudo, é o seu subconsciente que estar.
  - Você nunca vai achar ela a tempo.
  - Vamos, diga onde ela está?
  - Nunca!
  - Você vai dizer para á policia quando você acordar.
  - Espere.
  Ela injeta a injeção em se mesma, ela desaparece, depois de cinco minutos a doutora aparece, ela estava sorrindo.
  - Tenho uma boa noticia - disse a doutora.
  - O que foi?
  - Nós a encontramos.
  - Não isso é impossível...
                                                                      Continua...

Veja a pate anterior:parte 01,parte 02,parte03,parte 04, parte 05

sexta-feira, outubro 13, 2017

O homem que não quer acordar parte:05


  O assistente saiu da sala, então a doutora Selina vai à direção da esposa do Laten e mostra a foto da menina para ela.
  - Me diga você e o seu marido tem alguma relação com a Juciana?
  - Não, eu não conheço essa criança.
  - Você tem certeza disso, por que no sonho do seu marido ela estava por toda parte, do jeito como é o mundo dos sonhos do seu marido, não é um bom sinal.
  - Desculpe, eu não conheço.
  A Selina foi à cama ao lado do Laten, coloca o aparelho na cabeça e se deita, então volta para o mundo do Laten, vai à direção dele.
  - Normalmente eu tentaria acordar na calma, mas como isso é um caso de policia - ela tira a injeção do bolso - terei que te acordar na força.
  Ela vai à direção dele com a injeção, ele segura o braço dela, ele dar uma joelhada na barriga dela, depois com o corpo empurra ela para o chão.
  - Desculpe, eu quero viver nesse mundo dos sonhos para sempre.
  - O que você fez com ela seu maldito?
  - Me diga quanto tempo se passou desde que eu estive em coma?
  - Faz uns cinco dias.
  Ela ver a Juciana segurando na mão dela.
  - Por favor, me salve - disse a Juciana.
  - O que você fez com ela?
  - Eu cuidei dela.
  - Você a matou?
  - Sim, não á nada que você pode fazer por ela.
  - Pelo menos me diga onde você deixou o corpo dela.
  Ela fica vendo uma fileira de Juciana escrevendo no chão com o sangue, a doutora notou o que ela estava escrevendo estava escrito “me salve".
  - Você a matou, certo?
  - Sim, como eu tinha te falado antes.
  - Mas então por quê?

                                                                       Continua...
Veja a pate anterior:parte 01,parte 02,parte03,parte 04

quinta-feira, outubro 12, 2017

O homem que não quer acordar parte:04


  - É eu disse.
  - Vamos você não quer ver a sua família novamente?
  - O meu lugar aqui.
  Ela ver uma menina de vestido branco, ela estava acorrentada e viu a doutora e ficou com lagrimas nos olhos.
  - Me ajuda - disse a garotinha.
  - É isso que me intriga nisso tudo, você é filho único, você só teve filhos, vi nos relatórios não teve morte de garotinha nenhuma com relação a você, então que é ela?
  - Eu não vou estragar a surpresa.
  Ela ficava vendo o rosto dela, então teve uma revelação, tirou uma injeção do bolso e se injetou então ela acorda retira o aparelho da cabeça, então vai correndo direto para a sala dela, o assistente chega à sala.
  - O que foi que aconteceu?
  - Tem uma garotinha no mundo dos sonhos, eu tenho certeza que eu já vi ela antes... Oh meu deus!
  Ela ver um artigo, com uma foto de uma pessoa desaparecida, e na foto era a menina do sonho de Laten, ela se chama Juciana, no artigo está dizendo que ela desapareceu por cinco meses.
  - Eu não entendo por que ele sonharia com ela, será que ele a matou, eu não consigo tirar a imagem da minha cabeça ela sem os olhos, espere será que ela ainda está vida?Eu a vi pedindo ajuda será que já é tarde demais?Preste atenção - Disse a Selina para o assistente.
  - O que foi?- Disse o assistente.
  - Eu quero que você chame a policia, dia que provavelmente ele tem alguma coisa haver com a garotinha desparecida, pede para verificar os terrenos que ele possui, viva ou morta tenho certeza que ela está lá, enquanto isso vai procurar saber mais sobre esse caso.
  - Certo.
                                                                    Continua...

Veja a pate anterior:parte 01,parte 02,parte03

quarta-feira, outubro 11, 2017

O homem que não quer acordar parte:03


  - Estou sabendo de tudo isso, mas mesmo assim eu gostaria que você tentar-se.
  - Ok, eu vou tentar, mas primeiro tenho que fazer uma pesquisa sobre ele, para me ajudar no meu trabalho.
  - Certo, eu espero que você consiga acordar ele.
  A doutora Selina fica fazendo a pesquisa sobre o paciente chamado de Laten, então quando estava pronta, viu o Laten deitado com o aparelho na cabeça, depois se deita na outra cama e coloca o aparelho na cabeça dela, então ela dorme.
  Ela estava em um lugar com muitas meninas de vestido branco, quando prestou atenção nas crianças notou que as crianças não tinham olhos, olhou o chão e viu que nele tinha sangue por todo o lugar, ela dar um grito tira a injeção do bolso e injeta em se mesma, então ela acorda assustada o assistente chegou perto dela.
  - O que foi?- Disse o assistente.
  - A mente dele é mais perturbadora do que eu imaginava este tipo de mente eu já estive em um tipo parecido como o dele.
  - Como assim?
  - No curso para aprender como acordar as pessoas, eles fazem com que a gente entre na mente dos psicopatas, isso servia para quem queria entender a mente deles, e a dele é muito parecida com a dos psicopatas que vi antes.
  - Você quer parar com tudo isso?
  - Não eu vou continuar.
  Ela deu três respiradas fortes, se deitou e coloca o aparelho na cabeça dela, então ela entra de novo naquele mundo, ver o Laten pegando o sangue no chão e estava se banhando nele, e estava dançando alegremente.
  - Senhor Laten - Disse a Selina.
  - Quem é você?
  - Sou a doutora Selina, eu trabalho no instituto chamado “centro de iluminação", sabe é que o senhor está em um estado do coma.

                                                              Fim
Veja a pate anterior:parte 01,parte 02

terça-feira, outubro 10, 2017

O homem que não quer acordar parte:02


  - É.
  - Me diga alguma vez você já encontrou alguém que não queria acordar? -
  - Como alguém que fica preso no mundo dos sonhos, mas eventualmente desistem, aliás, nós estamos acordando os familiares daqueles que nos pagam, para arriscar as nossas vidas por causa de uma pessoa.
  - Arriscar a vida no mundo dos sonhos?!
  - Se você morre no mundo dos sonhos, o coração parar visto que o aparelho nos deixa imersos no mundo dos sonhos, isso pode te afetar tanto fisicamente como mentalmente.
  - Bem eu espero que nada de ruim aconteça na sua próxima missão.
  Na noite ela vai para a casa de carro, entra na casa, fica vendo TV no sofá, depois vai dormir, quando acordar lavar o rosto, escova os dentes, toma o banho, depois entra no carro em direção ao trabalho.
  No trabalho ela entra no escritório, então a secretaria dela avisa pelo telefone que tem uma cliente, é uma mulher de 50 anos arrumada, cabelo castanho. Ela entra na sala e senta na cadeira.
  - Ola doutora - falou a mulher.
  - Oi, em posso ajudar?
  - Esse é o meu marido - ela entrega a foto dele, junto com a papelaria contendo informação dele - ele está há cinco dias em coma.
  - Cinco dias! Desculpe pela a minha compostura, é que normalmente as pessoas trazem o paciente com pelo menos um em coma - ela fica lendo as informações sobre ele - tem algo de errado, aqui está dizendo que esse coma foi induzido, ele sofria de algum tipo de doença? Ou sofria de dores todo dia? Se esse for o caso, você devia levar ele para o "instituto dos sonhadores" onde colocam pessoas no estado terminal em um estado de sono profundo.
  - Não, meu marido não sofria de nenhuma doença, nem estava sentindo dores todo dia.
  - Isso mostra claramente tendências suicidas, mesmo que eu o acorde, você teria que levar ele para um psiquiatra.

Veja a pate anterior:parte 01

segunda-feira, outubro 09, 2017

O homem que não quer acordar parte:01

Fonte da foto:Filosofia Ciência & Vida - Uol


  Numa terra cheia de girafas com assas voando, um homem estava sentado no chão no meio do campo, estava em paz vendo as girafas voando, então uma mulher linda com cabelos cumpridos e pretos, chega perto dele e senta no chão.
  - Ola Manuel - disse a mulher.
  - Oi, quem é você? E como sabe o meu nome?
  - Eu sou a doutora Selina - ela estende a mão e os dois apertam as mãos - eu trabalho em um instituto chamando “centro da iluminação".
  - O que vocês fazem?
  - Me diga você realmente acredita que as girafas têm asas e que conseguem voar?
  - Acredito, basta você olhar - Aponta para as girafas voando.
  - Sinto informar, mas nada disso é verdade, sabe você está sonhando, visto que está no processo para sair do coma, eu estou aqui para te ajudar a despertar, me diga você quer acordar e ver a sua família?
  - Sim eu gostaria de vê-los.
  Ela retira uma injeção do bolso e enfia no braço dele, ele e ela estão numa sala iluminada, os dois tem um aparelho na cabeça e os dois acordaram.
  Quando isso aconteceu os médicos foram para ele e explicaram tudo, depois a família dele foi até ele, à doutora foi para a sala dela, então uma pessoa branca, cabelo curto e preto, foi em direção a ela, se sentou em uma cadeira.
  - Parabéns! Outro paciente acordou - disse o rapaz que estava na sala.
  - Não me elogie Robson, este foi fácil de acordar, ele não estava tão preso ao mundo dos sonhos como os outros.
  - Pelo menos graças a você ele vai poder ver a família novamente, eu pelo menos acho isso um final feliz.

                                                           Continua.

sexta-feira, outubro 06, 2017

Ajudando os outros

Fonte da imagem:Pixabay

  David vivia ajudando as pessoas, até uma velha atravessar a rua, quando um cego ir para ele pedir informação não só dava a informação, mas descrevia com detalhes o caminho.
  Um dia quando eu estava na praia de noite, uma mulher estava gritando por socorro, não pensou duas vezes e foi nadando para ela.
  Quando chegou perto notou que ela era um seria, então os dentes dela se transformarão em presas, ela o mordeu levando-o para baixo até a inevitável morte, descobriu duramente que às vezes se aproveita dessa boa vontade e isso pode ser fatal.


                                                                         Fim

quinta-feira, outubro 05, 2017

O grande saber

Fonte da foto: Portal do budismo

  Roberto era um homem comum vivia uma vida normal, até que encontra uma lâmpada mágica, ele esfrega ela, dentro dela saiu um gênio oferecendo 3 desejos, então como o primeiro desejo pediu para que ele souber-se de tudo.
  O gênio o fez, ele sabia de tudo, conseguiu resolver o problema da fome no mundo, conseguiu fazer com que o mundo fique em paz, sabia a cura de todas as doenças ficava divulgando ela para todo mundo.
  Conseguiu se casar com á modelo mais linda do mundo, fez dois filhos com ela, mas depois a maldição de saber demais veio era o tédio, cada dia passou a ser mais penoso do que o outro.
  A vida dele estava um inferno, no desespero pegou a lâmpada e fez um pedido para o gênio, para que não soubesse de mais nada, então ele caiu no chão catatônico.
  Os familiares dele colocaram-no em um hospital, onde ele ficou nesse estado pelo resto da vida.

                                                               Fim

quarta-feira, outubro 04, 2017

Relatos sobre uma boneca

Fonte:quero medo

                                                                  Dia:01
  Eu comprei uma boneca para a minha filha, de vez em quando escuto duas vozes, uma da minha filha outra de uma voz desconhecida, quando abro a porta do quarto dela, só ela está lá no quarto.
                                                                  Dia:06
  Noto que minha filha fica sabendo de conversas, entre a minha esposa e eu, quanto tenho certeza que ela nem estava na nossa casa, quando temos essas conversas, mas presto atenção que a boneca estava lá, toda vida que a gente ia ter uma discussão.
                                                                 Dia:10
  A minha filha chama a boneca de Magarida.
                                                                 Dia:12
  Por pesquisar no google, fico sabendo de uma menina que morreu se chamava Magarida, pelas fotos das pesquisas, consigo ver que a boneca que ela tinha é a mesma, da minha filha.
                                                                Dia:15
  Noto que quando a gente sai de casa, a boneca não fica na mesma posição que a minha filhe deixa.
                                                                Dia:20
  Coloco câmeras escondidas na casa, para tentar mostrar a boneca se mexendo, mas toda vez antes dela se mexer as imagens ficam trêmulas.
                                                               Dia:25
  Merda!Acho que a boneca me viu fazendo anotações sobre ela, porque quando eu estava escrevendo, acho que eu vi algo se movendo, espero que não seja ela.
                                                               Dia:29
  No final ela era só uma boneca normal, eu não tinha nada com que me preocupar.
                                                      Relatório da policia:
  Foi encontrado corpos de um home, uma mulher e uma criança, perto dos corpos tinha uma boneca, foi encontrado um caderno de anotações relatando o que aconteceu, mas uma coisa dava para notar claramente, que a ultima anotações tinha uma Cali grafaria diferente das demais

                                                                Fim

terça-feira, outubro 03, 2017

A rotina

Fonte da imagem: 200 dias 100(%) ele! - blogger

  Um professor de português, sempre seguia a sua rotina, ensinava na escola, depois ia para a casa, vivia uma vida normal, até que um dia, estava tendo um incêndio no colégio, o fogo estava por toda parte, ele conseguiu sair de lar.
  Pelo noticiário, ele soube o que aconteceu, uns alunos de química estavam brincando com fogo, daí as coisas saíram do controle e toda a escola foi queimada.
  Mas no outro dia ele ver a escola e ela estava inteira, então ele continuou fazendo a rotina, só que desta vez tem lapsos dele vendo a escola toda queimada, mas tudo voltava ao normal, no mesmo instante, vivia feliz a sua rotina.
  Um aluno dele viu o professor andando na escola queimada, estando parado em uma sala vazia dando aula, o aluno ficava dizendo o nome dele, só que o professor não o ouvia, então ele prestou atenção no professor, todo dia ele entrava para a escola queimada, dava aula para uma sala vazia, o aluno chamou por ajuda, no final o professor foi internado em um manicômio.
  O aluno foi querer saber o que o professor de português tinha, os médicos concluíram que ele tinha esquizofrenia, até agora o professor acha que está fazendo a mesma rotina todos os dias.

                                                                  Fim

segunda-feira, outubro 02, 2017

Eu não sou um cara legal

Fonte da imagem:Mensagem Espírita Kardecista - blogger

  O assassino de aluguel Jonsosn estava sentado no sofá da sala, enquanto um portal interdimensional aparece e uma pessoa com a mesma aparência física do que ele aparece só que ele usava uma jaqueta to exercito e uma calça jeans.
  - Me deixe adivinhar você sou eu de outro universo? - Disse o assassino Jonson.
  - Sim.
  - Posso perguntar qual é a sua profissão?
  - Eu sou um interdimensional caçador de recompensas.
  - Me diga todos...
  - Eu vou direto ao ponto, eu sei que você é um assassino de aluguel, quando a policia está para pegar você, você simplesmente vai para outro universo, provavelmente você estava achando que ninguém estava monitorando as suas viagens, vim de um universo que nós podemos detectar quem está causando problemas, e não isso não é para todo mundo, só cientistas e oficiais da justiça, podem viajar pelo universo.
   - Então você veio aqui para me pegar.
  - Também sei que você matou outro eu que é de universo que todo mundo pode fazer esse tipo de viagem.
   - Sabe que eu...
  O assassino iria pegar a arma, mas o caçador de recompensar interdimensional foi mais rápido e conseguiu dar cinco tiros nele matando-o.

                                                                 Fim

Historias relacionadas:
O cara legal

sexta-feira, setembro 29, 2017

A lenda da loira do banheiro

Fonte: Alto Astral

  Em um quarto tinha cinco garotinhas, elas estavam sentadas no chão formando um círculo.
  - Essa é a lenda da loira do banheiro - disse a Jessica uma das meninas do círculo - dizem que ela era uma bruxa, e que todos na cidade ficavam atormentando ela, chamando-a por nomes, jogando coisas nela, atormentaram tanto ao ponto dela se matar, mas antes dela se matar lançou uma maldição, dizem que se você apertar a descarga três vezes, e dizer três vezes loira do banheiro, ela aparece e arranca os seus olhos, vocês tem coragem para ver se a lenda é verdadeira ou não?
  - Sim temos - As outras garotas disseram isso.
  Primeiro foi uma fez o ritual e voltou para o grupo sem nada ter acontecido com ela, até que todas as outras fizeram isso, daí era a vez da Jessica, entra no banheiro, aperta a descarga três vezes.
  - Loira do banheiro, loira do banheiro, Loira do banheiro.
  Todas ouviram um grito vindo do banheiro, ela abriu a porta e estavam sem os olhos, todas as outras se apavoraram tentaram sair do quarto, mas a porta, mas a porta não abria.
  Tudo que conseguia ouvir do lado de fora do quarto era os gritos das meninas, então o pai da Jessica abriu a porta e ficou chocado com o que viu todas as meninas não tinham mais os olhos.
  - Foi à loira - Era o que as meninas ficavam dizendo a noite toda.

quinta-feira, setembro 28, 2017

Fonte dos desejos


Fonte: freefoto.com

  Rogério era uma pessoa comum, mas estava descontente com a vida que levava, então quando estava andando viu a fonte dos desejos, então pensou "por que não", então jogou uma moeda na fonte.
  - Eu quero uma vida sem sofrimento.
  Uma bala perdida acerta a cabeça dele, por causa de um tiroteio com a policia e os bandidos, tinham pessoas correndo por todo canto.
  A fonte só resolveu matá-lo, porque para ele, uma vida sem nenhum sofrimento, era uma vida não merecia ser vivida.
  A fonte era um semideus chamado de Fonte, foi daí que veio a formação dessa palavra, que causava sofrimento para as pessoas, até que um dia Zeus o amaldiçoou transformando ele em uma fonte dos desejos, com o objetivo não causar mais sofrimento a ninguém.

quarta-feira, setembro 27, 2017

A conversa


Fonte: Nogueirense
  Uma pessoa careca, com uma expressão de raiva, estava sentada em uma lanchonete, daí chega uma pessoa toda arrumada, cabelo bem feito.
  - Olá David - Falou a pessoa que sentou.
  - Olá Roberto.
  - Então sobre o que você gostaria de falar comigo?
  - Ando sabendo que você anda dormindo com a minha mulher.
  - Ah! Então você sabe disso.
  - Eu gostaria que você não a visse mais.
  - Engraçado eu ia dizer exatamente a mesma coisa.
  - Eu sou marido dela - David disse isso batendo na mesa.
  - Você acha que eu não reparei que você anda batendo na sua mulher, dava para notar isso do jeito como ela tenta esconder a hematomas, como usar óculos escuros para esconder o olho roxo, e as desculpas que ela dava, quando descobrem o machucado, ela diz que caiu da escada, eu sei que na sua casa não tem nenhum escada, essa não engana ninguém, eu tenho uma irmã, ela tinha um namorado com você, vamos dizer que eu resolvi a situação, agora ele está comendo pelos turbos.
  - Eu acho que eu não fui claro o suficiente - O David tira um revolver que tinha embaixo da camisa - ou você a deixa ou eu te mato.
  - Eu acho que eu não fui claro o suficiente.
  Roberto segura a mão com o revolver, depois pega uma faca, depois ficava enfiando e tirando no pescoço dele, fez isso até que o David esteja morto.
  - Era para você a deixa seu maldito.
   David saiu da lanchonete.
   
                                                                   Fim

terça-feira, setembro 26, 2017

Rastros da destruição parte: Final


Fonte:Mistérios Fantásticos - blogger

  Ele vai atrás do lança missel, pegou ele ficou andando de onde o barulho estava acontecendo, então ele viu o boitatá, bem na porta da base, ele já estava abrindo a boca.
  - Vai se fuder seu boitatá de merda.
  Ele lança o missel que entrou na boca da criatura, causando várias explosões dentro dele, causando a morte do boitatá.
  - Isso é por meu irmão e meus pais seu filho da puta.
  A Lina chegou perto dele não acreditando no que acabou de ver.
  - Não acredito nisso – Disse a Lina.
  - É finalmente acabou.
  - Eu sei um bom jeito de acabar com essa história.
  - Como?
  Ele chega perto dela e dar um beijo na boca.

                                                                                   FIM



Historias relacionadas:
Rastros da destruição parte:01
Rastros da destruição parte:02
Rastros da destruição parte:03
Rastros da destruição parte:04
Rastros da destruição parte:05
Rastros da destruição parte:06
Rastros da destruição parte:07
Rastros da destruição parte:08

segunda-feira, setembro 25, 2017

Rastros da destruição parte:08


Fonte:Mistérios Fantásticos - blogger

  - Espero que sim.
  Quando Davi olha para rua, ele imediatamente se levanta e vai à parte que estava perto do motorista, ficou batendo no vidro.
  - Acelera Porra!
  A Lina olhou para a rua viu que o boitatá estava perseguindo eles, tinha jipes pertos que estavam atirando com metralhadoras na criatura, mísseis de jatos atingiam ela, causando muitas explosões, mas ela continuava na perseguição.
  - Vamos, vamos, vamos.... - a Lina ficou repetindo isso varias vezes.
  Até que algo faz com que o boitatá vai para o outro lado, quando a Lina viu isso, fez com que ela se tranquilizar-se o Davi chegou perto dela, abraçou ela, ficou venda a estrada, ficava observando se ele aparecia de novo.
  - Pode me fazer um favor.
  - Qual?
  - Depois disso tudo podemos ver o star wars.
  - Sério.
  - Eu não me importaria de ver esse filme.
  - Ok, quando tudo isso acabar a gente vai ver.
  - O que a gente vai fazer depois?
  - Por enquanto vamos nos concentrar em sair dessa vivos, depois pensamos nisso.
  Eles chegaram à base do exercito, eles saíram do caminhão, ficaram andando pela base, os soldados ficavam indo em direção aos médicos, um doutor colocou um curativo na cabeça do Davi, agora ele estava bom do machucado na cabeça.
  - Eu com sede – Disse o Lina.
  - Espere um segundo – Ele pega umas das garras de água para ela – toma beba um pouco.
  - Ok – Ela bebe um pouco da água – Muito obrigada.
  Eles depois ficaram escutando um radio, sobre o que estava acontecendo, ficavam ouvindo a notícia de onde ele estava atacando, todos estavam apreensivos, algumas pessoas estavam chorando.
  - Vamos matem esse filho da puta – Disse o Davi.
  - Por que ele não morre logo.
  Eles ficavam os ouvindo o barulho de explosões perto deles, isso deixou todo mundo apavorado, Davi olha para um lança missel, depois ficou ouvindo os barulhos se aproximando.
  - O que a gente vai fazer? – Disse a Lina.
  - Vamos lutar.
  - O quê?
  - Esse bastardo matou a minha família, eu vou matar ele.
  - Você está doido.
  - Não importa para onde a gente corra ele aparece, pois chega de correr.
  - Isso não é um filme.
  - Eu sei disso, mas não importa.
  - Não acredito que isso esteja acontecendo.
  - Ele está vindo.


Historias relacionadas:
Rastros da destruição parte:01
Rastros da destruição parte:02
Rastros da destruição parte:03
Rastros da destruição parte:04
Rastros da destruição parte:05
Rastros da destruição parte:06
Rastros da destruição parte:07

sexta-feira, setembro 22, 2017

Rastros da destruição parte:07


Fonte:Mistérios Fantásticos - blogger

  - Nós vamos sobrevier a isso de algum modo.
   Ele viu vários carros de policia passando por eles, também via veículos do exercito, também via carros se batendo fazia o máximo para não bater em nenhum carro, toda a concentração dele estava nas ruas, a Lina ficava vendo se algo caia do céu.
  Ele ligou o rádio para ter alguma noticia da criatura, o carro de vez em quando dava uma tremida, pelos jatos que estão passando, eles por milagre estavam coseguindo sair dessa situação, então um jato caiu na frente deles.
  Não conseguiu controlar a situação desta vez, bateu no jato, ficou inconsciente por um tempo, depois quando acordou, notou que a sua testa estava sangrando, olhou para a Lina viu que ela estava acordando.
  - Você está bem? – Disse o Davi.
  - Sim, nada parece está quebrado e você?
  - Estou com a testa sangrando.
  - Você vai ficar bem?
  - A gente ver isso depois, temos que sair desse carro.
  Os dois saíram do carro, depois os dois começaram a correr, carros batiam do lado deles, casas eram destruídas, jatos caíam perto deles, não importava o que acontecia os dois estavam juntos, depois eles viram um de repente eles vem uma caminhão do exercito levando as pessoas do lugar.
  Sem pensar duas vezes eles foram ao caminhão, entraram e sentando em uma tabua de madeira, para as pessoas sentarem. Quando estavam lá ficaram vendo o que estava havendo todo o inferno, ele olhou para uma pessoa.
  - Você sabe para onde eles vão nos levar? – Disse o Davi.
  - Eles disseram que vão nos levar para uma base – Disse a Pessoa.
  - Este ataque está acontecendo do nada.
  - Você está enganado o boitatá não começou hoje o seu ataque, ele estava atacando as cidades do interior.
  - O quê?
  - Foram encontrados vários carros queimados nas estradas.
  - Como você sabe disso tudo?
  - Fiquei acompanhando as notícias.
  - Por que eles não se prepararam para essa coisa antes.
  - Só conseguiam enxergar os rastros de destruição dele, mas nunca conseguiam ter uma confirmação visual de que era ele mesmo que estava atacando.
  - A pior parte que o meu irmão estava voltando do interior.
  Foi nesse momento que percebeu que ele era único membro da família que estava vivo, ficou cobrindo os olhos, estava começando a chorar, a Lina o abraçou e começou a chorar no ombro dela.
  - Você vai superar tudo isso – Disse a Lina.
  - Não acredito que toda a minha família morreu.
  - Vai se fuder boitatá.
  - Vai se fuder boitatá.
  - Nós vamos escapar.


Historias relacionadas:
Rastros da destruição parte:01
Rastros da destruição parte:02
Rastros da destruição parte:03
Rastros da destruição parte:04
Rastros da destruição parte:05
Rastros da destruição parte:06

quinta-feira, setembro 21, 2017

Rastros da destruição parte:06


Fonte:Mistérios Fantásticos - blogger

  - Você está ouvindo isso?
  Eles escutam um barulho de um avião caindo imediatamente, ficaram procurando, da onde estava vindo um barulho e viram ele, então os dois se esconderam atrás de uma parede ficavam esperando tudo acabar.
  Houve uma explosão forte destruído todos os vidros do local, eles ficaram com zumbido nos ouvidos, depois quando isso acabou.
  - Você está bem? – Disse o Davi.
  - Sim estou.
  Quando começaram a andar viram uma pessoa completamente queimada, andando como se fosse um zumbi, na rua até que ele caiu no chão, foi só naquele momento que viram o verdadeiro horror do que está acontecendo.
  - Eu não quero morrer – Disse a Lina.
  - Não se preocupe, quando a gente chegar aos barcos tudo isso vai acabar.
  - Você acha que exército vai cuidar disso.
  - Espere um segundo.
  Ele correu para o supermercado depois voltou correndo com o martelo e uma faca.
  - O que você vai fazer com isso? – Disse a Lina.
  - Você vai ver.
  Ele vai em direção a um carro, com o martelo quebra o vidro do carro, depois joga os vidros no chão, depois a Lina entrou no carro, conseguiu fazer a ligação direta, depois ligou o carro e os dois estavam saindo daquele lugar.
  - Ok, tenho que perguntar como você sabe fazer ligação direta? – Disse a Lina.
  - Teve uma vez que o meu irmão perdeu a chave do carro, então nós dois aprendemos a fazer ligação direta até a gente encontrar a chave, eventualmente nós encontramos ela.
  - Ainda bem que você adquiriu esse conhecimento.
  Um carro bateu neles, mas os dois ainda estavam dirigindo na estrada.
  - Filha da puta! - Disse a Lina.
  - Espero que a gente sobreviva até lá.
  - Me diga você acha que a gente ficar no mar até quando?
  - Talvez até o exército brasileiro acabar com eles.
  - Você acha que eles conseguem?
  - Você tem que ter mais fé no nosso exercito.
  - Espero que você esteja certo, não quero ter que ficar vivendo no mar o resto da minha vida.
  - Tudo isso vai acabar um dia.
  - A questão o que vai acabar primeiro a nossa civilização ou o maldito do boitatá.
  - Espero que acabem com eles primeiro.
  Uma bola de fogo caiu no chão, isso os pegou de surpresa, por sorte ele conseguiu desviar do buraco que essa explosão fez.
  - Que merda! – Disse o Davi.
  - Droga o matem logo.
  - Vamos lá saiam do caminho.
  - Eu não quero morrer.



Historias relacionadas:
Rastros da destruição parte:01
Rastros da destruição parte:02
Rastros da destruição parte:03
Rastros da destruição parte:04
Rastros da destruição parte:05

quarta-feira, setembro 20, 2017

Rastros da destruição parte:05


Fonte:Mistérios Fantásticos - blogger

  Ela estava segurando no ombro dele, então ouviram um barulho de uma criatura, os dois se viraram e viram uma cobra de fogo gigante estava se aproximando deles, os dois ficaram por um segundo vendo o boitatá.
  - Nós temos que sair daqui – Disse a Lina.
  Vendo que o Davi não estava se movimentando, ela segurou na mão dele, ficou puxando ele, até se levantar, os dois começaram a correr, os dois decidiram dobrar uma rua, continuaram a corrida, depois ficaram descansando em uma parede.
  - Filho da puta! – Gritou ele – Você vai pagar por ter matado os meus pais.
  - O que a gente vai fazer?
  - Continuar correndo.
  Lina estava vendo as pessoas correndo, os carros indo à alta velocidade acertando algumas pessoas, não estava acreditando que isso estava acontecendo.
  - Você viu o tamanho daquela criatura? – Disse o Davi.
  - Sim.
  - Me diga você acha que ele consegue nadar?
  - Eu não sei, acho que não?
  - Temos que ir para o litoral achar um barco, sai daqui o mais rápido possível.
  - Você acha que isso vai dar certo.
  - Só tem um jeito de a gente saber.
  Os dois estavam andando, ficava olhando as pessoas correndo, um carro em alta velocidade quase os acertou, mesmo assim eles continuavam a jornada deles, por enquanto era só isso o que eles podiam fazer.
  Então viram uma casa perto deles ser destruída por uma explosão, eles olharam para a rua não tinha nenhum sinal da criatura, então olharam para cima e viram bolas de fogo caindo do céu, ficaram vendo onde elas caiam.
  - Só o que me faltava me preocupar com ataque quem vem do céu – Disse o Davi.
  - Vamos continuando, eu fico vendo se alguma bola de fogo irá cair em nossa direção.
  - Boa ideia.
  Então o Davi ver um supermercado.
  - Nós temos que ir para lá – Davi apontou para o supermercado.
  - O que você quer comprar?
  - Nós temos que pegar suprimentos para a nossa viagem.
  - Ok, vamos.
  Os dois entraram no supermercado, quando entram lá encontraram duas mochilas grandes, cada um ficou com uma, então cada garrafa de água que eles encontravam, colocavam na mochila a mesma coisa com alimentos não perecíveis depois de encontraram na porta do supermercado.
  - Pegou tudo – Disse o Davi.
  - Sim.
  - Agora temos que arrumas um jeito de ir atrás do barcos.
  - Temos que ir andando.
  - Espere.
  - O que foi?


Historias relacionadas:
Rastros da destruição parte:01
Rastros da destruição parte:02
Rastros da destruição parte:03
Rastros da destruição parte:04

terça-feira, setembro 19, 2017

Rastros da destruição parte:04


Fonte:Mistérios Fantásticos - blogger

  Eles ouvem gritos do lado de fora da rua, todos dentro da casa ficaram calados, não sabiam o que fazer sobre essa situação, Davi foi para perto da janela, ficou vendo várias pessoas correndo, estava aterrorizado com essa cena.
  - Eu acho que a gente devia cancelar o cinema por hoje? – Disse o Davi.
  Lina se aproximou da janela, ficava vendo as pessoas correndo e gritando, isso a deixou apavorada, então se aproximou do Davi e o abraçou, ele notou que ela estava tremendo, ficava pensando em algo que dizer para acalmar ela.
  - É eu entendo – Disse a Lina.
  - Pai, veja o noticiário e veja o que está acontecendo?
  - Já vou olhar.
  De repente a energia da casa acabou, a mãe dele se aproximou do pai dele, os dois ficaram segurando a mão um do outro, ficavam olhando em volta para ver se mais alguma acontecia tudo que eles ouviam eram gritos.
  - Só pode está de brincadeira comigo? – Disse o Davi.
  - O que a gente vai fazer?
  - A energia pode não ter acabado em todo o canto, ligue para os seus pais, talvez eles possam nos dizer o que está havendo.
  Ela pegou o celular, ligou para a família dela, ficou tento toda uma conversa então quando a conversa acabou ela desligou o telefone.
  - Eles sabem que está havendo? – Disse o Davi.
  - Eu tive a confirmação deles sobre o que está acontecendo?
  - O que está havendo?
  - Eles estão dizendo... não acredito que vou dizer isso, mas eles estão dizendo que é o boitatá.
  - O boitatá?!
  - Foi o que eles disseram.
  - Eles notaram que nós não estamos para brincadeira.
  - Notei que pela voz deles que eles estavam em choque pelo o que está acontecendo.
  - Então é o ataque do boitatá.
  - Praticamente, sim.
  Todos eles escutaram um som de explosão, toda a casa começou a tremer pela onda de choque, todo mundo na casa ficou calado, então ouviram outra explosão, aconteceu à mesma coisa que a anterior.
  - O que essa foi perto – Disse o Davi.
  - O que a gente vai fazer? – Disse a Lina.
  - Nós temos que sair daqui, rápido.
  - Fiquem esperando lá fora, eu vou pegar o carro – Disse o Pai dele.
  - Certo – Disse o Davi.
  Os dois saíram da casa, estavam no lado de fora para tentar facilitar a saída do carro, de repente a casa dele explodiu, os dois foram jogados pelo impacto, então quando se levantaram ele viu a casa destruída, ficou de joelhos.
   - NÃAAAAAAA....
  - Oh meu deus.

Historias relacionadas:
Rastros da destruição parte:01
Rastros da destruição parte:02
Rastros da destruição parte:03

segunda-feira, setembro 18, 2017

Rastros da destruição parte:03


Fonte:Mistérios Fantásticos - blogger

  De noite em um quarto estava Davi Santos irmão do Pedro, ele tinha cabelo curto e preto, olhos castanhos, junto com ele estava a Lina, ela tinha cabelos longos e pretos. Eles estavam em uma cama se beijando.
  - O que você quer fazer hoje? – Disse a Lina.
  - Você sabe muito bem o que eu quero fazer – ele beija na boca dela, depois fica com um sorriso.
  - Alem disso.
  - Talvez a gente possa ver um filme.
  - Que filme você quer ver?
  - O novo Star wars.
  - Qual é o nome do filme?
  - Star wars episodio sete, o despertar da força.
  - Você sabe se as críticas tão sendo boas?
  - Pelo que eles estão me falando, estão dizendo que o filme.
  O Davi ele já viu todos os filmes da saga star wars menos esses, ele quer convidar ela, mas para ele tem um problema, não que ele acha que mulheres não gostam de star wars, é que a Lina gosta mais de Jornada nas estrelas do que star wars.
  Por isso não é uma coisa muito fácil convida para ela para ver um dos filmes dessa saga, se ela não o quiser sempre pode tentar ir com os amigos, mas tem uma coisa dentro dele, que faz com que a Lina goste das mesmas coisas que ele.
  Ele quer fazer, mas sem tentar ser um chato, não quer colocar pressão nela para gostar de algo, porque sempre acontece o oposto do que a pessoa quer normalmente a pessoa costuma odiar o que você quer apresentar.
  - O Jantar está pronto – Falou a mão do Davi.
  - Vamos comer – Disse o Davi.
  - Certo – Disse a Lina.
  Eles vão para a sala, o pai dele estava no sofá vendo TV, enquanto a mãe estava preparando a mesa, eles dois foram comendo a comida dela, eventualmente todos foram na mesa comer a sua comida.
  - Estou cheia – Disse a Lina.
  - Eu também – Disse o Davi.
  - Vocês vão para algum lugar hoje – Falou a mãe.
  - Ainda estamos decidindo – Disse a Lina.
  - Não se esqueça de que o seu irmão ele vai vim aqui hoje.
  - É eu sei – Disse o Davi.
  - Eu já preparei o quarto dele.
  - Ele já telefonou para dizer onde ele está?
  - Não.
  - Que estranho ele não é assim, ele sempre nos atualiza.
  - É eu sei estou começando a fica preocupada.
  - Tenho certeza que ele deve ter se esquecido de ligar.
  - É deve ser isso.
  - É eu espero que seja isso.

Historias relacionadas:
Rastros da destruição parte:01
Rastros da destruição parte:02

sexta-feira, setembro 15, 2017

Rastros da destruição parte:02


Fonte:Mistérios Fantásticos - blogger

  Então todos entraram no carro, então saíram de lá chocados com toda essa situação, Pedro até ligou o radio para tocar alguma musica para tentar mudar esse clima que eles estavam, mas ninguém estava se acalmando.
  Então eles viram outro carro queimado, desta vez eles continuaram com o carro em movimento.
  - Mas que merda – Disse o Wagner.
  - Se acalme – Disse o Pedro.
  - Me acalmar!
  - Não vai ajudar em nada a gente entrar em pânico.
  - A gente acabou de ver outro carro queimado não foi?
  - Foi.
  - Tem alguma coisa muito errada acontecendo.
  - Você não faz ideia o quanto.
  Na frente tinha um carro virado, outro carro parado, outro fora da estrada, todos estes carros tinham um coisa todos estavam queimado, cada vez que continuava dirigindo carro o nível de tensão aumentava.
  - Será o fim do mundo? – Disse o Ricardo.
  - Eu não acho que seja isso - Disse o Pedro.
  - Então o que pode ser isso?
  - Eu simplesmente sei que isso não é uma coisa boa.
  - Eu estou com muito medo.
  - Sei como você se sente.
  - Será que todos estão bem.
  - Seja lá o que for isso está indo em direção à cidade, tomará que o meu irmão consiga segura essa onda até eu chegar a casa.
  Uma coisa que nota é que na estrada havia uma rastro de destruição, tudo fazendo uma linha reta, isso só estava acrescentando as coisas que ele não sabia sobre essa situação toda.
  - Estou com medo – Disse a Roberta.
  Ele segura na mão na Roberta, depois ficava olhando a estrada para ver se ele via algo de estranho, mas ele só encontrava mais carros queimados na estrada, eles só ficavam vendo horrorizados com essa situação.
  - Estou dizendo cara é o fim do mundo – Disse o Ricardo.
  - Estou começando a concorda com você.
  - Estou com muito medo – ele estava chorando – você não faz ideia o quanto.
  - Nós vamos sobreviver a isso.
  - Seja lá o que isso seja.
  - Nós temos que dar um jeito.
  - Você tem razão.
  - Será que isso está acontecendo em todo canto?
  - Eu não sei... mas o que é isso.
  Todo o carro deles ficou coberto de chamas, matando todos eles, depois quando tudo acabou o carro deles ficou sendo só mais um carro queimado na estrada, mas onde de terror não estava nem perto de acabar.

Historia relacionada:
Rastros da destruição parte:01

quarta-feira, setembro 13, 2017

Rastros da destruição parte:01


Fonte:Mistérios Fantásticos - blogger

  Numa estrada do interior do Brasil, estava de noite, estava no carro Pedro Santos, uma pessoa jovem que vai vivendo a vida tranquilamente, ao dele estava a Roberta é uma loira, tem uma boa educação e namora ele, na parte de trás estava Wagner, e Ricardo, eles sem do tipo que gostam de ir para as festas.
  - Está feliz que vai voltar? - Disse a Roberta.
  - Mal posso esperar para chegar a casa e descansar um pouco.
  - Esses dias foram demais – Disse o Wagner.
  Todos estavam felizes, lembrando-se dos bons momentos enquanto todos estavam festejando na cidade do interior da família do Pedro, estavam curtindo a viagem e vendo a paisagem, tudo estava uma maravilha.
  Então eles vêm um carro queimado na frente, o Pedro para o carro, todos ficaram sem saber o que dizer sobre aquela cena, todos saíram do carro, ficaram andando devagar, Wagner e o Ricardo eles ficavam olhando para os lados.
  A Roberta dar um grito então o namorado dela vai até ela, abraçou-a para se acalmar, mas não sabia qual era o motivo do grito, então olhou para o carro, então notou que nele tinha corpos queimas, imediatamente levou um susto.
  - Carário mano – Disse o Wagner.
  - O que foi cara? – Disse o Ricardo.
  - Tem pessoas queimadas dentro.
  - Não acredito.
  - Mas quem faria uma coisa dessas.
  - Eu soube que uma vez queimaram um ônibus...
  - Esse tipo de coisa acontece em cidade, não em estradas como essas – Disse o Pedro.
  - Você tem certeza disso?
  - Tenho.
  - Deve ser algum tipo de assassinato.
  Pedro ficou olhando o carro, notou que os pneus do carro estavam praticamente queimados, estava misturado com o cimento que derreteu depois a roda ficou presa no cimento, isso deixou tudo ainda mais confuso.
  - Seja lá quem fez isso deve ter uma baita lança chamas – Disse o Pedro.
  - Mas quem faria uma coisa dessas – Disse a Roberta.
  - É isso que me deixa preocupado.
  - Será que alguém conseguiu escapar?
  - Me parece que ninguém escapou.
  - Mas que merda.
  Dava para sentir que o clima da situação tinha mudado de clima pós-festas, tendo pequenos momentos de nostalgia, para simplesmente puro terror, nenhum deles sabia o que fazer naquele momento.
  - Nós temos que sair daqui – Disse o Wagner.
  - Ele tem razão todos de volta para o carro – Disse o Pedro.
  - Mas e quanto a isso? – Disse a Roberta.
  - Vamos numa delegacia próxima avisar sobre o ocorrido.

Continua...

terça-feira, setembro 12, 2017

O cara de sorte

Fonte da foto:
HORA BRASIL

  José era um homem comum até que um dia ele decidiu jogar na loteria, daí ele ganhou o prêmio era de 5 milhões, ele gastou a metade e investiu a outra metade, também tendo sorte nos investimentos.
  O tempo passa daí ele gerou uma família pode se dizer que os filhos dele nasceram com sorte.
  Um homem de sorte pode mudar a vida não só de uma pessoa mais de várias, às vezes até a sorte é injusta, tem pessoas que trabalham a vida toda e não tem esse momento de alegria.
  Outros não trabalhão duro e tem esse momento de sorte como ganhar um prêmio. Só que muitas pessoas às vezes vivem a vida sem ganhar nada.
  Às vezes alguém é recompensado pelo trabalho duro e se torna o homem ou a mulher de sorte, e quem sabe é o que toda a nossa vida se basear nesse jogo de perdedores e ganhadores e tudo que precisa para mudar tudo é um homem de sorte.


Fim.

segunda-feira, setembro 11, 2017

O cara legal

Jonson é um assassino de aluguel, ele estava sentado numa cadeira na sala dele, estava vestindo, uma calça, uma camisa social e um terno preto, usava também óculos escuros.
Um portal interdimensional se abre, dentro dele saiu uma pessoa, com a mesma aparência física dele, só que ele tinha um tapa olho, uma espada samurai e um braço robótico.
- Olá - Falou o Jonson alternativo.
- É... Oi, quem é você? E por que você se parece comigo?
- Eu sou você de um universo paralelo.
- Legal!
- Me diga no que você trabalha?
- Assassino de aluguel e você?
- Caçador de recompensas.
- O que você veio fazer aqui?
- Vim ver se o meu eu desse universo tem uma aparência mais legal do que a minha.
- Por esse motivo você veio para cá?!
- Sim.
- É um motivo meio estúpido.
- Eu estava com tédio.
- Me diga no seu universo as pessoas também conseguem ir para outros mundos ou é sô você?
- Outros também conseguem?
- Como vocês conseguem fazer isso?
- E eu sei lá, eu te disse que sou um caçador de recompensas e não um cientista.
- Bem... Pelo que estou vendo o seu visual é muito legal, com o tapa olho e a espada samurai e o braço mecânico.
- Obrigado, mas de onde eu venho o meu visual não é muito maneiro.
- Pois é, mas aqui este visual é muito maneiro.
- Pensando bem você tem razão.
- Ei, você pode me fazer um favor? Gostaria de saber que aparelho você utiliza para você fazer a viagem e como?
- Claro.
O Jonson alternativo explica tudo é graças a um aparelho que coloca no braço a pessoa escolhe o universo e apertar o botão vermelho.
- É assim - Falou o Jonson do outro universo.
- Muito obrigado.
O jonson pega um revolver e atira na cabeça do Jonson alternativo, daí ele pega o aparelho.
- Assim se a policia vier atrás de mim, eu simplesmente vou para outro universo- olhando para o corpo do Jonson morto.
- Sinto muito, mas eu não sou um cara legal.

domingo, setembro 10, 2017

A historia da casa morta


Fonte: misticismo negro - blogger

Numa cidade do Brasil, um homem matou brutalmente a marteladas a sua esposa, também as suas filhas, primeiro ele fechava a boca dela com a fita adesiva, para garantir que nenhuma das outras ouvissem os gritos.
Quando terminou de matar a sua família, ele amarrou uma corda no ventilador de teto, enrolou ela no pescoço, subiu na cadeira ele apertou a corda, depois pulou da cadeira para garantir a sua morte.
Muitos se perguntam, por que ele fez isso? Uma teoria que surgiu que é apoiada por conhecidos da família, é que ele tinha feito isso pelo motivo que ele perdeu o trabalho o dele.
Dentre o espaço de 5 anos, depois desse acontecimento, pessoas que encostam o pé na casa acabam se matando, ao contrario do dono da casa, esses outros aparentemente, não tem nenhuma explicação do porque isso anda acontecendo.
Alguns cientistas atribuem a isso com o efeito de massas, que uma pessoa simplesmente está imitando o comportamento da outra.
O numero de mortes, passou a ser uma coisa que não dava mais para ser ignorado, então teve uma decisão de fazer um bloqueio ao redor da casa, até agora ninguém morreu por causa da casa.
Testemunhas oculares dizem que de vez em quando, passam em frente da casa eles veem algumas pessoas nas janelas, mesmo não tendo ninguém na casa.
Por causa do perigo que ela representa, algumas pessoas ficaram falando, se eles podiam simplesmente destruir a casa, a prefeitura ficava dizendo que não por causa de problemas legais.
Numa noite uma pessoa com coktel molotov, joga ele na casa, fazendo a casa pegar fogo, dando para ouvir gritos de várias pessoas dentro da casa, mesmo estando vazia, tudo o que ela causava parou, não se sabe quem queimou a casa, a uma suspeita de alguém que perdeu um parente por causa dela.

terça-feira, maio 23, 2017

Decidir fechar os blogs

Eles ainda vão continuar existindo, tem algo que eu planejo fazer com eles, mas infelizmente isso vai demorar, Muito obrigado por tudo, passamos um bom tempo, Mas por enquanto tenho que encerrar as atividades dos blogs.

segunda-feira, maio 22, 2017

Vida da escritor parte:09



Um dia quando eu era criança, eu estava no terréu do meu prédio dai um cachorro veio para cima de mim, ficou latindo para min, até uma pessoa tirar ele de mim, até hoje tenho medo dos latidos dos cachorros, use o medo que você sente em uma historia.

quarta-feira, maio 17, 2017

Religiões: parte 01


Sinopse:
"Deus morreu e depois o senhor das trevas veio para a terra e junto com os seus cavaleiros e matou toda a humanidade, depois de muito tempo ele faz um novo mundo, e nele coloca uma religião, e proíbe qualquer tipo de outra religião, até que o renascimento de uma religião antiga começa a nascer de novo"

Prefacio: A história de religiões

Capitulo:01 A conquista dos cavaleiros

Religiões: Um novo deus

Capitulo:03 A vida do filho do novo deus

Capitulo: 4 A aventura do filho

terça-feira, maio 16, 2017

Algo no espelho (jogo)




A) você saiu correndo


B) você fica olhando o espelho


C) você vai para a cozinha pegar uma faca


D) Você vai sair da casa

segunda-feira, maio 15, 2017

Vida da escritor parte:08



Uma coisa que eu tenho orgulho é que desde que quando eu era criança nunca parei de contar historias por isso posso na fase adulta inventa historias na hora.

quarta-feira, maio 10, 2017

Segredos sinistros parte:07 Final


Sinopse:
Um youtuber está envolvido num trama de assassinato e só um policial vai descobrir toda a verdade.
Capítulo: Part 31

terça-feira, maio 09, 2017

O tubarão na água (jogo)




A) você tenta nada o mais rápido possível


B) Você vai enfrentar a criatura


C) Você vai dar um soco no tubarão


D) Você ataca os olhos dele

segunda-feira, maio 08, 2017

Vida da escritor parte:07



Uma vez uma pessoa me falou que eu devia parar de escrever, a pessoa não percebeu o absurdo que ele tinha falado, uma coisa que eu não consigo fazer é parar de criar e escrever.

quarta-feira, maio 03, 2017

Segredos sinistros parte:06


Sinopse:
Um youtuber está envolvido num trama de assassinato e só um policial vai descobrir toda a verdade.
Capítulo: Part 26
Capítulo:Part 27
Capitulo: Part 28
Capítulo: Part 29
Capítulo: Part 30